Região:

min

max

Anuncie aqui

De volta para o futuro

Vinte e três anos depois, a marca Mesbla ressurgiu nesta semana na versão online, apostando na força da marca e jogando luz no Marketing de Nostalgia

Por Victor Trujillo
(Atualizado em 23/05/2022 - 10h23)
Compartilhar

Quem viu a seleção brasileira ser tetracampeã, lembra do goleiro Taffarel e da decisão nos pênaltis, certamente se lembra da Mesbla, uma das maiores lojas de departamento que chegou a ter 180 lojas e quase 30 mil colaboradores, mas fechou as portas em 1999.

Vinte e três anos depois, a marca Mesbla ressurgiu nesta semana, agora na versão online, licenciada por uma plataforma de comércio eletrônico num investimento de R$ 500 mil. Posso afirmar que o investimento já se pagou com a mídia gratuita. Afinal, estamos falando dela, não? O lançamento aposta na força da marca entre os brasileiros com mais de 35 anos e joga luz no Marketing de Nostalgia, que foi tendência no auge da pandemia.

Sim, com o passar dos anos, todos nós desenvolvemos um certo grau de nostalgia em relação à nossa juventude. Lembrar das roupas que vestíamos, as músicas que ouvíamos e até a comida que comíamos nos faz sentir algo. Surgem boas lembranças que nos fazem sorrir.

Há dois meses foi a Caloi que relançou a icônica Mobylette (lançada na década de 70), desta vez elétrica. O primeiro lote esgotou em 24h.

 

Caloi relançou a Mobylette elétrica (Foto: Divulgação)
Caloi relançou a Mobylette elétrica (Foto: Divulgação)

 

Nostalgia Marketing

A estratégia de Marketing de Nostalgia consiste em explorar conceitos positivos e familiares de décadas anteriores para criar confiança em novas ideias e revigorar campanhas modernas. Em outras palavras, é uma tática de associar sua marca a algo que os clientes têm associações positivas.

Em tempos de e-commerce, e-learning e Internet Banking, construir conexões emocionais por meio da nostalgia é uma maneira fácil para humanizar as marcas e evocar os sentimentos otimistas que geralmente acompanham as boas referências de décadas passadas. É uma forma de criar ligações positivas entre o repertório do passado e os valores atuais da sua marca.

No mundo em que as inovações tecnológicas (e seus impactos) desafiam e ameaçam o futuro de carreiras e sonhos, a nostalgia nos transporta de volta para um lugar mais simples, onde nossos problemas atuais não importam e os riscos da modernidade simplesmente desaparecem. Em vez de anunciar o que ficará obsoleto, o marketing de nostalgia leva nossa atenção para as coisas que já sabemos que são (foram) ótimas.

A nostalgia é como Comfort Food, a comida que desperta emoções através de aromas, formatos, sabores, cores e texturas. A nostalgia nos dá conforto e estabilidade – justamente aquilo que todos nós mais desejamos nesse mundo BANI – Brittle (frágil), Anxious (ansioso), Nonlinear (não-linear) e Incomprehensible (incompreensível) – em que vivemos.

 

Por onde começar a sua estratégia de Marketing de Nostalgia

O primeiro passo é identificar a faixa etária do seu público-alvo. Em seguida revisite a infância e a juventude dos seus clientes e identifique músicas, objetos, ídolos e eventos que eles gostariam de ver novamente. Atenção: tenha certeza de que está abordando ideias da geração certa.

 

Nostalgia combina muito com mídias sociais

A nostalgia é uma experiência inerentemente emocional. E os seus consumidores vão querer marcar os amigos e dividir com eles as emoções ligadas às suas memórias mais profundas e queridas. Esta é a sua chance: ao levar a experiência para as redes sociais, você aumenta o impacto da sua campanha instantaneamente, pois os seus consumidores vão iniciar espontaneamente conversas sobre essas memórias. Afinal quando as pessoas se sentem nostálgicas, elas são naturalmente inclinadas a compartilhar seus pensamentos e sentimentos. Isso torna a sua campanha altamente compartilhável.

 

E você, vai querer comprar uma Mobyllete na Mesbla ou já está pensando em criar uma estratégia de Nostalgia Marketing para a sua marca?

 

Os comentários estão desativados.