Publicado em: 05/03/2015

Sábado na Decanter

 

Publicado em: 05/03/2015

Essência do Vinho 2015

 

Essência do Vinho, organizada pela revista Wine, escolheu os Top 10 de sua 12ª. Edição. No, certame dedicado aos melhores vinhos portugueses, esteve presente o único "Master of Wine" ("principal título que um especialista em vinhos pode almejar") de língua portuguesa, o brasileiro Dirceu Vianna Júnior. O grupo de especialistas internacionais incluiu também personalidades como a "Master of Wine" britânica Joanna Locke, o editor de vinhos da revista francesa "Gault Millau", Eric Riewer, ou o "mais experiente crítico de vinhos espanhol", José Peñín. Vamos ao Top 10 dos Vinhos Portugueses.

1º vinho fortificado: JMF Moscatel de Setúbal Superior 1911, José Maria da Fonseca, Península de Setúbal

1º vinho branco: Quinta dos Carvalhais Branco Especial, Sogrape Vinhos, Dão

1º vinho tinto: Menino António Alicante Bouschet 2012, Herdade da Malhadinha Nova, Regional Alentejano

2º vinho tinto: Malhadinha 2012, Herdade da Malhadinha Nova, Alentejo

3º vinho tinto: Quinta Vale D. Maria Vinha do Rio 2012, Lemos & Van Zeller, Douro

4º vinho tinto; Quinta do Ribeirinho Baga Pé Franco 2010, Luis Pato, Bairrada

5º vinho tinto: Terrenus Reserva Vinhas Velhas 2011, Rui Reguinga, Regional Alentejano

6º vinho tinto: Procura 2012, Susana Esteban, Regional Alentejano

7º vinho tinto: Antónia Adelaide Ferreira 2010, Sogrape Vinhos, Douro

8º vinho tinto: Dona Maria Reserva 2009, Júlio Bastos, Alentejo

Publicado em: 05/03/2015

Melhor hotel vínico

 

O The Yeatman foi eleito “Melhor Alojamento” nos “Wine Tourism Awards”, promovidos pela revista de vinhos inglesa, Drinks International. O hotel vínico de luxo, situado em Vila Nova de Gaia, recebeu ainda uma “Alta Recomendação” como “Melhor Experiência de harmonização entre Vinho e Gastronomia”.

É a segunda vez consecutiva que o The Yeatman obtém o prêmio de "Melhor Hotel". O hotel vínico, além da deslumbrante localização, desdobrando-se em socalcos até ao rio Douro, apresenta um conceito vínico para todos os serviços, que se revela na decoração, na gastronomia de referência premiada com uma Estrela Michelin, na garrafeira embaixadora dos melhores vinhos portugueses e nos tratamentos de vinoterapia do Spa by Caudalie.

Este ano, além da distinção como "Melhor Alojamento", o The Yeatman foi ainda "Altamente Recomendado" como "Melhor Experiência de harmonização entre Vinho e Gastronomia", numa referência ao rigoroso trabalho desenvolvido pelo Chef Ricardo Costa em conjunto com a diretora de vinhos Beatriz Machado.

Os prêmios "Wine Tourism Awards" resultam de uma cuidada análise de um painel independente de especialistas, selecionado pela revista Drinks Internacional, que avalia anualmente mais de 2.000 candidaturas. 

 

 

Publicado em: 05/03/2015

Brasil lidera crescimento de espumantes

 

A procura por espumantes tem crescido muito nos últimos anos. E, com números impressionantes,  o campeão do crescimento é o Brasil, onde em 2013 se produziu 248 por cento mais espumante do que em 2003. 

Ao longo dos últimos dez anos, a procura por espumantes cresceu 30 por cento (para 17,6 milhões de hectolitros em 2013). A França continua  liderando o ranking mundial de produção, segundo o diário espanhol "El Mundo", mas a sua importância relativa no cenário global está  diminuindo e o primeiro lugar apresenta-se mesmo sob ameaça da Itália (18 por cento), enquanto a Alemanha (15%) vem a seguir. Rússia e Espanha repartem o quarto lugar.

Apesar de os quatro gigantes europeus do setor (França, Itália, Alemanha e França) serem ainda responsáveis por quase dois terços da produção mundial (63%), a verdade é que a sua importância diminuiu consideravelmente (representavam 74% em 2003) e há a se registrar verdadeiras explosões de produção em vários países no decorrer do último decénio: 25% nos EUA, 29% na Austrália, 100% na Rússia, 200% na Argentina.

Fonte: Revista de Vinhos

 

 

Publicado em: 05/03/2015

Na Bekaa

 

Publicado em: 05/03/2015

Uma degustação especial

 

De João Filipe Clemente, um convite especial.

“Dia 26 de Março Degustação Best Of 2014, em parceria com a Vinci, Zahil, Mistral e Calix, montei na Vino & Sapore a partir das 20 horas, uma degustação especial onde pretendo compartilhar algumas das preciosidades que destaquei em Falando de Vinhos como Deuses do Olimpo 2014Melhores de 2014 e Mais dos Melhores de 2014 .

Serão um total de sete vinhos em degustação, abrindo com o que para mim é o melhor espumante brasileiro da atualidade, junto com o Orus que é rosé, vejamos:

• Cave Geisse Terroir Nature (R$135,00) – às cegas já bateu grandes champagnes!
• Vina Tondonia Branco Reserva 1991 (R$320,00) – um branco de trinta anos para quebrar paradigmas. Será servido com tiras de presunto cru espanhol.
• Quinta da Lagoalva Grande Escolha Alfrocheiro 2009 (R$240,00) – um vinho único de uma uva raramente vinificada em varietal.
• Mastroberardino Taurasi 2008 (R$260,00) – a uva Aglianico em todo o seu esplendor.
• Benegas Meritage 2006 (R$295,00) – um grande vinho de assemblage argentino com produção limitada e um estilo francês de ser.
• Quinta da Leda 2011 (R$398,00) – o vinho em destaque foi o 2007, porém como este não mais está disponível, o substitui por seu irmão mais novo da safra 2011 em que ele obteve 95 pontos de Parker e 94 da Wine Spectator, um grande ano no Douro!
• H&H Madeira Bual 15 anos (R$286,00) – acompanhado de torta de nozes, figos e maçã, repetindo o que, para mim, foi a Melhor Harmonização de 2014.

O preço para essa viagem por sabores diferenciados e experiência única de provar sete grandes vinhos (50ml por vinho exceto o madeira com 35ml), dois harmonizados, e tábua de frios numa só noite e restrita a somente 12 participantes, será de R$180,00 por pessoa pagos no ato da reserva e cobre também o café e estacionamento no local. Faça já sua reserva e garanta seu lugar ao sol, a do mês passado se esgotou em pouco mais de 12 horas e no lançamento en primeur que realizei antes de ontem, já lá se foram 8 vagas, então só há mais 4 lugares disponíveis!”

 

 

 

Publicado em: 03/03/2015

Homenagem à mulher

 

A Bacco’s é uma empresa criada e gerida por mulheres empreendedoras, apaixonadas pelo trabalho e pelo vinho .Na comemoração do Dia Internacional da Mulher, está oferecendo um vinho também elaborado por mulheres.

“Para homenagearmos as mulheres neste próximo domingo (08/03) viajaremos para a Itália, precisamente em uma das mais charmosas regiões produtoras de vinho em todo o mundo, a Toscana.
É aqui onde está localizada uma pequena, mas muito famosa vinícola, a Donatella Cinelli Colombini, situada em uma fazenda com mais de 4 séculos de história. Vinícola essa que está bem conhecida devido às várias matérias em televisões mundiais (inclusive o Fantástico teve uma matéria inteira dedicada só para eles) retratando as curiosidades da mesma, além das recentes altas pontuações em seus vinhos.
À frente desta intrigante Azienda está a herdeira Donatella, que comanda um grupo formado exclusivamente por mulheres, algo único. Podemos dizer sem receio algum que nesta vinícola todos os vinhos são feitos inteiramente por mão femininas. Aqui não são aceitos homens.
Nosso vinho escolhido de hoje é um grande achado desse grupo, o Rosso del Colle 2011. Um corte de base de Sangiovese com um toque final e elegante de Merlot, ambas colhidas em perfeita maturação e com muito cuidado de forma manual. Conseguimos um grandíssimo desconto para vocês neste produto, justamente pensando em fazer uma grande homenagem a todas mulheres.
O Rosso del Colle 2011 nos mostrou uma coloração rubi intensa, com deliciosos aromas de frutas vermelhas. Na boca é muito harmônico e com taninos aveludados, mostrando-se um vinho que ainda tem vida pela frente. Sugiro até uma aeração de uns 30 minutos antes do serviço.”

 

Publicado em: 03/03/2015

Angus Tannat 2014

 

 

O Vinho Angus, uma parceria da Guatambu Estância do Vinho, de Dom Pedrito, RS, com a Associação Brasileira de Criadores da raça Angus, foi lançado em setembro de 2014. O produto, um varietal Tannat, safra 2014, foi produzido nas dependências da vinícola. As parreiras que dão origem ao fruto se situam em uma área de reserva natural, de campo nativo do Bioma Pampa, onde somente o pastoreio do gado é realizado.
Segundo a sommelière e uma das proprietárias da Guatambu, Isadora Hermann Pötter, o terroir da Campanha Gaúcha é perfeito para a produção de uvas tintas, como a Tannat, o que garante a colheita de uma fruta em plena maturação, atribuindo mais polifenóis à bebida.
Em 2013, a Guatambu produziu 1000 garrafas sob encomenda da instituição, que esgotaram em dois meses. Em 2014, comemorando os 51 da Associação, um lote limitado de garrafas foi produzido. Segundo o Diretor Geral da Associação, Reynaldo Titoff Salvador, a escolha da Guatambu para a produção do vinho Angus foi pela harmonização da uva com a carne: “Unir a carne de qualidade Angus com um vinho Tannat como o da Guatambu é garantir a harmonização perfeita”.
Os vinhos podem ser adquiridos diretamente na vinícola pelo valor de R$33,00, com preço especial para sócios Angus.

Publicado em: 01/03/2015

Uma cave num túnel ferroviário

 

 

A linha unindo Curitiba a Paranaguá, a mais antiga do Estado do Paraná, foi aberta pela E. F. Paraná de Paranaguá a Morretes em 1883, chegando a Curitiba em fevereiro de 1885. Durante seus mais de 120 anos de existência ela pouco mudou, apenas dentro de Curitiba e na mudança de um ou outro túnel na serra. É considerada um dos marcos da engenharia ferroviária nacional, projetada por André RebouçasA estação de Roça Nova foi inaugurada como parada de serviços, no ponto culminante do trecho ferroviário, a 952,03 m de altura, marcando o início do planalto de Curitiba. Hoje ela está desativada mas bem conservada. O prédio atual não é o original de 1885. A estação foi reformada para se transformar na sede de uma vinícola. Logo após essa estação, no sentido Paranaguá, vem o primeiro túnel, que marca o início da descida da serra.

Uma cave, chamada Cave Colinas de Pedra, nasceu no local. Ari Pinto Portugal é o seu proprietário. Adquiriu a área que tinha a antiga estação e arrematou, em leilão, um túnel que era da rede ferroviária, sem saber muito bem o que iria fazer. Alguém sugeriu que o local seria bom para maturar espumante. A idéia amadureceu, ele estudou o assunto, fez cursos, visitou vinícolas e finalmente decidiu que ia fazer espumante pelo método champenoise. 

A temperatura do túnel se mantém estável em 16C tanto no inverno quanto no verão. Para chegar a essa conclusão a temperatura do túnel (fechado) foi monitorada durante dois anos. Em resumo, uma adega gigante de mais de 400m de comprimento, 5 m de altura e 3.5m de altura, com temperatura constante o ano inteiro, e consumo zero de energia. Aí amadurece um espumante, elaborado pelo método champenoise, pela Cave Geisse, da Serra Gaucha. A cave é dividida em 5 partes. As partes impares são revestidas com pedras, enquanto as partes pares não tem revestimento algum, é pedra bruta. A crosta preta na parte superior do túnel são resultantes de anos de fumaça expelida pelos trens. No ínicio do túnel foi construída uma plataforma para faciliar o acesso dos turistas. O percurso até a cave propriamente dita  é feito por um trenzinho que utilizará os trilhos dentro do túnel. Depois da cave, o turista poderá caminhar até o fim do túnel e visitar o outro lado do mesmo.

Além da produção do espumante o local tem outras atrações para os visitantes. Uma litorina, que foi arrematada em leilão e  reformada, será um dos ambientes de degustação dos espumantes. O segundo atrativo é antiga estação de trem de Roça Nova que foi completamente reformada e abriga um restaurante no térreo e um outro ambiente de degustação no piso superior. O local tem capacidade para cerca de 60 pessoas nos dois ambientes. Desde a última semana de janeiro o complexo enogastronômico começou a receber visitantes.

Colina de Pedra está aberta nos fins de semana (sábado e domingo) e a visita pode ser agendada nocolinasdepedra@onda.com.br.

Publicado no jornal Bom Dia, de 01/03/2015

 

 

Publicado em: 28/02/2015

LAN e TAM premiadas

 

LAN e TAM, companhias membro do Grupo LATAM Airlines, participaram na noite desta segunda-feira (23), em Londres, da cerimônia de entrega da premiação “Cellars in the Sky Awards”, na qual receberam três prêmios. O evento organizado pela revista Business Traveller reconhece os melhores vinhos oferecidos por companhias aéreas de todo o mundo.
A seleção de 2014 da LAN e da TAM foi premiada com medalha de prata na categoria “Melhor Vinho Fortificado de Sobremesa na Primeira Classe” pelo vinho Croft Port LVB (Late Bottled Vintage) safra 2007. A TAM recebeu ainda a medalha de bronze na categoria “Melhor Vinho Branco na Primeira Classe”, pelo German Dr Bürklin-Wolf Gasbohl 2009, Pfalz.
LAN e TAM oferecem aos seus passageiros uma carta de vinhos selecionados de maneira conjunta pelo renomado Sommelier Arthur Azevedo e por Héctor Vergara, único mestre Sommelier da América Latina.
Os vinhos ganhadores foram selecionados por um painel de especialistas entre 250 opções apresentadas por mais de 30 companhias aéreas durante o ano de 2014. Receberam os prêmios Martín Modarelli, Diretor Comercial do Grupo LATAM Airlines na Europa, e, Hugo Pantano, Chef Executivo do Grupo, em um evento exclusivo realizado no Hotel Hilton Paddington, próximo a Londres.

Imprensa TAM

 

 

Per Bacco. Todos os direitos reservados.2015