Região:

min

max

Anuncie aqui

Boletim Econômico: 20 de junho de 2022

Confira o resumo do mercado financeiro

Por Reinaldo Cafeo
(Atualizado em 20/06/2022 - 12h12)
Compartilhar

Dados de fechamento em 17/06/2022 (sexta-feira)

 

Ibovespa: queda 2,91% aos 99.824 pontos.

Dólar Comercial de Venda: alta de 2,35% a R$ 5,144.

 

Mercado Cambial:

Abaixo a cotação de fechamento diário do Dólar comercial de venda:

  • Segunda-feira (13): +2,54%, a R$ 5,1151
  • Terça-feira (14): +0,38%, a R$ 5,1343
  • Quarta-feira (15): -2,11%, a R$ 5,0260
  • Quinta-feira (16): feriado
  • Sexta-feira (17): +2,35%, a R$ 5,1443
  • Semana: +3,16%

 

Mercado Acionário:

Confira a evolução do Ibovespa na semana, em cada fechamento de sessão:

  • Segunda-feira (13): -2,73% aos 102.598 pontos
  • Terça-feira (14): -0,52% aos 102.063 pontos
  • Quarta-feira (15): +0,73% aos 102.806 pontos
  • Quinta-feira (16): feriado
  • Sexta-feira (17): -2,91% aos 99.824 pontos
  • Semana: -5,36%

 

Cenário:

Ibovespa fechou na sexta-feira em queda de 2,90% aos 99.824 pontos. Na mínima, a bolsa chegou a bater na casa dos 98 mil pontos.

A decisão do Copom na quarta-feira (15), antes do feriado de quinta-feira, veio em linha com o que o mercado esperava, com Selic chegando a 13,25%. Sexta-feira o investidor sentiu a repercussão da medida, após feriado.

Além de subir os juros, o comitê do Banco Central sinalizou ainda mais uma alta para 3 de agosto, de “maior ou menor magnitude” – ou seja, a Selic deve subir ainda 0,25 ou 0,50 ponto porcentual, o que possivelmente encerrará o ciclo de alta dos juros.

Sobre a inflação, o Copom apontou que a expectativa é de fechar o ano em 8,8%. E, em 2023, em 4%.

O investidor também acompanha os desdobramentos do anúncio da Petrobras de reajuste de 5% para gasolina e de 14% para o diesel nas refinarias, o que terá impacto no IPCA.

O Federal Reserve (Fed) subiu em 0,75 p.p. a taxa de juros e apontou que a alta deve seguir até pelo menos o final do ano. A projeção é de juros a 3,4% em dezembro e 3,8% em 2023. O banco central americano, porém, não deixou claro se o próximo aumento será de 0,5 ou 0,75 p.p. O receio de que o Fed precisará ser mais duro e ágil na elevação dos juros liga o alerta da recessão por lá – e os impactos podem ser refletidos no Brasil também.

Na quinta-feira (16), feriado no Brasil,  a resposta ao Fomc foi de forte queda das bolsas, com Nasdaq recuando mais de 4% – vale dizer que as empresas de tecnologia são as que mais sentem a subida dos juros.

Em indicadores, o Índice de Preços ao Consumidor (CPI na sigla em inglês) da zona do euro subiu 0,8% em maio e 8,1% na comparação anual, em linha com o esperado. Hoje sai ainda a Produção Industrial dos EUA.

O Banco da Inglaterra aumentou a taxa básica de juros 25 pontos-base, para 1,25%.

 

Principais eventos e indicadores (semana de 20/06 a 14/06):

– Segunda-feira (20): Feriado nos Estados Unidos (EUA). Boletim Focus (BRA)*.

– Terça-feira (21): Ata do Copom (BRA).

– Quarta-feira (22): Depoimento do Presidente do Fed (EUA).

– Quinta-feira (23): Pedidos de Auxílio Desemprego (EUA).

– Sexta-feira (24): Confiança do Consumidor (BRA). IPCA-15 (BRA). Transações Correntes (BRA). Fluxo Cambial (BRA). Expectativa de Inflação (EUA).

 

 

Fontes: infomoney, queroinvestir, investing, start.