Região:

min

max

Anuncie aqui

Boletim Econômico: 21 de junho de 2022

Confira o resumo do mercado financeiro

Por Reinaldo Cafeo
(Atualizado em 21/06/2022 - 10h03)
Compartilhar

Dados de fechamento em 20/06/2022 (segunda-feira)

 

Ibovespa: alta 0,03% aos 99.852 pontos.

Dólar Comercial de Venda: alta de 0,81% a R$ 5,186.

 

Mercado Cambial:

Abaixo a cotação de fechamento diário do Dólar comercial de venda:

  • Segunda-feira (20): +0,81%, a R$ 5,186
  • Semana: +0,81%

 

Mercado Acionário:

Confira a evolução do Ibovespa na semana, em cada fechamento de sessão:

  • Segunda-feira (20): +0,03% aos 99.852 pontos
  • Semana: +0,03%

 

Cenário:

O dólar fechou nesta segunda-feira (20) em alta de 0,81%, a R$ 5,1862. Ao longo do dia a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,1375 e a máxima de R$ 5,1902.

A pressão por parte do governo federal sobre o presidente da Petrobras, José Mauro Coelho, fez com que o executivo pedisse demissão na manhã de ontem. Ele foi nomeado em 14 de abril e demitido em 23 de maio por conta dos sucessivos aumentos de preço dos combustíveis, mas não deixou o cargo.

Nesta segunda, foram divulgados três índices de inflação. A inflação em São Paulo subiu 0,04% na 2ª quadrissemana de junho, segundo o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Já o IPC-S da segunda quadrissemana de junho de 2022 subiu 0,91% e acumula alta de 10,58% nos últimos 12 meses. Nesta apuração, quatro das oito classes de despesa componentes do índice registraram acréscimo em suas taxas de variação. A maior contribuição para o resultado do IPC-S partiu do grupo Habitação cuja taxa de variação passou de -0,15%, na primeira quadrissemana de junho de 2022 para 0,79% na segunda quadrissemana de junho de 2022.

Por sua vez, a inflação medida pelo IGP-M subiu +0,55% na segunda prévia de junho, de 0,39 na mesma leitura de maio, segundo a Fundação Getúlio Vargas. Dois dos três componentes do IGP-M registraram avanço.

O Ibovespa fechou próximo da estabilidade nesta segunda-feira (20), subindo apenas 0,03%, aos 99.852 pontos, em dia de mercado fechado nos Estados Unidos, por conta do feriado do fim da escravidão no país.

O principal índice da Bolsa brasileira repercutiu, então, majoritariamente notícias locais, abrindo em forte queda no começo do dia, com investidores repercutindo a saída de José Mauro Coelho da presidência da Petrobras.

As ações da petroleira chegaram a cair quase 5% durante o começo do pregão, mas fecharam no campo positivo, com os papéis ordinários subindo 0,87% e os preferenciais, 1,14%.

A Vale, não conseguiu fugir da queda imputada pelo recuo do preço do minério e caiu 2,47%, a R$ 75,50 – a tonelada da commodity fechou com baixa de 10,98% no porto chinês de Dalian, a US$ 111,47.

 

Principais eventos e indicadores:

– Terça-feira (21): Ata do Copom (BRA).

– Quarta-feira (22): Depoimento do Presidente do Fed (EUA).

– Quinta-feira (23): Pedidos de Auxílio Desemprego (EUA).

– Sexta-feira (24): Confiança do CBoletim Econômicoonsumidor (BRA). IPCA-15 (BRA). Transações Correntes (BRA). Fluxo Cambial (BRA). Expectativa de Inflação (EUA).

 

 

Fontes: infomoney, queroinvestir, investing, start.