Região:

min

max

Anuncie aqui

Boletim Econômico: 30 de agosto de 2022

Por Reinaldo Cafeo
(Atualizado em 30/08/2022 - 8h17)
Compartilhar

Boletim Econômico: 30 de agosto de 2022

Dados de fechamento do dia anterior 

Mercado Cambial:

Abaixo a cotação de fechamento diário do Dólar comercial de venda:

  • Segunda-feira (29): -0,88%, a R$ 5,0334
  • Semana: -0,88%

Mercado Acionário:

Confira a evolução do Ibovespa na semana, em cada fechamento de sessão:

  • Segunda-feira (29): +0,02%, aos 112.323 pontos
  • Semana: +0,02%

dólar fechou com queda de 0,88%, a R$ 5,0334. Ao longo do dia a moeda norte-americana variou entre R$ 5,0110, na mínima, e R$ 5,0907, na máxima.

Ibovespa fechou em leve alta, praticamente estável:+0,41%, aos 112.771 pontos.

O Boletim Focus do Banco Central (BC), como destacamos ontem, projeta inflação menor em 2022 e juros estáveis neste ano.

O relatório é um compilado da opinião de economistas consultados pela autoridade monetária e o objetivo é acompanhar os possíveis cenários para a economia brasileira.

Conforme o documento, o Índices de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para 2022 recuou de 6,82% para 6,70%. Para 2023, ele recuou de 5,33% para 5,30%.

Em relação à Selic, que é a taxa básica de juros da economia, o Focus projeta estabilidade para 2022, em 13,75%, conforme a última leitura. De igual modo para 2023, ela permanece em 11%.

Em se tratando do Produto Interno Bruto (PIB), ele avança de 2,02% para 2,10% em 2022, projeta o Focus. Para 2023, ele recua de 0,39% para 0,37%.

Por fim, o boletim projeta o câmbio estável em R$ 5,20, em 2022, conforme levantamento anterior. Para 2023, também prevê estabilidade, em R$ 5,20.

O saldo líquido de empregos no Brasil é positivo tanto na base mensal quanto anual, conforme levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. A pesquisa mostra que o saldo líquido de empregos formais em julho é positivo em 218.902 vagas e, no ano, o saldo líquido de empregos formais é positivo em 1.560.896 vagas.

Na quarta (31) sai a Pnad Contínua, com a taxa de desemprego.

Ao longo da semana ainda serão divulgados o IGP-M, inflação do aluguel, a produção industrial e o PIB do segundo trimestre.

Repercute ainda o primeiro debate presidencial, realizado na noite de domingo (28).

Calendário Econômico (semana de 29/8 a 02/9):

Terça-feira (30)

Brasil

FGV: Sondagem do comércio (ago)

FGV: Sondagem de Serviços (ago)

FGV: IGP-M (ago)

Tesouro: Resultado primário do governo central (jul)

Alemanha

Índice de preços ao consumidor (ago) – preliminar

Área do Euro

Indicador de Confiança na Economia (ago)

EUA

Confiança do consumidor – Conference Board (ago)

China

Índice PMI composto (ago)

Quarta-feira (31)

Brasil

IBGE: PNAD Contínua (jul)

BCB: Nota à Imprensa – Política Fiscal (jul)

BCB: Fluxo Cambial (semanal)

Alemanha

Taxa de Desemprego (ago)

Área do Euro

Índice de preços ao consumidor – final (ago) – preliminar

EUA

Geração de vagas de trabalho – pesquisa ADP (ago)

China

Índice PMI da indústria (ago)

Quinta-feira (01)

Brasil

FGV: IPC-S (semanal)

IBGE: PIB (2° tri.)

S&P Global: Índice PMI da indústria de transformação (ago)

Secex: Balança comercial mensal (ago)

Alemanha

Índice PMI S&P Global da indústria de transformação (ago) – final

Área do Euro

Índice PMI S&P Global da indústria de transformação (ago) – final

Reino Unido

Índice PMI S&P Global da indústria de transformação (ago) – final

EUA

Pedidos de auxílio desemprego (semanal)

Índice ISM da indústria de transformação (ago)

Sexta-feira (02)

Brasil

FIPE: IPC (mensal) (ago)

IBGE: Pesquisa Industrial Mensal (jul)

Emplacamentos de veículos (ago)

EUA

Variação na folha de pagamentos (ago)

Taxa de desemprego (ago)

Relatório de Emprego (criação de vagas) 

Fontes: infomoney, queroinvestir, investing, start, e-investidor

 

 

Os comentários estão desativados.