Região:

min

max

Anuncie aqui

Sextou, bebê. Receba!

Mais importante do que dominar a teoria do Marketing, conhecer as novas práticas do Marketing é entender os consumidores

Por Victor Trujillo
(Atualizado em 19/04/2022 - 12h34)
Compartilhar

Costumo dizer que mais importante do que dominar a teoria do Marketing, conhecer as novas práticas do Marketing é entender os consumidores. E neste quesito é preciso muita sensibilidade, observação atenta e o principal: sair da bolha.

O principal desafio do executivo de Marketing é ser contemporâneo. Adivinhar o futuro é fácil, explicar o que já aconteceu também. Difícil mesmo é decifrar o que está acontecendo hoje, perceber como o consumidor está se sentindo e porque ele está decidindo agir desta maneira.

Certamente você já viu uma das postagens do @henriquemaderite canal do empresário mineiro Henrique Costa Ferreira, sócio de uma construtora. As postagens dele são gravadas sempre nas manhãs de sexta para serem postadas rigorosamente ao meio dia:

“Sexta-feira, bebê. Pode olhar aí, ‘mei dia’. Quem fez, fez. Quem não fez, de agora ‘pra’ frente não adianta correr atrás do prejuízo”.

Mais de uma dúzia de marcas já patrocinaram suas postagens. Os executivos de marketing gestores dessas marcas escolheram associar a sua marca ao conjunto de emoções que as postagens do “Sextou” evocam nos consumidores: uma semana de muito trabalho, muita pressão por resultados pede um lembrete, uma sinalização para mudar para o “modo final de semana”. Aliviar a pressão, curtir a família, rir e viver um pouco.

Sim, trata-se de uma estratégia de Influencer Marketing que consiste em iniciativas realizadas por uma pessoa chamada de Digital Influencer que é alguém que tem um perfil em uma das mídias sociais e poderá divulgar, apoiar, comentar, recomendar, avalizar, divulgar uma marca ou produto. Parece simples, não é mesmo? SQN.

A estratégia de Influencer Marketing requer planejamento cuidadoso, seleção criteriosa do Digital Influencer e do perfil de público que ele alcança. A análise não é meramente quantitativa e pode envolver os “micro-influencers” – aqueles que não têm centenas de milhares de seguidores, mas são igualmente admirados pelos seguidores que têm.

Influenciando os Influencers

Um verdadeiro influenciador não chegou ao topo por acaso: ele gastou tempo construindo sua própria marca e criando vínculo com seus seguidores. Justamente por isso é natural que sobrevalorize a sua própria reputação e se preocupe com a sua credibilidade. Muitos nem aceitam fazer parcerias. Os melhores influencers precisam ser conquistados pessoalmente pela marca.

Luva de Pedreiro

O baiano Iran Ferreira, de 20 anos, ganhou o mundo com suas postagens no TikTok. Seu perfil @luvadepedreiro deve ultrapassar os 10 milhões de seguidores nos próximos dias.

Com seu bordão “Receba!”, a sua humilde origem e paixão não menos ambiciosa pelo futebol mexe com torcedores e jogadores. Iran já tem um empresário que está analisando cuidadosamente as muitas propostas de parcerias e patrocínio que recebeu.
E você? Tem planejado suas iniciativas de Influencer Marketing? Sextou, bebê. Saia da bolha e receba!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.