Região:

min

max

Anuncie aqui

Novo Instagram prioriza vídeos e desagrada usuários

Por Fábio Devito
(Atualizado em 27/07/2022 - 14h12)
Compartilhar

Você deve ter reparado que o Instagram mudou. Nos últimos meses, a plataforma de fotos e vídeos passou a priorizar a exibição dos Reels, diminuindo o alcance de postagens estáticas entre os usuários. De acordo com um dos principais executivos da Meta, a rede social deve se aproximar ainda mais do seu principal concorrente: o TikTok.

Em seu perfil no Twitter, Adam Mosseri, CEO do Instagram, publicou um vídeo nesta terça-feira (26) em que explica as mudanças na rede social.  De acordo com o executivo, os Reels – aqueles vídeos curtos em formato vertical – serão mesmo a próxima tendência entre os usuários.

“Eu preciso ser honesto. Eu realmente acredito que o Instagram terá mais vídeos ao longo do tempo. Nós vimos isso mesmo quando não realizamos alteração nenhuma. Nós vimos isso só de vocês olharem (as publicações do) feed em ordem cronológica”, explicou.

Apesar da afirmação, o executivo foi taxativo ao dizer que “o Instagram continuará dando suporte para as fotos. Essa é a nossa herança”.

Alternativa para anunciantes

As mudanças do Instagram buscam transformar a plataforma em um produto mais atrativo para as novas gerações de usuários e, consequentemente, manter os seus anunciantes.

Com a perda de interesse do público pelo Facebook, nos últimos anos, o Instagram se tornou o principal produto da Meta, tendo que lidar diretamente com a concorrência de gigantes como o TikTok e o YouTube.

A alternativa encontrada pelos desenvolvedores foi adaptar o serviço, copiando recursos de outras redes como o Snapchat – com os Stories – e o TikTok – com os Reels.

Além disso, a inserção de vídeos também permite uma incidência maior de anúncios, possibilitando outros formatos e um número maior de empresas dentro da plataforma.

Essa manobra comercial, no entanto, desagradou parcela dos usuários. Atualmente, a taxa de exibição de anúncios nos stories, por exemplo, ocorre uma entre três exibições de vídeos da sua rede de amigos. Algo considerado excessivo pela comunidade.

Vídeos do Instagram desagradam usuários

A manifestação pública do CEO do Instagram gerou descontentamento nas redes e muitos usuários declararam que preferiam a plataforma quando priorizava fotos.

As irmãs Kylie Jenner e Kim Kardashian – ícones mundiais da cultura do Instagram – já haviam reclamado abertamente sobre o novo algoritmo da rede social. Recentemente, a dupla publicou um story pedindo: “parem de copiar o Tiktok”.

Kylie Jenner e Kim Kardashian reclamaram sobre o novo algoritmo do Instagram (Foto: Reprodução/ Redes sociais)
Kylie Jenner e Kim Kardashian reclamaram sobre o novo algoritmo do Instagram (Foto: Reprodução/ Redes sociais)

 

Além dos famosos, milhares de usuários expressaram o descontentamento nas redes sociais. Para muitos, as mudanças do Instagram afetam principalmente aqueles que utilizam da plataforma para a produção de conteúdo e divulgação de suas empresas.

Postagens estáticas, textos e infográficos não terão o mesmo alcance de vídeos e Reels, por exemplo. E quem não tiver o mesmo desenvolvimento na frente das câmeras, sofrerá com a queda no engajamento.

queria o instagram de 2012 de volta

TikTok e Instagram disputam entre os apps mais baixados

Enquanto isto, o TikTok segue crescendo como a principal rede social dos jovens. A plataforma tem se esforçado para demonstrar ao mundo que não se trata de uma rede de desafios e dancinhas, criando iniciativas de incentivo a produção de conteúdo que valorizam a educação e o conhecimento da comunidade.

O aplicativo foi o mais baixado no mundo entre os três primeiros meses de 2022, contabilizando cerca de 175 milhões de novos usuários entre dispositivos Android e iOS.

Apesar da liderança, ainda é cedo para dizer que a Meta está fora da jogada. A lista de apps mais baixados segue com três dos seus principais produtos, sendo o Instagram, Facebook e Whatsapp. Resta saber se as mudanças na rede de fotos impactarão na aquisição de novos usuários.