Região:

min

max

Anuncie aqui

Boletim Econômico: 13 de junho de 2022

Confira o resumo do mercado financeiro

Por Reinaldo Cafeo
(Atualizado em 13/06/2022 - 11h56)
Compartilhar

Dados de fechamento em 10/06/2022 (sexta-feira)

 

Ibovespa: queda 1,51% aos 105.481 pontos.

Dólar Comercial de Venda: alta de 2,0% a R$ 4,99.

 

Mercado Cambial:

Abaixo a cotação de fechamento diário do Dólar comercial de venda:

  • Segunda-feira (6): +0,37%, a R$ 4,7962
  • Terça-feira (7): +1,64%, a R$ 4,8742
  • Quarta-feira (8): +0,33% a R$ 4,8901
  • Quinta-feira (9): +0,52% a R$ 4,912
  • Sexta-feira (10): +2,00% a R$ 4,99
  • Semana: +4,6%

 

Mercado Acionário:

Confira a evolução do Ibovespa na semana, em cada fechamento de sessão:

  • Segunda-feira (6): -0,82% (110.186 pontos)
  • Terça-feira (7): -0,11% (110.069 pontos)
  • Quarta-feira (8): -1,55% (108.368 pontos)
  • Quinta-feira (9): -1,18% (107.145 pontos)
  • Sexta-feira (10): -1,51% (105.481 pontos)
  • Semana: -5,06%

 

Cenário:

O Ibovespa hoje fechou na sexta-feira (10) com queda de 1,51% aos 105.481 pontos. Ao longo do dia, o índice oscilou entre 107.092 pontos e 104.647 pontos. O volume financeiro do dia foi de R$ 30,2 bilhões e na semana fechou com queda acumulada de 5,06%.

Repercute no mercado o IPCA, inflação oficial, que surpreendeu positivamente ao subir 0,47% em maio, abaixo dos 1,06% de abril e também da expectativa do mercado, que era de 0,60%. Com isso, o mercado segue se dividindo entre os que acreditam que a alta de 0,5 p.p. da Selic esperada para a próxima quarta-feira (15 de junho) representará o final do ciclo de alta (13,25%) e os que creem em ainda uma subida de mesma magnitude na reunião seguinte.

Além disso, o IBGE divulgou as vendas no varejo, que cresceram 0,9% em abril, no quarto mês consecutivo de alta. Na comparação anual, a alta foi de 4,5%.

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), da FGV, usado no reajuste do aluguel, subiu 0,39% na primeira prévia do mês de junho, ante alta de 0,23% na mesma leitura do mês anterior.

No campo político, a aproximação da eleição pode inviabilizar a proposta de compensação dos estados pelo teto de 17% do ICMS. Isso porque a lei eleitoral proíbe a transferência voluntária de recursos da União para os Estados nos três meses que antecedem a votação. O projeto segue em discussão no Senado, e deve ser votado hoje.

Os investidores acompanham atentos às interpretações para o Índice de Preços ao Consumidor (CPI na sigla em inglês) dos EUA, que subiu 1% em maio, ante 0,3% de abril e consenso de 0,7%.

Para a reunião da próxima quarta (15), já está precificado um aumento de 0,5 ponto porcentual dos juros. No entanto, o que o mercado quer saber é sobre os passos seguintes do Federal Reserve.

Na China, a inflação ao consumidor (CPI) subiu 2,1% em maio, ante expectativa de 2,2%. E a inflação ao produtor (PPI) subiu 6,4%, contra estimativa de 6,3%. Por lá, novas testagens em Xangai acendem o alerta sobre possíveis novos lockdows, dentro da política de Covid zero que o país adota.

 

Principais eventos e indicadores (semana de 13/06 a 17/06):

– Segunda-feira (13): Boletim Focus (BRA).

– Terça-feira (14): Crescimento do Setor de Serviços (BRA). Índice de Preços ao Produtor (EUA). Produção Industrial (CHI). Início reunião COPOM (BRA).

– Quarta-feira (15): Decisão de Juros (BRA). IGP-10 (BRA). IBC-Br (BRA). Decisão de Juros (EUA).

– Quinta-feira (16): Feriado Brasil (BRA). Pedidos Auxílio Desemprego (EUA).

– Sexta-feira (17): Produção Industrial (EUA). Fluxo Cambial (BRA).

 

Fontes: infomoney, queroinvestir, investing, start.