Publicado em: 27/09/2014

Judas 2010

 

Judas...Esse nome tem explicação!Tudo o que a família Sottano queria era uma produção limitada desse vinho para consumo exclusivo. Doce ilusão... um membro da família decidiu compartilhar essa maravilha de vinho com terceiros, que abismados com seu sabor e complexidade espalharam para os quatro cantos as qualidades da bebida. Diante de tantos pedidos, começou a vender algumas garrafas sem a família saber, mas o segredo não durou muito...em poucos meses a cidade inteira estava sedenta pelo vinho. A saída foi contar a sua traição para a família, que decidiu, então, aumentar a produção para a venda. Daí seu nome...JUDAS! 

Judas Malbec 2010

Produtor:  Bodega Sottano 

País: Argentina

Região:  Perdriel, Luján de Cuyo, Mendoza

Uva:  100% Malbec

Amadurecimento: durante 18 meses em barris de carvalho de primeiro uso (70% em francês e 30% em americano)

Teor Alcóolico: 15,3%

Cor:  vermelho intenso, brilhante com reflexos negros

Aroma:  mostra grande intensidade e complexidde, predominando notas de cereja, tabaco, cassis, pimenta branca e cravo com suaves notas de chocolate e menta

 Sabor: apresenta  grande estrutura, com taninos doces e aveludados, num bom equilíbrio com a madeira, marcado pela acidez.

Final: longo final com muito frutado e um marcante adocicado

Avaliação: 93/100 Pontos

Preço: oferecido pelo André, na confraria Clube dos Amigos do Vinho  

Observação: um potente vinho, marcado pelo frutado  em especial por um final adocicado que lembra o Amarone.

 

Publicado em: 25/09/2014

Os vinhos do Dão

Vamos aos vinhos degustados na confraria Clube dos Amigos do Vinho.

01 - As primeiras referências históricas que se conhecem sobre a Quinta da Pellada aparecem por volta de 1570, Ali existe ainda uma casa do séc. XVI construída de face para um pátio interior, como um solar fortificado. Álvaro de Castro é Eng.º civil e herdou esta propriedade em 1980, dedicando-se exclusivamente a ela, restabeleceu a tradição familiar na produção de vinho, quebrada há duas gerações.Levando a peito as suas referências de juventude e recordando os vinhos produzidos pelo Eng.º Vilhena do centro de estudos de Nelas. O seu primeiro vinho aparece então com a vindima de 1989.Desde essa altura até hoje tem sido apoiado na enologia pelo Engº. Magalhães Coelho e mais recentemente pelasua filha Eng.ª Maria Castro e também pelo Eng.º Ataíde Semedo.

Quinta de Saes Reserva Estágio Prolongado 2008

Produtor:  Quinta da Pellada

País:  Portugal

Região:  Dão

Uva:   Touriga Nacional e Tinta Roriz, vinhas velhas

Amadurecimento: 12 meses de estágio em barricas usadas de carvalho francês 

Teor Alcóolico: 13% 

Cor:  rubi de leve tonalidade granada

Aroma: mostra notas de frutas vermelhas, toques florais e  algo de especiados e tostados 

Sabor:   na boca é um vinho equilibrado, de volume médio e estrutura interessante, com muita  fruta, especiarias e taninos suaves e bem integrados

Final: Longo final com fruta e madeira se mostrando 

Avaliação: 90/100 Pontos 

Preço:  R$ 143,14, na Mistral

Observação: vinho  proveniente de uma vinha única muito velha, com vindima manual feita com cuidados extremos e executada por várias passagens. A elegância e equilíbrio são as suas características. Obteve 16,5 da Revista dos Vinhos

02 - A Quinta da Ponte da Pedrinha , de Maria de Lourdes Mendes Oliva Nunes Osório, situa-se na Região do Dão, entre Seia e Gouveia, e está na posse da família desde o Séc. XVIII. A sua vinha, foi  implantada há mais de 40 anos, sendo que as castas tintas ocupam 46 hrctares , com a seguinte composição: Touriga Nacional (30%), Tinta Roriz (18%), Jaen (16,5%), Alfrocheiro (10%) e outras (25,5%). As castas brancas ocupam 6 hectares  e compreendem Encruzado (40%), Cerceal (30%), Malvasia (20%) e outras (10%).Há também duas vinhas, chamadas “Vinhas velhas”, com idade superior a 40 anos, que são autênticos repositórios de castas antigas da região, caídas em desuso, e que constituem o patrimônio vitícola.

Quinta da Ponte Pedrinha Reserva 2005

Produtor:  Quinta da Ponte da Pedrinha

País:  Portugal

Região:  Dão

Uva:  Touriga Nacional, Alfrocheiro, Tinta Roriz e Jaen

Amadurecimento:  30% do vinho  em pipas novas de carvalho francês por 4 meses

Teor Alcóolico: 15% 

Cor:  rubi,  límpido e transparente

Aroma:  mostra-se discreto, com  frutos vermelhos (morango, cereja amora), toques de especiarias, leve tostado  e algo de baunilha

Sabor:  apresenta pouco corpo, com taninos vivos, bem integrados e  acidez equilibrada, com o álcool se mostrando.

Final:  bom final, com o frutado se mostrando, algo de compota  e o álcool se fazendo presente

Avaliação: 92/100 Pontos 

Preço R$ 108,64, na Mistral

 

Observaçãovinho gastronômico, com boa tipicidade regional.

03 - Partindo de uma ideia de Rolf Niepoort, Dirk, seu filho, contactou pela primeira vez Álvaro Castro em 2000 para criarem um vinho em conjunto. A idéia era criar o vinho ideal: associar a elegância e longevidade do Dão à concentração e estrutura do Douro. A quinta edição do DoDa (antes chamado DaDo) conjuga o melhor de duas regiões capazes de produzir grandes vinhos. O DoDa resulta da união de um lote de vinho do Douro produzido na Quinta de Nápoles com origem em vinhas com mais de 60 anos e um lote do Dão produzido na Quinta da Pellada proveniente de vinhas com mais de 30 anos, nas quais predomina a Touriga Nacional. O lote de 2004 tem 55% de Dão e 45% de Douro.

Quinta da Pellada Doda 2005

Produtor:  Quinta da Pellada

País:  Portugal

Região:  Dão

Uva:  Touriga Nacional 55% Touriga Franca, Tinta Roriz e Tinta Amarela 45%, vinhedos localizados nas regiões do Dão e do Douro.

Amadurecimento: O vinho do Douro foi vinificado em lagar tradicional e pisado a pé  e estagiou durante 20 meses em barricas de carvalho. francês.  O vinho do  Dão foi vinificado em lagares e estagiou 24 meses em barricas de carvalho.

Teor Alcóolico:13,5%  

Cor:  rubi inenso, com muito brilho

Aroma:  mostra-se muito complexo com notas florais, frutos vermelhos (cereja, amora), baunilha e toque  mineral.

Sabor:  Na boca, é envolvente com uma acidez viva, taninos presentes mas suaves, fruta muito fina e uma ótima estrutura

Final:  longo final, com o frutado se mostrando junto a madeira

Avaliação:  91/100 Pontos

Preço:  R$ 274,70, na Mistral

Observaçãoo vinho tem 55% de Dão e 45% de Douro. Leva a designação de vinho de mesa, por não seguir as normas específicas de uma região. Uma proposta interessante. Apresenta uma boa estrutura e deve ter uma grande longevidade.

04 - Situada no Concelho de Mangualde, entre Mangualde e Nelas, a Quinta dos Carvalhais,(adquirida pela Sogrape em 1989 e com adega a ser construída em 1990) compreende uma área total de 100 ha, com 50 ha de vinha plantada, numa idade média de 10 anos. As castas tintas ocupam 80% (Touriga Nacional, Tinta Roriz, Alfrocheiro e Jaen) e brancas 20% (Encruzado, Assario, Verdelho, Bical, Cerceal), sendo a equipa de enologia, liderada pelo enólogo Manuel Vieira. Fruto da colheita de 1996, iria nascer aquele que era esperado ser o ''Barca Velha'' do Dão, o Quinta dos Carvalhais Reserva.

Quinta dos Carvalhais Reserva 2002

Produtor:  Quinta dos Carvalhais

País:  Portugal

Região:  Dão

Uva:  60% Tinta Roriz, 40% Touriga Nacional

Amadurecimento:  estágio e maturação em barricas de carvalho novo francês (à excepção de 15% de Tinta Roriz que estagiou em americano) durante cerca de 12 meses, com mais ano e meio em garrafa

Teor Alcóolico:  13%

Cor:  granada escuro de concentração média

Aroma:  mostra  cereja, amora, ameixa, licor, toque floral, tabaco, cacau e nota terrosa. 

Sabor:  apresenta um bom corpo, repetindo as sensações do olfato, com taninos maduros e bem integrados

Final:  longo final com o frutado e o licor se mostrando

Avaliação: 89/100 Pontos 

Preço:  R$ 313,00, na Zahil

ObservaçãoÉ um belíssimo exemplar do Dão, pleno de harmonia e frescura.

05 – A linha Callabriga surgiu para apresentar ao mercado a nova cara do vinho português. São vinhos das três principais regiões vinícolas do pais – Douro, Dão e Alentejo – que têm como base sua uva mais difundida, a Tinta Roriz e, em cada região, recebe adição de uvas típicas do lugar. Assim, o enólogo responsável pela produção dos Callabriga é Antônio Graça, que trabalha em colaboração com Manuel Vieira, encarregado da produção da Quinta dos Carvalhais, vinícola-referência na região do Dão.

Callabriga Dão Reserva 2003

Produtor:  Sogrape Vinhos

País:  Portugal

Região:  Dão

UvaAragonês (Tinta Roriz) e Alicante Bouschet 

Amadurecimento: 12 meses de estágio em barricas usadas de carvalho francês  

Teor Alcóolico: 13,5%  

Cor:  rubi profundo com muito brilho

Aroma:  mostra frutas maduras (ameixa, amora), frutas passificadas, toques herbáceos e florais, algo de madeira

Sabor:  apresenta um bom corpo, com taninos firmes e bem integrados ao frutado, Acidez equilibrada e leve adstrigência

Final:  longo, com frutado e madeira se mostrando

Avaliação: 91/100 Pontos 

Preço:  R$ 215,00, na Zahil

Observaçãoum vinho harmonioso e agradável, lembrando bem o Dão

 

Tikal Amorio Malbec 2010

Produtor:  Tikal (Ernesto Catena)

País:  Argentina

Região:  Mendoza

Uva:  Malbec (100%), de vinhedos localizados no distrito de La Consulta, na comuna de San Carlos e no distrito de Ugarteche, na comuna de Luján de Cuyo.

Amadurecimento: 12 meses em barricas de carvalho francês, 30% novas  

Teor Alcóolico: 14%  

Cor: violáceo intenso, com muito brilho 

Aroma:  mostra fruta escura madura (ameixa), toquede madeira, tabaco e chocolate

Sabor:   apresenta um corpo opulento, frutado, com taninos macios e boa  acidez

Final:  longo, com o frutado e a madeira se mostrando

Avaliação: 90/100 Pontos 

Preço: oferecido pelo Pablo 

Observaçãoum vinho bem ao estilo Catena. Engarrafado sem colagem, nem filtração. Obteve 91 Pontos de Parker

 

Publicado em: 24/09/2014

Vinhos do Wine Day (9)

Caliterra Shiraz Tributo Single Vineyard 2011 – elaborado com 91% Syrah, 5% Malbec, 4% Petit Verdot. Amadurecimento de 14 meses em barricas de carvalho americano e francês. Teor Alcoólico de 14%. A coloração é de um rubi concentrado, brilhante , com halo violáceo. Os aromas mostram amora, ameixa, bacon, húmus e tabaco. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos vivos e bem integrados. Um longo final com o frutado e húmus.  Avaliação: 89/100 Pontos. Preço: R$97,00 (R$66,00 no Wine Day). Observação: obteve 90 Pontos no Descorchados.

Caliterra Edición Limitada A 2010 - elaborado com 65% Carménère, 32% Malbec e 3% Petit Verdot. Amadurecimento de 16 meses em barricas de carvalho francês. Teor Alcoólico de 14,5%. A coloração  é purpúrea concentrada, com muito brilho. Os aromas mostram frutas negras (ameixa, mírtilo, amora), pimenta preta, tabaco e café. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos finos e bem integrados. Acidez equilibrada. Um longo final com o frutado e o café se mostrando. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$177,00 (R$ 125,00 no Wine Day). Observação: vinho que mantém um bom equilíbrio. Passou por leve clarificação e filtração antes do engarrafamento.

Caliterra Edición Limitada M 2010 - elaborado com 91% Syrah, 6% Viognier e 3% Petit Verdot, de Vinhas de 5-15 anos cultivadas sobre métodos orgânicos. Amadurecimento de 18 meses em barricas de carvalho francês (30% novas). Teor Alcoólico de 14,5%. A coloração  é purpúrea concentrada, com muito brilho. Os aromas mostram intenso frutado(figo, cassis), café, tabaco e toque floral. Na boca apresenta um bom corpo, repetindo as sensações do olfato, com taninos suaves e bem integrados. Leve adocicado, que se mantém no longo final. Avaliação: 90/100 Pontos.Preço: R$177,00 (R$ 125,00 no Wine Day). Observação: obteve 90 Pontos no Descorchados.

Caliterra Edición Limitada B 2011 - elaborado com 60% Cabernet Franc, 30% Petit Verdot, 6% Carmenere e 4%Syrah. Amadurecimento de 16 meses em barricas de carvalho francês de diversas passagens. Teor Alcoólico de 14,5%. A coloração  é rubi profunda, com halo violáceo. Os aromas mostram frutas vermelhas, pimenta negra, tabaco e café. . Na boca apresenta um bom corpo, intenso frutado, com taninos suaves e bem integrados. Longo final com fruta e café. Avaliação: 91/100 Pontos.Preço: R$177,00 (R$ 125,00 no Wine Day). Observação: obteve 92 Pontos no Descorchados. 

 

Caliterra Cenit 2008  - elaborado com 41% Cabernet Sauvignon, 39% Malbec e 20% Petit Verdot, tendo passado 18 meses em carvalho novo francês (90%) e americano (10%). Teor Alcoólico de 15%. A coloração é de um intenso e escuro (quase negro) rubi, mais claro nas bordas. Os aromas são complexos e nítidos, com frutas negras, licor de chocolate, folhas molhadas, madeira, toques de alcaçuz e de pimenta negra. Na boca apresenta um corpo opulento, com taninos potentes e integrados à fruta. Acidez fresca. Um longo final com tostado e chocolate. Avaliação: 91/100 Pontos.Preço: R$177,00 (R$ 125,00 no Wine Day).

 

Quinta Vale da Raposa Grande Escolha Douro 2006 - elaborado com as castas Touriga Nacional, Tinta Cão e Sousão, com passagem por carvalho. Teor Alcoólico de 13%. A coloração é de um rubi intenso, com muito brilho. Os aromas mostram-se com muita fruta vermelha, notas florais, chocolate e um toque final herbáceo. Na boca apresenta um um bom corpo, com taninos doces e acidez média. O frutado do olfato se repete, com um final longo de compotas de frutas. Avaliação: 89/100 Pontos.Preço: R$210,00 (R$ 145,00 no Wine Day).

Domingos Alves de Sousa Reserva Pessoal Douro 2005 – elaborado com Tinta Roriz, Touriga Franca, Tinto Cão, Touriga Nacional, Tinta Barroca, Sousão, Tinta Amarela, Tinta Francisca, Rufete e mais outras dezenas de castas, tendo passado 15 meses em barricas novas de carvalho francês e mais um ano de garrafa. Teor Alcoólico de 14%. A coloração é de um rubi concentrado e brilhante. Os aromas mostram muita intensidade, com frutas vermelhas, cereja em licor, caixa de especiarias, eucalipto e notas minerais. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos firmes e acidez equilibrada, mostrando toque mineral. Longo final, com o licor e a mineralidade em destaque. Avaliação: 91/100 Pontos.Preço: R$377,00 (R$ 260,00 no Wine Day). Observação: obteve 91 Pontos de Parker.

Quinta da Gaivosa Vinha de Lordelo 2007 - elaborado com Sousão (10%), Tinta Amarela (10%), Touriga Nacional (20%), Tinta Roriz (30%) e outras  (30%), de vinhedos com  mais de 100 anos. Amadurecimento de 12 meses em carvalho francês  e mais 12 meses em garrafa. Teor Alcoólico de 15,5%. A coloração é de um púrpura concentrado, com muito brilho. Os aromas mostram frutos negros maduros, sobre notas mentoladas, figo, chocolate, frutas pacificadas, alcaçuz, notas balsâmicas e minerais. Na boca apresenta  um bom corpo, com muita fruta e especiarias, bem integrados aos taninos. Final longo e intenso com muita fruta e algo balsâmico. Avaliação: 92/100 Pontos.Preço: R$ 464,00 (R$ 320,00 no Wine Day). Observação: Observação: em 2003 foi elaborado pela primeira vez o Vinha de Lordelo ,a partir de uma vinha centenária, a mais velha da Quinta, com 2,5 ha e um rendimento de 10 hl/ha (o que significa que são precisos 7,5 m2 de vinha para produzir uma garrafa de vinho). Um grande vinho. Obteve 92 Pontos  de Parker, 18 em 20 da Revista de Vinhos, 18 em 20 da Revista Wine e 17,5+ em 20 de Jancis Robinson.

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicado em: 23/09/2014

Vinhos do Wine Day (8)

 

Ferrari Maximum Brut  -  elaborado com 100% da Chardonnay, tendo passado 36 meses fermentando em garrafa. Teor Alcoólico de 12,9%. A coloração é de um amarelo palha com reflexos dourados, brilhante, perlage fino e duradouro. Os aromas mostram toques florais, pão crocante, avelã e leve fermento. Na boca apresenta muita cremosidade, tostados, leve baunilha e fermento. Ótima persistência. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$198,00 (R$136,00 no Wine Day).

Ferrari Perlé Brut - elaborado com 100% da Chardonnay, tendo passado   60 meses ''sobre as leveduras'' na garrafa. Teor Alcoólico de 12,5%. A coloração é de um palha intenso com reflexos dourados, brilhante, perlage fino e persistente. Na boca maçã e pêra maduras, amêndoas e avelãs, além de notas defumadas e florais. Na boca apresenta boa cremosidade, com acidez equilibrada, que lhe confe frescor. Agradável final amendoado. Avaliação: 91/100 Pontos. Preço: R$260,00 (R$180,00 no Wine Day).

Ferrari Maximum Rosé – elaborado com 60% de Pinot Noir e 40% Chardonnay. Amadurecimento de 24 meses ''sobre as leveduras'' na garrafa, no mínimo. Teor Alcoólico de 12,5%. A coloração  é cereja, com  perlage fina e muito persistente. Os aromas mostram  cereja e morango silvestre, além de tons florais. Na boca apresenta excelente frescor e harmonia, revelando amêndoas doces e minerais, que permanecem no agradável final. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$220,00 (R$150,00 no Wine Day).

 Dona Maria Reserva 2008  - elaborado com 50% de Alicante Bouschet, 35% de Syrah e 15% de Petit Verdot, produzido através da técnica de pisa a pé em lagares de mármore, onde fermenta. Amadurecimento de um ano, em barris de carvalho francês  novas. Teor Alcoólico de 14,5%. A coloração é de um intenso púrpura, média transparência, com muito brilho. Os aromas mostram frutas compotadas, notas de cedro, toques tostados e minerais. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos potentes e bem integrados às frutas compotadas. Muito equilibrado e elegante. Um longo final com os tostados se mostrando. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$225,00 (R$160,00 no Wine Day).

Dona Maria Petit Verdot 2009 - elaborado com 100% Petit Verdot. Amadureimento de 12 meses em barricas novas de carvalho. Teor Alcoólico de 14,5%. A coloraçãoé de um  rubi concentrado, com muito brilho. Os aromas mostram frutas negras, tostado, tabaco e notas vegetais  Na boca repete as sensações do olfato, em meio a taninos firmes, com acidez equilibrada. Longo final com fruta e tostado. Avaliação: 91/100 Pontos. Preço: R$188,00 (R$130,00 no Wine Day).

Dona Maria Tinto 2011 – elaborado com com 50% Aragonês, 20% Cabernet Sauvignon, 15% Alicante Bouschet e 15% Syrah.

Amadurecimento de 12 meses em barricas novas de carvalho. Teor Alcoólico de 13,5%. A coloração é de um rubi intenso e límpido. Os aromas mostram frutas negras silvestres temperadas por especiarias picantes e tons minerais. Na boca apresenta um corpo médio, com taninos aveludados e bem integrados ao frutado. Acidez equilibrada e leve adstringência. Longo final com o toque mineral se mostrando. Avaliação: 88/100 Pontos.Preço: R$109,00 (R$75,00 no Wine Day).

 

Publicado em: 23/09/2014

Vinhos do Wine Day (7)

 

 

Terranoble Carmenère Costa CA2 2011foi elaborado com 100% Carmenère , proveniente de vinhedos localizados na Cordilheira da Costa, nas bordas do Valle Colchagua, a 30 km. do mar, sofrendo  enorme influência marinha. Amadurecimento de 10 meses em barricas novas de carvalho francês e americano..Teor Alcóolico de 14%. A coloração é de um rubi intenso, com muito brilho e transparência. Os aromas mostram muita fruta  (amora, ameixa, goiaba) especiarias, leve toque de baunilha e madeira tostada. Na boca apresenta um corpo volumoso, com boa acidez e taninos redondos, bem integrado ao frutado, leve adocicado,  com chocolate, que se mantém no longo final. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$130,00 (R$88,00 no Wine Day). Observação: um excelente vinho, produzido a partir de vinhedos localizados numa altitude de 200 metros. Muito erquilibrado.

 

Terranoble Carmenère Andes CA1 2010 -  foi elaborado com 100% de Carmenère, produzida em Los Lingues no Valle Colchagua, aos pés da Cordilheira dos Andes. Amadurecimento de 12 meses em barricas novas de carvalho francês. Teor Alcoólico de 13,5%. A coloração é de um intenso rubi, com muito brilho. Os aromas mostram muita fruta negra madura, pimentão intenso e notas herbáceas. Na boca apresenta um corpo volumoso, com taninos potentes, macios e bem integrados à fruta. Um bom final, com pimenta e tostados. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$130,00 (R$88,00 no Wine Day). Observação: obteve 91 Pontos do Descorchados.

 

Terranoble Lahuen Azul 2010 - foi elaborado com  80% Cabernet Sauvignon, 15% Petit Verdot e 5% Syrah. Amadurecimento de 12 meses em carvalho francês. Teor Alcoólico de 14,5%.  Mostra uma coloração púrpura intensa, com reflexos azulados. Os aromas são potentes e complexos. Frutas negras maduras, tabaco, tostados, defumados, alcaçuz, baunilha e especiarias. Na boca a sensação de potência se repete, com taninos potentes, muita fruta, álcool e madeira em ótimo equilíbrio. Um longo final, com fruta e café torrado. Avaliação: 91/100 Pontos. Preço: R$145,00 (R$100,00 no Wine Day). Observação: obteve 91 Pontos do Descorchados.

 

Publicado em: 23/09/2014

Vinhos do Wine Day (6)

 

 

Luigi Bosca Testemonio Reserve Blend 2011 – elaborado com 50% Cabernet Sauvignon, 35% Syrah e 15% Tannat (vinhas de 30 anos). Amadurecimento de  6 meses em barricas de carvalho francês e americano. Teor Alcóolico de  13,9%. A coloração é de um rubi de média concentração e boa transparência. Os aromas mostram cassis, amora, cereja, pimenta preta e alcaçuz. Na boca apresenta um corpo médio, com muito frutado, taninos suaves e bem integrados. Acidez pontual. Final longo, com fruta e suave  madeira se mostrando. Avaliação:  88/100 Pontos. Preço: R$65,00 (R$45,00 no Wine Day). Observação: um vinho gastronômico, com  boa potencialidade de guarda.

 

Luigi Bosca DOC Malbec 2011 - foi elaborado com 100% de Malbec, uvas procedentes de um único vinhedo (single vineyards), tendo passado 14 meses em carvalho e mais 12 meses na garrafa. Teor Alcoólico de 14,5%. A coloração é de um intenso vermelho rubi, com nuances violáceas. Os aromas são nítidos, mostrando cereja, ameixa, framboesa, amora, especiarias, chocolate e toques florais. Na boca apresenta um bom corpo, com acidez equilibrada, taninos macios, leve adstrigência e leve doçura. Um bom final, com algo de madeira e chocolate. Avaliação: 89/100 Pontos. Preço: R$120,00 (R$ 85,00, no Wine Day). Observação: um ótimo Malbec, ao estilo Luigi Bosca.

 

Luigi Bosca Gala 4 2011 - foi elaborado com 95% de Cabernet Franc e 5% de Malbec, tendo passado 14 meses por barricas de carvalho e 12 meses em garrafa. Teor Alcoólico de 14,5%. A coloração é de um intenso rubi, com reflexos violáceos suaves, com muito brilho e transparência. Os aromas evidenciam muita fruta negra madura, especialmente ameixa, groselha e mirtilo, algo de especiarias e toques de baunilha. Na boca apresenta um bom corpo, volumoso, com taninos macios e integrados às frutas e acidez pontual. Leve adstrigência. Longo final, com algo tostado e baunilha. Avaliação: 91/100 Pontos. Preço: R$145,00 (R$ 100,00, no Wine Day). Observação: o vinho passou por leve filtração, mantendo bem as características da cepa.

 

O Luigi Bosca De Sangre 2008 - foi elaborado com 70%  de Cabernet Sauvignon, 15% de  Syrah e 15% de Merlot, a partir de uvas colhidas nas melhores parcelas da Finca Los Nobles (em Las Consultas) e Finca El Paraiso (em Maipu, Mendoza). Passou 14 meses em barricas novas de carvalho, sendo 70% francês e 30% americano, seguindo-se uma suave filtração. Teor Alcoólico de 14,5%. A coloração é grená com nuances violáceas. Os aromas são muito complexos e nítidos, com frutas vermelhas, passas,notas herbáceas, especiarias, baunilha  e, ao final, alcaçuz, com toques de pimenta e côco queimado. Na boca apresenta-se com muita potência, robusto e vigoroso. Muito equilíbrio dos taninos, que se mostram integrados. Um excelente final, onde afloram os toques apimentados. Um vinho já pronto, mas que vai evoluir muito. Avaliação: 89/100 Pontos. Preço: R$120,00 (R$ 85,00, no Wine Day). Observação: o nome De Sangre não tem nada a ver com a cor. Refere-se “à forma expressiva com que a família Arizu coloca  o coração na elaboração de seus produtos. O vinho veio de dentro do sangue”.

 

Luigi Bosca Gala 2 2011 - foi elaborado com 85% Cabernet Sauvignon e 15% Cabernet Franc uma seleção de castas, das melhores parcelas dos vinhedos Finca La Linda de Vistalba, La España de Carrodilla e Los Nobles deLas Compuertas, de Luján de Cuyo. Passou 14 meses em barricas de carvalho francês novas e 12 meses em garrafa. Teor Alcoólico de 14,5%. A coloração mostra um vermelho-púrpura intenso e vivo. Aromas intensos e nítidos de frutas negras, especiarias, tabaco e cedro. Algo de baunilha. Na boca mostra excelente volume, com alcool, acidez e taninos em harmonia. Os taninos são muito elegantes. Longo final, com tabaco. Avaliação: 89/100 Pontos. Preço: R$145,00 (R$ 100,00, no Wine Day). Observação:o vinho expressa a Cabernet Sauvignon. Não sofreu filtração.

 

Luigi Bosca Gala 1 2011- foi elaborado com 85% de Malbec, 10% de Petit Verdot e 5% de Tannat a partir das melhores parcelas dos vinhedos de Vistalba, Carrodilla e Las Compuertas, tendo passado 14 meses em barricas de carvalho francês novas, 10 meses em garrafa. Teor Alcoólico de 14,5%. A coloração é de um púrpura intenso e brilhante. Os aromas mostram frutas negras, frutas em compota, especiarias doces, tabaco, café  e alcatrão. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos potentes e em bom equilíbrio com as frutas e acidez. Um longo final com frutas passas e ao licor. Avaliação: 89/100 Pontos. Preço: R$145,00 (R$ 100,00, no Wine Day). Observação: uma bela expressão do Malbec, para esse terroir.

 

Luigi Bosca Finca Los Nobles Malbec Petit Verdot  2010 – elaborado com  89% de Malbec e 11% de Petit Verdot, a partir de vinhedos de 90 anos. Passagem de 18 meses em carvalho, mais 14 meses em garrafa, sem filtração. Teor Alcoólico de 14,6%. A coloração é de um rubi potente, com muito brilho. Os aromas mostram cereja, ameixa, especiarias, alcaçuz, baunilha e café. Na boca apresenta um corpo volumoso, taninos potentes e bem integrados, acidez pontual, com o café se mostrando. Longo final com baunilha e café. Avaliação: 91/100 Pontos. Preço: R$260,00 (R$ 190,00, no Wine Day). Observação: a Petit Verdot dá uma arredondada, deixando o vinho mais elegante.  Excelente vinho.

 

Publicado em: 22/09/2014

Vinhos do Wine Day (5)

 

 

De Martino Viejas Tinajas Cinsault 2013 - elaborado com 100% Cinsault, vinhas de 30 anos, em pé franco. Amadurecimento de 7 meses em ânforas de argila centenárias. Teor Alcóolico de 12,5%. A coloração é de um rubi brilhante, com toques violáceos intensos. Os aromas mostram cereja, morango, amora, toques florais e leve especiarias. Na boca apresenta um ótimo equilíbrio e muita elegância, com taninos finos e macios, bem integrados ao frutado, num médio corpo. Ótimo final, frutado e levemente adocicado. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$112,00 (R$ 77,00, no Wine Day). Observação: a fermentação foi realizada com bagos inteiros, durante 15 dias, em ânforas (tinajas) de argila com mais de 100 anos de idade, onde amadureceu por 7 meses. Vem mantendo a mesma qualidade por diversas safras. Obteve 91 Pontos no Descorchados 2014. .

 

De Martino Syrah Single Vineyard Alto Los Toros 2009 - elaborado com 90% Syrah e 10% Petit Verdot. Amadurecimento: barricas novas de carvalho francês durante 14 meses. Teor Alcóolico de 13,5%. Teor Alcóolico de 12,5%.A coloração é de um púrpura intenso, quase negro, com muito brilho. Os aromas são intensos, com muita fruta (amora, ameixa), tomate, pimentão, café chocolate, especiarias e um leve toque vegetal. Na boca apresenta taninos suaves, bem integrados ao frutado, com algo de menta e um toque mineral, que se mantém no longo final.  Avaliação: 91/100 Pontos. Preço: R$145,00 (R$ 100,00, no Wine Day). Observação: mostra um conjunto harmônico, poderoso e de sólida estrutura. O vinhedo se localiza a 2000 metros de altitude. Vai evoluir.

 

De Martino Old Bush Single Vineyard Limávida 2009 - elaborado com 90% Malbec, 5% Carménère, 4% Carignan e 1% Tannat, de vinhedos com  60 anos em pé franco. Amadurecimento: 14 meses em  barricas de carvalho francês. Teor Alcóolico de 14,5%. A coloração é de um violáceo profundo com muito brilho. Os aromas mostram frutas negras maduras, couro, toques florais e impressões balsâmicas. Na boca apresenta um bom corpo e  as sensações do olfato se repetem integradas aos taninos macios, com leve adstringência.Longo final frutado, com leve balsâmico. Avaliação: 92/100 Pontos. Preço: R$145,00 (R$ 100,00, no Wine Day). Observação: um vinho complexo, com potente fruta. Obteve 94 Pontos do Descorchados.

 

De Martino Cabernet Sauvignon Single Vineyard Las Aguilas 2011 - elaborado com 100% Cabernet Sauvignon, de 4,7 hectares de vinhedo específico - Las Águilas. Amadurecimento: 14 meses em barricas de carvalho francês. A coloração é de um rubi concentrado com borda violácea e muito brilho. Os aromas mostram frutas (mírtilo, amora, cassis), especiarias picantes, pimentão e algo de madeira. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos potentes e bem integrados, leve acidez e adstringência. Um longo final com o toque apimentado se mostrando. Avaliação: 92/100 Pontos. Preço: R$145,00 (R$ 100,00, no Wine Day). Observação: um típico Cabernet Sauvignon desse terroir. Obteve 95 Pontos do Descorchados.

 

De Martino Old Bush Single Vineyard Las Cruces 2009 - elaborado com  65% Malbec, 30% Carménère, 5% Cabernet Sauvignon, Syrah, Carignan e Cinsault, de vinhedo único de 2,8 hectares plantados em 1957. Amadurecimento: 14 meses em barricas de carvalho francês. A coloração é de um rubi concentrado, com nuanças violáceas e muito brilho. Os aromas são complexos, de frutas negras (amora, cassis) secundadas por chocolate amargo, trufa ealgo mineral. Na boca apresenta um bom corpo, repetindo a complexidade do olfato, em meio a taninos vivos e bem integrados. Longo final, com o frutado se mostrando. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$145,00 (R$ 100,00, no Wine Day). Observação: um vinho complexo, com marcante frescor. Obteve 92 Pontos do Descorchados e 90 Pontos da Wine Spectator.

 

De Martino Família 2008 - elaborado com  91% Cabernet Sauvignon, 4,5% Malbec e 4,5% Carménère, de vinhedos próprios  com 39 anos de idade. Amadurecimento: 24 meses em carvalho francês, barricas novas. . A coloração é de um rubi-violáceo intenso e brilhante. Os aromas mostram compota de frutas negras e toque floral ,notas de cedro, especiarias, torrefação e madeira. Na boca mostra um ótimo corpo, grande volume, com muitas camadas de fruta, taninos intensos e bem integrados. Longo final complexo e sedoso. Avaliação: 92/100 Pontos. Preço: R$340,00 (R$240,00, no Wine Day). Observação:um excelente vinho. A fermentação é realizada em pequenos tanques de aço inoxidável com leveduras selvagens. Obteve 92 Pontos do Descorchados e 90 Pontos da Wine Spectator.

 

Publicado em: 22/09/2014

Vinhos do Wine Day (4)

 

 

Finca Las Moras Reserve Malbec 2012 - elaborado com 100% Malbec, vinhedos de 12 anos de idade localizados a 1.350 metros de altitude. Amadurecimento de  12 meses em barricas de carvalho francês e americano. Teor Alcóolico: 14%. A coloração  é de um rubi concentrada com halo purpúreo. Os aromas mostram frutas vermelhas (ameixa, framboesa, cassis), toques florais e especiarias. Na bocaapresenta um bom corpo, concentrado, com taninos suaves e bem integrados às frutas. Longo final frutado. Avaliação: 87/100 Pontos. Preço: R$49,00 (R$ 34,00, no Wine Day). Observação: um Malbec básico, gastronômico, com ótimo custo/qualidade. 

 

Finca Las Moras Pacha-Mama Malbec 2013 - elaborado com 100% Malbec, a partir de vinhas com 12 anos de idade localizados a 1.350 metros de altitude, com amadurecimento de 12 meses em barricas de carvalho francês e americano. Teor Alcóolico de 14%. A coloração é de um rubi concentrado, com halo purpúreo e muito brilho. Os aromas mostram ameixa, morango, especiarias, toque herbáceo e floral. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos suaves  e bem integrados ao frutado e um leve adocicado. Longo final frutado com o floral se mostrando. Avaliação: 88/100 Pontos. Preço: R$55,00 (R$ 39,00, no Wine Day). Observação: um vinho agradável, com boa expressão do Malbec. Ótimo custo/qualidade.

 

Finca Las Moras Black Label Bonarda 2011 – elaborado com 100% Bonarda, de vinhedo implantado em 1975,no vale de Tulum, em altitude de 650m, com amadurecimento de 15 meses em barricas   novas de carvalho francês e 8 meses em garrafa antes da comercialização. Teor Alcóolico de 14%. A coloração é de um rubi concentrado, com bordas violáceas e muito brilho. Os aromas mostram ameixa,café tostado, menta, toque floral e chocolate. Na boca apresenta um bom corpo com taninos finos, repetindo as sensações olfativas. Final longo frutado, com leve mentolado. Avaliação:88/100 Pontos. PreçoR$73,00 (R$ 51,00, no Wine Day) . Observação: um vinho básico, com boa tipicidade da Bonarda, e ótimo custo/qualidade.

 

Las Moras Gran Shiraz Tulum Valley 2008 – elaborado com 100% Shiraz a partir de vinhas com 38 anos, com amadurecimento de 15 meses em barricas novas de carvalho francês e americano. Teor Alcóolico: 14,5%. A coloração é rubi concentrada, com muito brilho. Os aromas mostram figo, licor de cereja, coco queimado, tabaco e especiarias doces . Na boca apresenta um excelente corpo, bastante estruturado,  com taninos potentes e bem integrados. Longuíssimo final, com frutado intenso. Avaliação:  90/100 Pontos. Preço:  R$159,00 (R$ 110,00, no Wine Day) . Observação: um vinho  com muito equilíbrio, potente, com boa expressão do terroir de Tulum, para o Shiraz.

 

Las Moras Gran Shiraz Zonda Valley 2008 – elaborado com 100% Shiraz a partir de vinhas com 22 anos, com amadurecimento de 15 meses em barricas novas de carvalho francês e americano. Teor Alcóolico de 14,5%. A coloração é de um  purpúrea muito brilhante. Os aromas mostram frutas vermelhas (figo, groselha, cereja, amora), alcaçuz, menta, fumo e tostado. Na boca apresenta um excelente corpo, com taninos potentes, bem integrados ao frutado e muito equilíbrio. Final longo e potente mostrando frutado, com leve menta. Avaliação:  90/100 Pontos. Preço:  R$159,00 (R$ 110,00, no Wine Day) . Observação: um vinho  com muito equilíbrio, com boa expressão do terroir de Zonda, para o Shiraz.

 

Las Moras Gran Shiraz Pedernal Valley 2008 - elaborado com 100% Shiraz (vinhas 16 anos),  com amadurecimento de 15 meses em barricas novas de carvalho francês e americano. Teor Alcóolico de 14,5%. A coloração é de um  púrpura quase negro. Os aromas mostram frutas vermelhas maduras, especiarias doces, menta, alcaçuz e tabaco. Na boca as sensações do olfato se repetem num bom corpo, com excelente suporte tânico e leve adstrigência. Longo final com intenso frutado. Avaliação:  90/100 Pontos. Preço:  R$159,00 (R$ 110,00, no Wine Day) . Observação: um vinho  com muito equilíbrio, com boa expressão do terroir de Pedernal , para o Shiraz.

 

Finca Las Moras Mora Negra 2009 – elaborado com Malbec (70% – vinhas de 20 anos) e Bonarda (30% – vinhas de 39 anos),  com amadurecimento de 15 meses em barricas de carvalho. Teor Alcóolico de 14,5%. A coloração é de um  rubi concentrado, intenso, profundo com reflexo púrpura. Os aromas mostram amora, cassis, especiarias, trufas, chocolate e uma ponta floral (violetas). Na boca as sensações do olfato se repetem  com  taninos vivos e bem integrados. Um amargor pontual, adstrigência forte e acidez elevada dão uma sensação estranha, mostrando-se picante no palato. Final médio frutado e amadeirado. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço:  R$159,00 (R$ 110,00, no Wine Day) . Observação: vinho harmônico e bem equilibrado. Obteve 91 Pontos no Descorchados.

 

Publicado em: 22/09/2014

Vinhos do Wine Day (3)

 

 

Amalaya Blanco 2013 – elaborado com 85% Torrontés e 15% Riesling, com amadurecimento em  tanques de inox. Teor Alcóolico: 13,5%. A coloração é palha de média intensidade, com tons verdeais. Intenso e rico olfato de maçã madura, fruta exótica (lichia, fruta-do-conde), gengibre e toque floral. Na boca as sensações do olfato se repetem, com boa acidez e um intenso toque mineral que se intergra e permanece com as frutas no bom final. Avaliação: 87/100 Pontos. Preço: R$ 51,00 (R$ 36,00, no Wine Day). Observação: um vinho agradável e refrescante, graças ao toque de Riesling que lhe deu acidez. Obteve 90 pontos de Tim Atkin.

 

Amalaya Gran Corte 2012 - elaborado com 85% Malbec, 15% Cabernet Franc e Bonarda, Vinhedos entre 1.700-2.300 metros de altitude. Amadurecimento de  12 meses em barricas de carvalho francês e americano, novas e de 2° uso. Teor Alcóolico: 13,5%. A coloração   é de um intenso púrpura, com muito brilho e média transparência. Os aromas mostram frutas vermelhas e pretas, especiarias, chocolate e menta. Na boca apresenta um bom corpo, concentrado, com taninos bem integrados às frutas e macios. Leve adstrigência. Bom  final com o frutado se manifestando. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$ 86,00 (R$ 60,00, no Wine Day). Observação: um vinho intenso e bem equilibrado. Obteve 92 pontos de Tim Atkin.

 

Colomé Lote Especial Bonarda 2010 - elaborado com 100% Bonarda. Amadurecimento de 12 meses em barricas novas de carvalho francês para 15% do vinho. Teor Alcóolico: 14,6%. A coloração   é de um vermelho rubi intenso com reflexo violáceo e muito brilho. Os aromas mostram cereja e amora madura, violeta, menta, couro e toque amadeirado. Na boca apresenta um corpo médio, com taninos macios, madeira e fruta integrados com média adstringência. Médio final com frutado e madeira se mostrando. Avaliação: 89/100 Pontos. Preço: R$ 133,00 (R$ 93,00, no Wine Day). Observação: o vinho apresenta a Bonarda bem adaptada a altitude.

 

Colomé Reserva Malbec 2008 - elaborado com 90% Malbec e 10% Cabernet Sauvignon, a partir de vinhas antigas de Malbec, 60 – a 150 anos de idade, vinhas pré-filoxéricas. Amadurecimento de 24 meses em carvalho francês novas e mais 12 meses em garrafas antes da comercialização. Teor Alcóolico: 15,9%. A coloração   é de um púrpura intenso com muito brilho e pouca transparência. Os aromas mostram complexidade e intensidade, com frutas negras maduras, alcatrão, especiarias e toques balsâmicos quentes. Na boca  apresenta um corpo potente, com taninos exuberantes, bem integrados, repetindo as sensações do olfato. O alto teor alcoólico se integra oferecendo potência, sem que o álcool se mostre. Longo final com frutas negras se mostrando ao lado do balsâmico. Avaliação: 94/100 Pontos. Preço: R$ 326,00 (R$ 225,00, no Wine Day). Observação: um vinho exuberante. Obteve 95 Pontos de Parker, que disse:”É com certeza um dos mais nobres vinhos já elaborado no novo mundo”. Manteve as características da última degustação.

 

Mas des Mas Corbières 2010 - elaborado com  45% Syrah (videiras de 16 anos), 35% Grenache (videiras de 25 anos) e 20% Carignan (videiras de 31 anos). Amadurecimento de 10 meses em barricas americanas novas e de 2ª passagem, para 25% do vinho. Teor Alcóolico: 14,5%. A coloração é púrpura escura, com muito brilho. Os aromas frutados mostram amora junto a cedro, toques florais e algo de especiarias (tomilho, alecrim). Na boca apresenta um bom corpo, muita concentração e suavidade, com taninos densos e sedosos e leve acidez. Um longo final frutado, com madeira presente. Avaliação: 89/100 Pontos. Preço: R$98,00 (R$ 68,00, no Wine Day). Observação: O vinho não passou por clarificação e filtração, podendo apresentar resíduos. Manteve as características de degustação anterior.

 

Mas de Mas Terrasses Larzac 2008 - elaborado com 40% Syrah, 35% Mourvèdre, 20% Carignan e 5% Grenache. Amadurecimento de 8 meses em barricas francesas de 225 e 500 litros, novas, de 2ª e 3ª passagens. Teor Alcóolico: 13,5%. A coloração é de um púrpura  intenso, com muito brilho. Os aromas frutados mostram frutas negras e vermelhas, especiarias, couro, tostado e toque floral. Na boca mostra intensidade, num bom corpo, taninos firmes e bem integrados ao frutado. Leve adstringência.. Longo final frutado e com elegante frescor. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$175,00 (R$ 125,00, no Wine Day). Observação: O vinho não passou por clarificação e filtração, podendo apresentar resíduos.

Arrogant Frog Reserve G.S.M.2012 – elaborado com 45% Syrah, 30% Grenache, 25% Mourvèdre. Amadurecimento: em barricas de carvalho americano (35% novas) para 80% do vinho e francês de 2ª passagem. Teor Alcóolico: 13,5%. Mostra uma coloração rubi intensa com toques granada e muito brilho. Os aromas apresentam muita fruta vermelha, algo defumado, chocolate e toques florais. Na boca apresenta-se opulento, com taninos macios, leve adocicado, muita fruta e sensações de compotas de frutas. Um longo final, com chocolate aparente .Avaliação: 89/100 Pontos. Preço: R$79,00 (R$54,00, no Wine Day).Observação: A colheita é feita de forma mecanizada durante a noite para evitar a oxidação. Vinho de ótimo custo/qualidade.

 

 

Publicado em: 22/09/2014

Vinhos do Wine Day (2)

 

 

Luis Cañas Rioja Fermentado em Barricas 2013 - elaborado com 90% Viura e 10% Malvasia, videiras de 60 anos de idade, com 3 meses em barricas de carvalho francês novas sobre as lias. Teor Alcóolico: 13,5%. A coloração é de um palha de média intensidade e bom brilho. Os aromas mostram cítricos maduros (lima), fruta tropical (abacaxi, abiu), algo floral e elegante toque de baunilha. Na boca as sensações do olfato se repetem, num bom corpo e acidez equilibrada. Bom final com cítricos e leve baunilha. Avaliação: 88/100 Pontos. Preço: R$ 81,00 (R$ 56,00, no Wine Day). Observação: um excelente vinho, com ótimo custo/qualidade.

 

Luis Cañas Rioja Crianza 2010 - elaborado com 95% Tempranillo e 5% Garnacha, videiras de 40 anos de idade, com amadurecimento de 12 meses em barricas de carvalho francês (70%) e americano (30%), e no mínimo de 9 meses em garrafa. Teor Alcóolico: 14,5%. Coloração rubi profunda, com borda violácea brilhante.Os aromas mostram frutas vermelhas (cereja, framboesa,morango), tabaco, leve tostado e toques balsâmicos. Na boca apresenta um bom corpo, com taninos vivos e bem integrados, acidez pontual e leve adstringência. Ótimo final com frutado e leve madeira. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$ 103,00 (R$ 71,00, no Wine Day). Observação: bela expressão do terroir. Obteve 92 Pontos de Parker. Ótimo custo/qualidade.

 

Luis Cañas Rioja Reserva 2009 – elaborado com 95% Tempranillo e 5% Graciano, com amadurecimento de 18 meses em barricas de carvalho francês e americano de segunda passagem e permanência mínima na garrafa de 18 meses. Teor Alcóolico: 14%. A coloração é de um rubi límpido, com muito brilho. Os aromas mostram frutas vermelhas maduras (ameixa, amora, cereja), frutas passificadas, especiarias, tabaco e toques  balsâmicos Na boca apresenta um bom corpo, com taninos potentes em meio ao frutado e a madeira, acidez pontual e leve adstringência. Longo final, com marcante frutado e madeira. Avaliação: 90/100 Pontos. Preço: R$ 151,00 (R$ 104,00, no Wine Day). Observação: mais um vinho de ótimo qualidade e expressão do terroir.

 

Luis Cañas Reserva Seleccion de la Familia 2006 -elaborado com 85% Tempranillo, 15% Cabernet Sauvignon, de videiras com 45 anos de idade mínima. Amadurecimento de 20 meses em barricas novas de carvalho francês (50%) e americano (50%) e permanência de 1 ano na garrafa antes da emissão ao mercado. Teor Alcóolico: 14,5%. A coloração é de um rubi intenso, com muito brilho e bordas pupúreas. Os aromas mostram intenso e complexo frutado (figo, framboesa, cassis), frutas passificadas, defumado, tomilho e toque balsâmico. Na boca as sensações do olfato se repetem em meio a taninos firmes e um toque de mineral. Longo final com muita fruta e o mineral se mostrando. Avaliação: 93/100 Pontos. Preço: R$ 200,00 (R$ 140,00, no Wine Day). Observação: um vinho potente e sedutor. Obteve 95 Pontos de Parker.

 

Luis Cañas Rioja Gran Reserva 2007 – elaborado com 95% Tempranillo e 5% Graciano, com amadurecimento de 12 meses em carvalho  francês e 12 em carvalho americano e permanência de 36 meses em garrafa antes da comercialização. Teor Alcóolico: 13,5%. A coloração é de um rubi profundo, com bordas púrpuras. Os aromas são complexos e intensos, com fruta madura (ameixa, smors, figo), fruta pacificada, couro, especiarias (cravo), amadeirado  e toque balsâmico. Na boca as sensações do olfato se repetem, com frutado intenso integrado  a taninos finos. Leve adstringência. Longo final com muita fruta e madeira. Avaliação: 91/100 Pontos. Preço: R$ 277,00 (R$ 191,00, no Wine Day). Observação: um típico GranRreserva de Rioja, elaborado a partir de uma seleção de vinhas velhas de uma média de 50 anos de idade.

 

Finca Muñoz Cepas Viejas 2008 – elaborado com 100% Tempranillo, a partir de vinhedos entre 60 e 100 anos de idade, com condução em “vaso” (forma livre, sem arames ou tutores, em forma de taça).  Amadurecimento de 12 meses em carvalho novo, sendo 50% francês e 50% americano. Teor Alcóolico: 14,5%. A coloração é de um rubi concentrado mostrando  halo em evolução.Os aromas mostram muita fruta vermelha, frutas passificadas, coco, tostado, leve floral e toques balsâmicos. Na boca apresenta um bom corpo, repetindo as sensações do olfato, com taninos finos e acidez equilibrada. Longo final, com um marcante frutado. Avaliação: 92/100 Pontos. Preço: R$ 198,00 (R$ 136,00, no Wine Day). Observaçãoum vinho que vem evoluindo muito bem, em relação a degustações anteriores. Destaque para o cultivo em “vaso” das videiras. Passa por uma breve filtração.

 

Per Bacco. Todos os direitos reservados.2014