Região:

min

max

Anuncie aqui

Fifa desiste de Copa do Mundo a cada dois anos e avalia mudanças no calendário

Proposta do Mundial a cada dois anos é defendida pelo presidente da Fifa, mas vem sofrendo com muitas críticas da Uefa e dos principais clubes da Europa

Por Estadão Conteúdo
(Atualizado em 30/03/2022 - 12h11)
Compartilhar

A controversa proposta de realizar a Copa do Mundo a cada dois anos não será votada no congresso da Fifa nesta quinta-feira, em Doha, no Catar. As negociações vão se concentrar em ideias alternativas enquanto os delegados da entidade vão receber no evento atualizações das consultas sobre mudanças no calendário internacional.

A proposta do Mundial a cada dois anos é defendida pelo presidente da Fifa, Gianni Infantino, e pelo chefe de desenvolvimento global do futebol da entidade, Arsène Wenger, mas tanto a entidade quanto Wenger vêm lidando com muitas críticas da Uefa e dos principais clubes da Europa.

As discussões sobre reformar o calendário continuam. O atual acordo sobre as realizações de partidas e torneios no calendário do futebol internacional termina em 2024.

Até o momento, 27 de 32 seleções garantiram vaga na Copa do Mundo do Catar. O sorteio dos grupos acontece nesta sexta-feira, às 13h (horário de Brasília). A disposição dos grupos pode acarretar em confrontos de campeões mundiais já na primeira fase A Alemanha, no pote 2, pode ficar no caminho do Brasil, França, Argentina, Inglaterra e Espanha.

As sete seleções classificadas mais bem colocadas no ranking da Fifa, além do Catar, estarão no pote 1. Já no segundo pote, estarão os próximos oito classificados com a melhor posição no ranking. O pote 3 segue a regra.

No pote 4, além das cinco seleções de melhor ranqueamento, foram colocados três países que se classificaram através da repescagem – um duelo europeu e outro intercontinental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.