Publicado em: 01/02/2016

Na Guatambu

 

 

Mais de 130 pessoas participaram do primeiro evento de 2016 na vinícola Guatambu,  no último sábado: O INÍCIO DA VINDIMA 2016. A programação da vindima aberta ao público contou com visitação aos vinhedos na sede, onde turistas de Porto Alegre, Dom Pedrito, Santa Maria, Rosário do Sul, Pelotas, Bagé, Santana do Livramento, Canoas, São Leopoldo e Cachoeira do Sul  puderam participar da medição do grau de açúcar e colheita das uvas Chardonnay.
 
Em seguida, os visitantes participaram do processamento das frutas, incluindo os processos de desengace e prensagem, para obtenção do mosto para elaboração do espumante. O público também pode integrar o tour pelas outras instalações da vinícola, como laboratório e as caves, acompanhando todo o processo do vinho até seu envase.
 
No almoço, os pratos foram harmonizados com os espumantes Brut Rosé (vencedor de Medalha de Ouro Duplo em 2014 na Argentina) e Poesia do Pampa Brut, e os vinhos Rastros do Pampa Cabernet Sauvignon, além do premiado vinho ícone da vinícola, Épico, Grande Campeão de 2015 do Anuário de Vinhos do Brasil. A próxima edição do almoço harmonizado ocorre em março.

 

Publicado em: 31/01/2016

Os melhores nacionais no Vivino

 

 

O site Vivino indicou os melhores Vinhos Nacionais avaliados, para Cabernet Sauvignon e Merlot. Vamos a eles

 

Cabernet Sauvignon

 

Valduga, Heitor Villa-Lobos Gran Reserva Cabernet Sauvignon 2010

 

Luiz Argenta, Gran Reserva Cabernet Sauvignon 2005

 

Don Abel, Rota 324 Fino Tinto Seco Cabernet Sauvignon 2012

 

Aurora, Cabernet Sauvignon Millesimé 2011

 

Boscato, Reserva Vinho Tinto Seco Fino Cabernet Sauvignon 2010

 

Miolo Wine Group, Quinta do Seival Estate Cabernet Sauvignon 2011

 

Almaunica, Reserva Cabernet Sauvignon 2010

 

Guatambu, Rastros Do Pampa Cabernet Sauvignon 2013

 

Jolimont, Morro Calcado Reserva Especial Vinho Fino Tinto Seco Cabernet Sauvignon 2008

 

 

 

Merlot

 

Valduga, Gran Reserva Storia Merlot 2006

 

Pizzato, Dna 99 Single Vale Dos Vinhedos Vinho Tinto Seco Fino Merlot 2011

 

Miolo Wine Group, Terroir Merlot 2009

 

Lidio Carraro, Merlot Grande Vindima Seco Fino Tinto 2006

 

Dom Candido, Vale Dos Vinhedos Documento Fino Tinto Seco Merlot 2011

 

Almaunica, Merlot 2012

 

Salton, Desejo Merlot 2006

 

Pizzato, Reserva Vinho Tinto Seco Fino Merlot 2012

 

Boscato, Reserva Safra Vinho Fino Tinto Seco Merlot 2010

 

Maximo, Boschi Merlot Vindima Serra Gaucha Tinto Seco Fino 2005

 

Publicado em: 30/01/2016

Gimenez Mendez Alta Reserva Tannat 2013

 

 

A Gimenez Mendez é uma vinícola familiar, localizada em Las Brujas, no Uruguai, com vinhedos também em Montevidéo, Los Cerrillos e Canelón Grande. Tem em sua direção Marta Mendez e mantém uma ligação técnica com produtor da Nova Zelândia. Produz as linhas: 100 anos Reserva Familiar, Las Brujas, Gimenez Mendez Alta Reserva, Gimemez Mendez Reservas Especiais e um Late Harvest.  Os vinhos são exportados para o Reino Unido, Alemanha, Suiça, Estados Unidos, Brasil, Barbados e México.

 

Gimenez Mendez Alta Reserva Tannat 2013 – elaborado com 100% Tannat, vinhedos de Las Brujas, Canelones, com amadurecimento em barricas de carvalho francês e americano por 10 meses. Teor Alcoólico de  14%. A coloração é de um rubi de grande intensidade, bom brilho e limpidez. Os aromas complexos mostram frutos negros, flores, especiarias, baunilha e algo de defumado  e tostado. Na boca apresenta bom corpo, com taninos intensos, sem apresentarem aspereza, bem integrados ao frutado e acidez na medida. Longo final com o frutado e o tostado se mostrando. Avaliação: 91/100 Pontos. Preço: R$ 94,90, na Winelands.

 

Publicado em: 29/01/2016

Nacionais degustados

 

 

Vamos aos vinhos da degustação de janeiro, de Vinhos Nacionais, da confraria Clube dos Amigos do Vinho de São José do Rio Preto.

 

Guatambu Épico - elaborado com pequenas reservas de vinhos de quatro diferentes safras (2011, 2012, 2013, e 2014) das melhores parcelas dos vinhedos de Cabernet Sauvignon, Merlot, Tannat e Tempranillo, da Campanha Gaúcha, em Dom Pedrito, sendo que cada lote estagiou em barril de carvalho francês (80%) e americano (20%), num total de 2 anos. Teor Alcoólico de 14%. A coloração é de um rubi intenso e brilhante. Os aromas mostram complexidade com frutos negros e vermelhos, coco, tostado, chocolate e especiarias. Na boca apresenta um bom corpo, com  taninos equilibrados e bem integrados ao frutado e boa acidez. Longo final com o frutado e o chocolate se mostrando.  Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$ 187,00, na Vinhos e Vinhos. Observação: o nome “Épico” representa a trajetória do projeto da vinícola, iniciado há 12 anos, além do grande período de produção desse rótulo, desenvolvido ao longo de cinco anos e coroando um novo estágio na produção da Guatambu. A arte do rótulo foi inspirada na escultura produzida especialmente para a vinícola pelo artista Paulo Eduardo Dias Lopes, simbolizando um gaúcho a cavalo comemorando uma vitória. O vinho é assinado pela enóloga Gabriela H. Pötter, uma das proprietárias da vinícola, juntamente com o enólogo Alejandro Cardozo. Foram produzidas 4000 garrafas, sendo a nossa a 1786.

 

 

 

Monte Azurro Crepusculum Gran Reserva 2006  -  elaborado com Cabernet Sauvignon 50% e Merlot  50%, com amadurecimento de 12 meses em carvalho francês. Teor Alcoólico de 13,5%. A coloração é de um rubi intenso e brilhante. Os aromas mostram frutas vermelhas e negras (framboesa, ameixa, amora), couro, especiarias, tostado e algo herbáceo. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos suaves e bem integrados ao frutado, leve adstringência e acidez pontual. Bom final, com o frutado e o tostado se mostrando. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$ 90,39, na Vinhos e Vinhos. Observação: a vinícola Gheller foi fundada em 2004 e se  localiza em Guaporé. A vinícola Monte Azzurro é uma vinícola boutique, que foi fundada por Carlos Antonio Serafini, que desenvolve vinhos Reservas e Gran Reservas, elaborado apenas nas boas safras. Depois que houve a fusão entre as vinícolas, foram lançados novas variedades como Cabaña Gheller da variedade Tannat  e Crepusculum. Foram produzidas 3000 garrafas, sendo a nossa a 1856.

 

 

 

Aracuri Reduto – elaborado com 100% Merlot , de 3 safras distintas ( 2008/2009/2010), produzidas em Muitos Capões, a cerca de 35 km de Vacaria, na região denominada Campos de Cima da Serra. Após a colheita, as uvas foram submetidas à desidratação natural antes do processamento (estilo Amarone). Amadurecimento de  12 a 36 meses em barricas de carvalho. Teor Alcoólico de 14%. A coloração é de um vermelho rubi intenso e brilhante. Os aromas mostram complexidade, com o processo de apassitamento destacando figo em calda, geléia de morango, licor de cassis e notas defumadas. Na boca apresenta um ótimo corpo, com as sensações do olfato se repetindo, potencializadas pelo álcool e acidez equilibrados. Um longo final, com toque de amargor e algo adocicado muito persistente. É, sem dúvida, um dos grandes vinhos nacionais  no mercado. Avaliação: 93/100 Pontos. Preço: R$ 202,00, na Vinhos e Vinhos. Observação: a Aracuri é uma vinícola pequena, que tem aproximadamente 10 anos de existência, produz anualmente 40000 garrafas, o que a posiciona como uma vinícola de pequeno porte. São cerca de 11 hectares plantados mas somente 9 em produção. Destes, 2,5 de Cabernet Sauvignon, 2,5 de Merlot, 2  de Chardonnay, 2 de Sauvignon Blanc e 2 de Pinot Noir.  Todos os vinhedos são próprios e estão localizados em Muitos Capões. Sua produção é terceirizada em vinícolas parcerias sempre com o acompanhamento da enóloga chefe Paula Guerra. Foram produzidas 1288 garrafas, sendo a nossa a 705.

 

 

 

Sossego Campaña 2012 – elaborado com 100% Cabernet Sauvignon, dos vinhedos localizados em Uruguaiana,  a 20 quilômetros da divisa com o Uruguai e a 28 quilômetros da Argentina, com passagem por carvalho francês e americano (tempo não indicado). Teor Alcoólico de 13%. A coloração é de um rubi violáceo intenso e brilhante. Os aromas mostram ameixa, amora, geléia de amora, baunilha,tabaco e especiarias. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos suaves e bem integrados, repetindo as sensações do olfato, com leve amargor. Bom final com as frutas compotadas em destaque. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$ 65,00, na Vinhos e Vinhos. Observação: esta é a primeira safra que está sendo comercializada pela Bodega Sossego. Os primeiros lançamentos comerciais da Sossego foram varietais produzidos em parceria com a vinícola Don Giovanni, na Serra Gaúcha. Foram produzidas 1000 garrafas. 

 

 

 

Don Guerino Traços Gran Reserva 2012 – elaborado com as castas Merlot, Cabernet Sauvignon, Tannat, Teroldego e Ancellotta, de vinhedos em Alto Feliz, na Serra Gaucha. Tannat e Teroldego amadureceram por 12 meses em carvalho francês e americano. Teor Alcoólico de 13,5%. A coloração é de um rubi violáceo, com muito brilho. Os aromas mostram frutas vermelhas, frutas passificadas, toques florais, especiarias, mentol e baunilha. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos maduros e bem integrados ao frutado, leve adstringência e acidez equilibrada. Bom final, com o frutado se mostrando com um toque mentolado. Avaliação: 92/100 Pontos. Preço: R$140,10, na Vinhos e Vinhos. Observação: a Don Guerino é uma das mais modernas e belas vinícolas do país, rodeada por uma área de 50 hectares de vinhedos. Don Guerino nasceu no ano de 2000, no município de Alto Feliz, na serra Gaúcha, com o plantio das primeiras videiras. A paixão pela vitivinicultura foi trazida da Itália para o Brasil, pelos primeiros imigrantes da família Motter em 1880, e foi passada de geração a geração. A Família Motter carrega consigo a filosofia “do vinho como uma expressão de um estilo de vida.

 

 

 

Perini Qu4tro 2009 -  elaborado com as castas Cabernet Sauvignon (53%),  Merlot (32%), Tannat (6%) e Ancellotta (9%), dos vinhedos do Vale Trentino, em Farroupilha. Amadureceu nove meses em barricas de carvalho francês. Teor Alcoólico de 12%. A coloração é de um rubi intenso com reflexos púrpura. Os aromas mostram ameixa, amora, toque floral e café torrado. Na boca as sensações do olfato se repetem, com taninos suaves, bem integrados, leve amargor e acidez equilibrada. Bom final com o frutado se mostrando. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$ 119,50, na Vinhos e Vinhos. Observação: o Perini Qu4tro está associado aos valores e à simbologia do próprio algarismo no processo de vinificação, como as quatro estações fundamentais para a formação da uva e as quatro fases lunares que influenciam no crescimento da videira. Além de evocar os sentidos de força, sonho, energia e poder, presentes no árduo trabalho de cultivo da vinha e de elaboração de um vinho de qualidade superior. O 4 ainda identifica o uso de quatro uvas, os quatro elementos da natureza, os quatro pontos cardeais e os quatro símbolos da matemática. “Em síntese, simboliza a harmonia do nosso terroir capaz de gerar um vinho complexo e ao mesmo tempo equilibrado

 

 

 

Publicado em: 28/01/2016

Degustando nacionais

 

 

A confraria Clube dos Amigos do Vinho de São José do Rio Preto realizou, na noite de hoje, a sua reunião mensal. O local foi o Empório Luna I e foram degustados  Vinhos Nacionais.  Presentes: Pradela, Pablo, Toninho,  Osvaldir,   Paulo Sérgio, José Manoel e André. Vamos aos vinhos degustados, com a média dse avaliação e classificação.

 

01 – Guatambu Épico:  Média: 90/100 Pontos – 5º. Lugar

 

02 -  Monte Azurro Crepusculum Gran Reserva 2006 - Média: 89/100Pontos -  6º. Lugar

 

03 -  Aracuri Reduto – Média: 92/100 Pontos -  1º. Lugar

 

04 – Sossego Campaña 2012 –  Média : 90/100 Pontos - 3º. Lugar

 

05  - Don Guerino Traços Gran Reserva 2012 – Média:  92/100 Pontos - 2º. Lugar

 

06 -  Perini Quatro 2009 - Média:  90/100 Pontos - 4º. Lugar

 

Para o mês de fevereiro serão degustados vinhos de uvas incomuns.

 

Publicado em: 27/01/2016

Villaggio Larentis Reserva Malbec 2012

 

 

Villaggio Larentis Reserva Malbec 2012 elaborado com 100% Malbec, passando 4 meses em barricas de carvalho e 6 meses na garrafa antes da comercialização. Teor Alcóolico  de 12,4%. A coloração é de um vermelho rubi intenso com reflexos violáceos, com ótima transparência e brilho. Os aromas mostram cereja, amora, framboesa, chocolate e algo de tostado. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos macios e bem integrados ao frutado e uma acidez pontual. Bom final frutado. Avaliação: 88/100 Pontos. Preço: R$ 49,00, na vinícola. Foram elaboradas 1800 garrafas, sendo a nossa a 1322.

 

Publicado em: 27/01/2016

Villaggio Larentis Reserva Especial Merlot 2005

 

 

A Villaggio Larentis nasceu em 2001, no Vale dos Vinhedos. A família Larentis veio dos Alpes em 1876, no mesmo caminho que tantas outras fizeram, da Itália para o sul do Brasil. Fixou-se na Linha Leopoldina, atual Vale dos Vinhedos. Em três gerações consolidaram a vocação vitivinícola. Hoje Cilo e Romilda, juntamente com os filhos Larri, Celso e Olivar, comandam a empresa. Na recepção aos visitantes as noras Vera e Rejane esbanjam simpatia e o André é o enólogo responsável.

 

Villaggio Larentis Reserva Especial Merlot 2005 – elaborado com 100%Merlot, passando 8 meses em barricas de carvalho e 12 meses na garrafa antes da comercialização. Teor Alcóolico  de 13%. A coloração é de um vermelho rubi brilhante, com boa transparência, apresentando bordas alaranjadas, evidenciando a evolução do vinho. Os aromas são complexos, com frutas vermelhas (framboesa, ameixa, cereja), frutas passificadas, leve tostado, toques florais e baunilha. Na boca mostra um bom volume, repetindo as sensações do olfato, com os taninos macios e bem integrados à fruta. Um longo final, onde frutas passificadas se evidenciam. Avaliação: 90/100 Pontos. Observação: a garrafa degustada é de número 03614. Já degustamos esse vinho em outras ocasiões e ele vem tendo uma evolução surpreendente.

 

Publicado em: 25/01/2016

Cavino Malagouzia 2014

 

 

A Cavino não é das mais antigas vinícolas da Grécia, mas, mesmo assim, já completou mais de 50 anos em um antigo estabelecimento muito famoso da região de Nemea, no Peloponeso, sudoeste do país. Seu domínio cobre os vinhedos históricos do monastério Mega Spileo, responsável por vinhos muito exportados para igrejas e mercados de público em geral (a linha DEUS já foi uma das mais populares, internacionalmente falando). Desde 2006, iniciou-se um processo de expansão e especialização que culminou, em 2009, escolhida  como a melhor vinícola da Grécia pela Wine & Spirits.

Cavino Malagouzia 2014 – elaborado com 100% de Malagouzia (uva autóctone da Grécia), vinhedos de Achaia, com amadurecimento sobre lias por 2 meses. A coloração é de um  amarelo palha com reflexos esverdeados  e muito brilho. Os aromas mostram boa intensidade com pêssego, maçã, limão siciliano, lichia, abacaxi em cadas e notas florais. Na boca as sensações do olfato se repetem, numa boa cremosidade, com o toque cítrico se intensificando e surgindo algo de mel. Acidez equilibrada, que lhe confer frescor. Bom final com toque floral e cítrico. Avaliação: 89/100 Pontos. Preço: R$ 107,80, na Winelands. Acompanhou salmão maturado e foi bem!

Publicado em: 25/01/2016

Terra del Fuego Reserva Chardonnay 2014

 

Terra del Fuego  Reserva Chardonnay  2014 – produzido na região de Maule, Chile, pela Vitivinicola Crebar, foi  elaborado com 100% de Chardonnay, sem indicação de passagem por madeira. Teor Alcoólico de 13,5%. A coloração é de um amarelo citrino brilhante. Os aromas mostram frutas cítricas, pêssego, maçã e um leve floral. Na boca apresenta boa textura , repetindo as sensações do olfato, com destaque cítrico, acidez equilibrada e untuosidade. Final intenso cítrico com algo floral. Avaliação: 88/100 Pontos. Preço: R$ 29,90, no Super Mufffato de Rio Preto. Um vinho com om ótimo custo/qualidade

Publicado em: 25/01/2016

Terra del Fuego Carmenère 2014

 

 

Terra del Fuego Carmenère 2014 – produzido na região de Maule, Chile, pela Vitivinicola Crebar, foi  elaborado com 100% de Carmenere, sem indicação de passagem por madeira. Teor Alcoólico de 13%. A coloração é de um rubi vivo com alguns toques violáceos. Os aromas mostram frutas vermelhas (pitanga, ameixa, cereja), toques florais e algo de  pimenta. Na boca apresenta um corpo médio, taninos suaves e bem integrados, repetindo as sensações do olfato. Bom final, com toquefloral. Avaliação: 87/100 Pontos. Preço: R$ 18,80, no Super Mufffato de Rio Preto. Um vinho gastronômico. Com ótimo custo/qualidade.

 

Per Bacco. Todos os direitos reservados.2016