Região:

min

max

Anuncie aqui

Boletim Econômico: 22 de agosto de 2022

Por Reinaldo Cafeo
(Atualizado em 22/08/2022 - 10h08)
Compartilhar

Dados de fechamento em 19/08/2022 (sexta-feira)

Mercado Cambial:

Abaixo a cotação de fechamento diário do Dólar comercial de venda:

  • Segunda-feira (15): +0,35%, a R$ 5,0916
  • Terça-feira (16): +0,96%, a R$ 5,1405
  • Quarta-feira (17): +0,53%, a R$ 5,1678
  • Quinta-feira (18): +0,08%, a R$ 5,1720
  • Sexta-feira (19): -0,08%, a R$ 5,1680
  • Semana: +1,84%

 

Mercado Acionário:

Confira a evolução do Ibovespa na semana, em cada fechamento de sessão:

  • Segunda-feira (15): +0,24%, aos 113.022 pontos
  • Terça-feira (16): +0,43%, aos 113.512 pontos
  • Quarta-feira (17): +0,17%, aos 113.707 pontos
  • Quinta-feira (18): +0,09%, aos 113.812 pontos
  • Sexta-feira (19): -2,04%, aos 111.496 pontos
  • Semana: -1,12%

 

Cenário:

dólar na sexta-feira (19) fechou em baixa de 0,08%, a R$ 5,1680. Ao longo do dia a divisa oscilou entre R$ 5,1665 e R$ 5,2195. Na semana, a moeda termina com elevação acumulada de 1,84%.

Ibovespa fechou com queda de 2,04% aos 111.496 pontos. Ao longo do dia o índice variou entre 111.146 e 113.807 pontos. O volume financeiro registrado foi de R$ 28,2 bilhões. No acumulado da semana, o índice tem redução de 1,12%.

Na sexta-feira (19) foi de vencimento de opções na B3. E a Petrobras realizou assembleia para eleição do novo conselho Petrobras. Foram eleitos oito conselheiros, incluindo os seis que foram indicados governo federal.

O IGP-M caiu 0,57% na segunda leitura de agosto, após alta de 0,52% na prévia de julho, segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV). Trata-se do Índice Geral de Preços – Mercado.

O Índice de Preços ao Produtor da Alemanha avançou 37,2% em julho na comparação anual, bem acima da previsão de 31,5%. Na comparação mensal, os preços subiram 5,3%, maior avanço no período de um mês da série histórica. A expectativa era 0,7%. Os preços de energia registraram alta anual de 105%.

O Reino Unido registrou alta de 0,3% nas vendas do varejo no mês de julho, melhor que a projeção.

Nos EUA, membros do Federal Reserve seguem afirmando que o banco central americano terá que subir juros até que a inflação retorne a 2%.

 

Na semana passada foram destaques:

Revisão para cima do PIB

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) apontou alta de 0,69% em junho, bem acima da projeção de 0,38% do mercado. O que confirma os dados mais positivos.

 

Pesquisas eleitorais

A semana teve uma série de divulgações de pesquisas eleitorais, mostrando poucas mudanças nas posições dos dois principais candidatos, o presidente Bolsonaro e o ex-presidente Lula.

 

Ata do Fomc (Fed)

Em ata, o Fomc do Federal Reserve (Fed), banco central americano, reforçou a necessidade do aperto monetário atual e disse que vê, em algum momento, que precisará diminuir o ritmo de alta de juros, porém sem dizer claramente quando isso deve ocorrer, especialmente porque a inflação ainda se encontra fora da meta.

 

Inflação recorde na zona do euro

A inflação na zona do euro atingiu 8,9% ao ano em julho, de 8,6% em junho. Há um ano, a taxa era de 2,2%.

 

China corta juros

A China anunciou um corte na taxa de juros sobre empréstimos de um ano de 2,85% para 2,75%. É o primeiro corte desde janeiro deste ano e visa estimular a economia depois dos novos lockdowns dentro da política de Covid zero do país.

Ainda por lá, as vendas no varejo e a produção industrial decepcionaram. As vendas no varejo cresceram 2,7% em julho em relação ao ano anterior, segundo o Departamento Nacional de Estatísticas, abaixo da projeção de 5% e dos 3,1% de junho.

A produção industrial aumentou 3,8%, também abaixo das expectativas de 4,6% da leitura prévia de 3,9%.

 

Boletim Focus

O Boletim Focus desta semana, divulgado nesta segunda-feira (22), trouxe as seguintes projeções (mediana): IPCA: 6,82% em 2022 (semana passada a projeção era de 7,02%). Para 2023: 5,33% (era 5,38%). Taxa Selic mantidas as projeções tanto para este ano como para o ano que vem: 13,75% em 2022 e 11,0% em 2023. PIB: +2,02% (x 2,0% da semana passada). 2023: +0,39% (era +0,41%). Dólar a R$ 5,20 tanto na virada deste ano como do ano que vem (previsões idênticas as da semana passada).

 

Calendário Econômico (semana de 22/8 a 26/8):

Segunda-feira (22)

Brasil:

Secex: Balança comercial (semanal)

EUA:

Índice de Atividade Nacional (CFNAI) (jul)

 

Terça-feira (23)

Brasil

FGV: IPC-S (semanal)

Alemanha

Índice PMI S&P Global composto (ago) – preliminar

Área do Euro

Índice PMI S&P Global composto (ago) – preliminar

Confiança do Consumidor (ago) – prévia

 

Quarta-feira (24)

Brasil

IBGE: IPCA-15 (ago)

BCB: Fluxo Cambial (semanal)

 

Quinta-feira (25

Brasil

FIPE: IPC (semanal)

FGV: Sondagem do Consumidor (ago)

CAGED: Emprego Formal (jul)

Alemanha

PIB (2° tri.)

EUA

EUA: Pedidos de auxílio desemprego (semanal)

PIB (2° tri.) – preliminar

 

Sexta-feira (26)

Brasil

FGV: INCC-M (ago)

FGV: Sondagem da construção (ago)

BCB: Conta Corrente (abr)

BCB: Investimento Direto no País (abr)

Definição da bandeira tarifária de energia elétrica (set)

EUA

Rendimento pessoal (jul)

 

Fontes: infomoney, queroinvestir, investing, start, e-investidor