Região:

min

max

Anuncie aqui

Obesidade sarcopênica: você já ouviu falar nessa condição?

Por Roberta Lara
(Atualizado em 22/06/2022 - 9h00)
Compartilhar

A sarcopenia é definida como a perda de massa e força muscular relacionada à idade ou desempenho físico. Ela normalmente está presente em idosos, que acabam tendo essa perda de massa por conta da idade. Contudo, atualmente encontramos um alto índice de pessoas com excesso de tecido adiposo acompanhadas com a sarcopenia, uma condição conhecida como obesidade sarcopênica.

A prevalência da obesidade sarcopênica entre adultos está aumentando rapidamente em todo o mundo. No entanto, a falta de uma definição universal de sarcopenia limita as comparações entre os estudos. A sarcopenia e a obesidade têm fatores fisiopatológicos semelhantes, incluindo comportamentos de estilo de vida, hormônios e fatores imunológicos, os quais podem afetar o risco de desenvolver uma série de problemas de saúde.

Algumas evidências crescentes na literatura têm mostrado que a obesidade sarcopênica está associada ao declínio funcional acelerado e aumento de doenças cardiometabólicas e mortalidade.

Como classificar?

Definida como sarcopenia classe II com obesidade central (circunferência da cintura: ≥90 cm para homens e ≥85 cm para mulheres).

Tanto a sarcopenia quanto a obesidade estão associadas a distúrbios metabólicos, portanto, associar as duas disfunções na obesidade sarcopênica pode ter um impacto maior, aumentando a importância desse diagnóstico e do tratamento nutricional adequado. Em uma grande análise transversal de 14.528 adultos do NHANES III, o grupo de obesidade sarcopênica apresentou o maior risco de resistência à insulina e disglicemia.

Sendo assim, torna-se essencial o olhar multidisciplinar do paciente que está acima do peso ou já é classificado como obeso, avaliando a massa muscular de forma correta, em busca de traçar condutas assertivas no tratamento nutricional.