Região:

min

max

Anuncie aqui

Boletim Econômico: 22 de junho de 2022

Confira o resumo do mercado financeiro

Por Reinaldo Cafeo
(Atualizado em 22/06/2022 - 8h18)
Compartilhar

Dados de fechamento em 21/06/2022 (terça-feira)

 

Ibovespa: queda de 0,17% aos 99.684 pontos.

Dólar Comercial de Venda: queda de 0,63% a R$ 5,153.

 

Mercado Cambial:

Abaixo a cotação de fechamento diário do Dólar comercial de venda:

  • Segunda-feira (20): +0,81%, a R$ 5,1862
  • Terça-feira (21): -0,63%, a R$ 5,1537
  • Semana: +0,18%

 

Mercado Acionário:

Confira a evolução do Ibovespa na semana, em cada fechamento de sessão:

  • Segunda-feira (20): +0,03% aos 99.852 pontos
  • Terça-feira (21): -0,17% aos 99.684 pontos

 

Cenário:

dólar fechou em baixa de 0,63%, a R$ 5,1537. Ao longo do dia a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,1184 e a máxima de R$ 5,1848.

Ibovespa fechou em queda de 0,17% aos 99.684 pontos. Ao longo do dia o índice oscilou entre 99.166 pontos e 101.068 pontos. O volume financeiro registrado no dia foi de R$ 22,7 bilhões.

O Banco Central do Brasil divulgou a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) dando conta de que “o ambiente externo segue deteriorado”. A autoridade monetária também elencou, no documento, que “haverá ajuste de igual ou menor magnitude na próxima reunião do Copom”, que acontecerá dias 2 e 3 de agosto de 2022. A afirmação da instituição diz respeito à Selic, que é a taxa básica de juros da economia brasileira, que foi elevada na última semana, passando de 12,75% ao ano para 13,25% ao ano – um aumento de 0,5 ponto percentual.

O ministro de Minas e Energia (MME), Adolfo Sachsida, disse ontem não ser possível ao governo intervir no preço dos combustíveis por questões e marcos legais. A fala diz respeito ao imbróglio entre o governo e a Petrobras. Ele participou de audiência em Comissão na Câmara Federal sobre preços de combustíveis, e elencou que medidas foram tomadas em parceria com o Congresso para amenizar o problema. O vale-gás seria uma delas.

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) informou que o cenário é negativo no setor de construção, com queda da atividade e do emprego em maio de 2022 em relação ao mês anterior. Trata-se da Sondagem Indústria da Construção. De acordo com a pesquisa, o desempenho foi bastante heterogêneo entre os diferentes ramos do setor. Construção de edifícios e Serviços especializados tiveram alta, enquanto Obras de infraestrutura apresentou queda. Foram consultadas 400 empresas entre 1º e 9 de junho.

Os Estados Unidos retornaram de feriado sem agenda significativa. A expectativa fica pelos discursos de Jerome Powell, presidente do Fed, hoje e amanhã, à Câmara e ao Senado. Os investidores acompanham a fim de saber para onde vão os juros americanos – lembrando que, na última Super Quarta, houve elevação de 0,75 ponto porcentual, em linha com o mercado, mas extremamente alta e incomum para a realidade americana. Por lá, o Fed tem a missão de controlar a maior inflação em 40 anos sem ocasionar recessão – no entanto, o mercado se convence cada vez mais de que um cenário de “pouso forçado” da economia está cada vez mais factível.

 

Principais eventos e indicadores:

– Quarta-feira (22): Depoimento do Presidente do Fed (EUA).

– Quinta-feira (23): Pedidos de Auxílio Desemprego (EUA).

– Sexta-feira (24): Confiança do Consumidor (BRA). IPCA-15 (BRA). Transações Correntes (BRA). Fluxo Cambial (BRA). Expectativa de Inflação (EUA).

 

 

Fontes: infomoney, queroinvestir, investing, start.