Região:

min

max

Anuncie aqui

Boletim Econômico: 15 de julho de 2022

Confira o resumo do mercado financeiro

Por Reinaldo Cafeo
(Atualizado em 15/07/2022 - 7h45)
Compartilhar

Dados de fechamento em 14/07/2022 (quinta-feira)

 

Ibovespa: queda de 1,80 % aos 96.120 pontos.

Dólar Comercial de Venda: alta de 0,51%, a R$ 5,4333


Mercado Cambial:

Abaixo a cotação de fechamento diário do Dólar comercial de venda:

  • Segunda-feira (11): +1,96%, a R$ 5,3710
  • Terça-feira (12): +1,27%, a R$ 5,4391
  • Quarta-feira (13): -0,61%, a R$ 5,4058
  • Quinta-feira (14): +0,51%, a R$ 5,4333
  • Semana: +3,13%

Mercado Acionário:

Confira a evolução do Ibovespa na semana, em cada fechamento de sessão:

  • Segunda-feira (11): -2,07% aos 98.212 pontos
  • Terça-feira (12): +0,06% aos 98.271 pontos
  • Quarta-feira (13): -0,40% aos 97.881 pontos
  • Quinta-feira (14): -1.80% aos 96.120 pontos


Cenário:

O Ibovespa fechou com forte queda de 1,80% aos 96.120 pontos, acompanhando a aversão ao risco dos mercados mundiais que marcou o pregão do dia. A bolsa oscilou entre a mínima de 95.430 pontos e 97.878 pontos. O volume financeiro registrado ao longo do dia foi de R$ 24,4 bilhões.

dólar fechou em alta de 0,51%, a R$ 5,4333, após ter oscilado, ao longo do dia, entre a mínima de R$ 5,4150 e a alta de R$ 5,4904.

O IBC-Br (Índice de Atividade Econômica), prévia do PIB, divulgada nesta quinta-feira (14) pelo Banco Central, apontou recuo de 0,11% em maio, ante recuo de 0,44% em abril e expectativa de alta de 0,2%. Na comparação com maio de 2021, a alta é de 3,74%. No ano, a alta é de 2,08%. E em 12 meses, de 2,66%. O Índice de Atividade Econômica do Banco Central – Brasil (IBC-Br) tem como objetivo mensurar a evolução contemporânea da atividade econômica do país de forma mensal, a fim de contribuir para a elaboração de estratégia de política monetária.

O Ministério da Economia divulgou o Boletim Macrofiscal, com alta na projeção para o PIB de 2022, de 1,50% para 2%. Para 2023, foi mantido 2,50%. Segundo o último Boletim Focus, divulgado segunda-feira (11), a projeção para o PIB em 2022 é de 1,59%.

No cenário exterior, a inflação ao produtor nos EUA subiu 1,1% em junho, e os pedidos de seguro-desemprego também reportaram alta.

Em relação à inflação, o Índice de Preços ao Produtor (PPI) referente a junho subiu 1,1% ante previsão de 0,9% de maio – revisado de 0,8% – na margem.

O levantamento mostra, ainda, que no acumulado em 12 meses, o a inflação ao produtor subiu 11,3%, enquanto o Núcleo do PPI dos EUA em junho subiu 0,3%, ante alta de 0,5% em maio.

Em se tratando dos pedidos de auxílio-desemprego nos EUA, estes subiram 9 mil na semana encerrada em 9 de julho, e totalizam 244 mil, ante previsão de 235 mil pedidos. Na semana anterior, os pedidos se mantiveram em 235 mil.

Com isso, o mercado reforça que a alta de juros na reunião do Federal Reserve de 27 de julho deve ser de pelo menos 0,75 ponto porcentual (p.p.), podendo chegar até mesmo a 1 p.p.

Principais eventos e indicadores:

  • Sexta-feira (15): Vendas no Varejo (EUA). Dados Orçamentário (BRA).

Fontes: Infomoney, queroinvestir, investing, Start.