Região:

min

max

Anuncie aqui

Boletim Econômico: 24 de maio de 2022

Confira o resumo do mercado financeiro

Por Reinaldo Cafeo
(Atualizado em 25/05/2022 - 11h39)
Compartilhar

Dados de fechamento em 23/05/2022 (segunda-feira)

 

Ibovespa: alta de 1,71% aos 110.345 pontos.

Dólar Comercial de Venda: queda de 1,41% a R$ 4,804.

 

Mercado Cambial:

Abaixo a cotação de fechamento diário do Dólar comercial de venda:
• Segunda-feira (23): -1,41% a R$ 4,804
• Semana: -1,41%
Segue a cotação diária do Euro (comercial de venda) no fechamento:
• Segunda-feira (23): -0,17% a R$ 5,136
• Semana: -0,17%

Mercado Acionário:

Confira a evolução do Ibovespa na semana, em cada fechamento de sessão:
• Segunda-feira (23): +1,71% (110.345 pontos)
• Semana: +1,71%
• 2022: +7,09%

 

Cenário:

O Ibovespa fechou a sessão desta segunda-feira (23) em alta de 1,71%, aos 110.345 pontos. A movimentação financeira para o índice foi de R$ 26,02 bilhões.
O ex-governador de São Paulo João Dória desistiu de sua candidatura à Presidência pelo PSDB nas eleições deste ano. Vencedor das prévias do partido, realizadas no ano passado, ele havia renunciado ao governo no início de abril para se dedicar à campanha, mas vinha enfrentando resistência junto à cúpula da legenda.
No Senado Federal, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), prometeu tratar sobre o preço fixo do ICMS (Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação) hoje (24). Segundo o deputado, a Câmara deve votar sobre um projeto de lei que muda o ICMS sobre combustíveis e energias elétricas para uma alíquota máxima de 17%. Depois das reclamações de diversos representantes estaduais, a ação tem como objetivo combater a inflação e diminuir os impostos estaduais sobre os dois produtos.
Os mercados do exterior começaram a semana em tendência de alta, buscando recuperação das quedas recentes e procurando se afastar do chamado “bear market” (mercado do urso – tendência de queda).
A agenda desta semana traz como grande destaque a ata do Fomc, comitê de política monetária do Fed, banco central americano, que deve reafirmar alta de 0,5% dos juros na reunião de 14 e 15 de junho. Os EUA iniciaram o ciclo de alta de juros em março, com 0,25 ponto porcentual, seguido de mais 0,5 p.p. em maio.
Outro dado relevante, que deve calibrar as apostas para os juros americanos é o PCE, Índice de Preços para Despesas com Consumo Pessoal, que sai na sexta-feira (27), e é o indicador favorito do Fed para medir a inflação.
O presidente americano, Joe Biden, apresenta seu Plano Econômico Indo-Pacífico, com foco em aumentar a representatividade do país na Ásia.
E o Fórum Econômico Mundial começa em Davos, reunindo líderes políticos e empresariais de todo o mundo.

 

Principais eventos e indicadores (semana de 09/05 a 13/05):

– Terça-feira (24): IPCA-15 (BRA). PMI Industrial (EUA).
– Quarta-feira (25): Transações Correntes (BRA). Investimentos Diretos (BRA). Sondagem do Consumidor, FGV (BRA).
– Quinta-feira (26): Evolução do Emprego – CAGED (BRA). Pedidos de Auxílio Desemprego (EUA). Sondagem da Construção e INCC, FGV (BRA). Prévia do PIB (EUA).
– Sexta-feira (27): Receita Tributária Federal (BRA). Sondagem da Indústria, FGV, 8h

* devido à greve do Bacen não devem ser divulgados

 

 

Fontes: infomoney, queroinvestir, investing, start.