Região:

min

max

Anuncie aqui

"The Boys": Último episódio não decepciona

Série da Amazon Prime Video chega ao fim da terceira temporada

Por Estadão Conteúdo
(Atualizado em 07/07/2022 - 11h56)
Compartilhar

Nesta sexta-feira (8), chega ao fim a terceira temporada de “The Boys”, aclamada série da Amazon Prime Video sobre um mundo em que heróis estão espalhados pelo mundo e vivendo entre pessoas “normais” e cometendo erros extremamente humanos com o agravante de serem super poderosos. E se você tem acompanhado a produção, que tem seus episódios lançados semanalmente, já deve saber que uma batalha épica está para acontecer. Mas será que o Capitão Pátria e Soldier Boy vão finalmente se enfrentar?

Um segredo foi revelado no episódio lançado na semana passada, o que criou mais tensão ao possível confronto entre os dois heróis Enquanto a loucura de Capitão Pátria só aumenta, Bruto e Hughie estão usando o composto V, que dá poderes temporários a quem não é Super. Ryan está sendo escondido, mas Capitão Pátria ainda está em busca do menino super. Aqui acaba um resumão bem modesto do clima antes do episódio final, que foi exibido com exclusividade na última segunda-feira, 4, para a imprensa e fãs brasileiros.

Para a apresentação do episódio, estiveram presentes os atores Antony Starr (Capitão Pátria), Claudia Doumit, (Victoria Neuman), Karen Fukuhara (Kimiko), Karl Urban (Bruto), Nathan Mitchell (Black Noir), Jack Quaid (Hughie), Jensen Ackles (Soldier Boy), além de Eric Kripke, o criador da série. Em São Paulo, o elenco falou sobre o calor dos fãs brasileiros, responsável, segundo João Mesquita, diretor de marketing da Amazon, pela maior audiência da série no mundo, depois dos Estados Unidos. “Estou muito feliz de estar aqui com tantos fãs e com tanto amor no Brasil”, disse Eric durante uma entrevista coletiva que contou com a presença do Estadão.

Na passagem pelo Brasil, além de receber carinho e tirar selfies com fãs que estiveram na premiére, que aconteceu no Palácio Tangará, na Zona Sul da capital paulista, eles também experimentaram a comida brasileira. Em sua conta no Instagram, Antony lembrou que esteve no País antes da pandemia de covid. “Estive aqui um tempo atrás, em 2019, eu acho, AC (antes da covid)… Estou feliz de estar de volta. Ah, e o Timothy brasileiro estava delicioso”, disse, brincando com uma cena em que seu personagem, Capitão Pátria, obriga Profundo a comer um polvo vivo. Veio de Antony também a declaração de que iria ao Allianz Parque para ver um jogo do Palmeiras.

Quem também elogiou o engajamento dos espectadores brasileiros foi Jensen Ackles, que entrou na série nesta temporada para viver o ex-grande herói americano, o Soldier Boy, uma espécie de vilão com muita sede de vingança. “Há um excelente motivo de estarmos aqui para apresentar o episódio final, que é o apoio dos fãs brasileiros, que é percebido pela equipe”, declarou.

Heróis muito humanos

The Boys mostra a controvérsia entre ser um super herói, mas também ter fraquezas humanas, que podem ser exacerbadas se a pessoa tem a possibilidade de destruir uma cidade inteira com as mãos: inveja, ciúmes, inseguranças, megalomania, disputa de poder, ou mesmo questões de saúde mental, como transtorno de estresse pós-traumático. “O Capitão Pátria é o homem mais forte do mundo, mas ao mesmo tempo uma pessoa muito fraca e infantil”, comenta Antony.

A série une o mundo dos super heróis, populares nas produções audiovisuais com os universos da Marvel e da DC nos cinemas e no streaming, com questões muito sérias da atualidade como racismo e o avanço do pensamento de extrema-direita no mundo. E faz isso de uma maneira um tanto surreal, com cabeças e corpos explodindo, vísceras à mostra e muito sangue espirrando na tela e na cara dos personagens. “O super-herói é uma metáfora para muita coisa já há muito tempo, na política, nas redes sociais, e o conceito da série já traz esse equilíbrio entre algo tão absurdo e algo tão sério”, disse Erik.

Um dos aspectos que chamam atenção na produção é a “falta de amarras”. O destaque dessa temporada foi o episódio Herogasm, que no Brasil virou Supersuruba. Apesar de ter gerado muito burburinho, já que é muito mais explícito na HQ que inspira a série, dos roteiristas terem sido questionados se fariam o episódio, de fato. Como visto, foi feito. Erik comemora a pouca limitação que os escritores tiveram. “Gosto muito de ter trabalhado na TV, mas é bom poder falar bastante palavrão. Mais do que tudo, falar dessa restrições, o The Boys reflete muito do meu senso de humor, e ter essa experiência compartilhada na televisão é uma coisa rara”, diz. “Onde mais ele conseguiria fazer uma piada com um pênis de 3,5 metros?”, brinca.

Na terceira temporada algumas tramas foram amadurecidas, como o narcisismo de Capitão Pátria, que se torna cada vez mais doentio e problemático para a Vought e para Os Sete. Ou a decisão de Bruto de usar o Composto V para adquirir poderes temporários e de se juntar a Soldier Boy, mesmo sabendo que ele tinha matado a família de seu amigo Leitinho. “Ele estava muito desesperado e frustrado e acabou recorrendo a esse elemento para ter tração para enfrentar os Super e ele faz isso muito consciente”, disse o Karl Urban, intérprete do matador de heróis.

O que esperar do último episódio de ‘The Boys’?

Sem spoiler aqui, já que o último episódio só chega na madrugada desta sexta ao Amazon Prime Video. Mas como o Caderno 2 já viu, é importante dizer que o final da temporada não deixa a desejar em nada ao que foi mostrado na história nos últimos sete capítulos – e até mesmo das temporadas anteriores. Lutas sangrentas e coisas quebradas no entorno, mais mortes, mais sangue, mais vísceras à mostra e menos desfaçatez de alguns personagens.

As semelhanças entre os heróis da série e os que se dizem heróis no mundo real, dispostos a salvar nações inteiras, abusando de fake news e manipulações, ficam cada vez mais desenhadas, como visto ao longo da série. E, bom, um final precisa surpreender. E é tudo que podemos falar.

The Boys foi renovada para mais uma temporada, no entanto, a plataforma não divulgou nenhuma data nem de início de gravações nem de estreia. A série tem dois spin-offs, um deles já disponível no Prime Video, a animação The Boys: Diabolical. O outro, que acompanha os heróis em ambiente universitário, está em desenvolvimento. A atração terá no elenco o brasileiro Marco Pigossi.