Região:

min

max

Anuncie aqui

Live Marketing de São João

Com a volta dos eventos presenciais, volta com força o setor que vinha crescendo antes da pandemia e conquistando mais e mais investimentos de marketing

Por Victor Trujillo
(Atualizado em 06/06/2022 - 14h40)
Compartilhar

Nesta semana vamos falar dos eventos ao vivo que estão voltando com grande adesão do público. Afinal, nos últimos dois anos a maioria dos eventos ao vivo não aconteceu. Congressos, exposições, shows e também as festas juninas foram cancelados ou substituídos por uma versão online.

Com a volta dos eventos presenciais, volta com força o setor que vinha crescendo antes da pandemia e conquistando mais e mais investimentos de marketing: o Live Marketing, setor que compreende todas as iniciativas de marketing ao vivo.

A AMPRO – Associação de Marketing Promocional que tem como foco principal a valorização, o desenvolvimento e o fortalecimento do Live Marketing no Brasil define o Live Marketing como:

Segmento em que se inserem todas as ações, eventos e campanhas que aconteçam ao vivo na relação do consumidor ou shopper com marca, produto ou serviço.

Como é raro um evento que não tenha patrocinadores ou apoiadores, praticamente todos os eventos contemplam a estratégia de Live Marketing que utiliza as interações ao vivo com as marcas para estimular experiências sensoriais que evocam emoções (que depois vão se transformar em sentimentos) e criam vínculos emocionais com o público do evento.

Veja que estamos falando em público, e não apenas consumidores, porque existem eventos científicos, congressos, feiras, convenções de vendas etc. que não reúnem consumidores. Daí o termo B2H business to humans – frequentar os briefings das estratégias de brand experience.

O público, sempre conectado, compartilha suas experiências memoráveis nas mídias sociais. É aí que o Live Marketing amplia a repercussão e o alcance.

Desde antes da pandemia que as festas juninas são arenas para iniciativas de Live Marketing. O São João (como as festas são chamadas no Nordeste do Brasil) é disputado pelos grandes anunciantes. No interior de São Paulo a Festa Junina Beneficente de Votorantim, uma das maiores festas do gênero do interior de S.P e que nesse ano celebra a 105ª edição, atrai público de toda a região e conta com grandes anunciantes buscando conectar suas marcas com o público.

Investir em eventos ao vivo – seja uma feira de pets, um passeio ciclístico, uma feira de negócios ou uma festa típica regional – sempre rende algum questionamento em termos de ROI (retorno sobre o investimento), mas nada que uma boa métrica não resolva (leia: Quem não mede não controla). Porém, quando se enumera todos os benefícios que serão alcançados com um evento ao vivo, as ressalvas arrefecem.

Todas as empresas estão no negócio de chamar a atenção

O público é bombardeado com milhares de mensagens todos os dias. Sabemos que é humanamente impossível processar todas elas.  A empresa que conseguir chamar sua atenção vence. Simples assim: é tudo uma questão de atenção – o recurso mais escasso atualmente. E o marketing ao vivo garante a atenção do público à marca que está ali presente, vivendo aquela experiência que (se for memorável) será lembrada por muito tempo.

A estratégia de Live Marketing vai focar em como as pessoas se sentem quando interagem com a marca e assim construir relacionamentos duradouros.

E você, tem concebido suas iniciativas de marketing focando nas pessoas ou no bolso delas?

Ótima semana 23 pra vc!