Região:

min

max

Anuncie aqui

Com dancinha e mais provocações racistas a Vini Jr, Real vence Atlético de Madrid

Atacante brasileiro Rodrygo foi eleito o melhor jogador em campo

Por Estadão Conteúdo
(Atualizado em 18/09/2022 - 23h42)
Compartilhar

Com dancinha dos brasileiros Vinícius Júnior e Rodrygo, o Real Madrid reassumiu a liderança do Campeonato Espanhol ao derrotar o Atlético de Madrid por 2 a 1, na tarde deste domingo, pela sexta rodada. O brasileiro, ex-Flamengo, no entanto, não escapou das ofensas racistas vindas das arquibancadas.
Com 100% de aproveitamento, o Real Madrid chegou aos 18 pontos, contra 16 do Barcelona e 15 do Betis. O Athletic Bilbao fecha o G-4, com 13. O Atlético de Madrid, que conheceu a sua segunda derrota na competição, ficou com dez, na sétima posição.
O que muitos temiam, aconteceu antes mesmo da bola rolar. Após toda polêmica envolvendo os atos racistas contra o jogador Vinícius Júnior, a torcida do Atlético de Madrid cometeu mais injúrias raciais nas ruas próximas do estádio. O atacante do Real Madrid foi chamado inúmeras vezes, em imagens flagradas por câmeras de vídeos, de macaco.
Tudo começou em um debate da imprensa espanhola sobre as danças de Vinícius Júnior. No programa, Koke aumentou a polêmica ao afirmar que o atacante do Real Madrid iria irritar a torcida do Atlético caso dançasse. Já o empresário Pedro Bravo fez ataques racistas direcionados ao atleta.
Após a entrevista vir à tona, vários jogadores e celebridades declararam apoio a Vinícius Júnior, que desabafou sobre a atuação. “Dizem que felicidade incomoda, mas a felicidade de um preto, brasileiro e vitorioso na Europa incomoda muito mais. A minha vontade de vencer, sorriso e brilho nos olhos são muito maiores do que isso. Fui vítima de racismo e xenofobia em uma só declaração, mas nada disso começou ontem”, falou o atleta.
E a perseguição ao brasileiro continuou dentro de campo. O jogador foi muito vaiado pelos torcedores antes e durante toda a partida. O clima em volta da polêmica estava tenso. Logo aos três minutos, Valverde entrou em uma confusão com Koke, mas a turma do “deixa disso” conteve os foliões.
Em campo, o Real Madrid buscou mais o jogo e abriu o placar aos 17 minutos e, adivinhem, teve dança no estádio Metropolitano. Tchouaméni deu belo cruzamento para Rodrygo, que aproveitou a falha de Felipe para pegar de primeira e mandar no fundo das redes. Ele chamou Vinícius Júnior para “bailar” e receberam, em troca, uma enxurrada de objetos, atirados da arquibancada.
Os ataques a Vinícius Júnior só pioraram. O jornal Marca relatou que muitos torcedores gritavam pela morte do atacante. Dentro do gramado, o Real Madrid se incomodava com a situação. O Atlético de Madrid, então, tentou se aproveitar. Griezmann recebeu pela intermediária e chutou. Courtois fez grande defesa.
Mas o Real Madrid aproveitou melhor as oportunidades criadas. Aos 35 minutos, Vinícius Júnior disparou em velocidade, invadiu a área e mandou na trave. Valverde pegou a sobra e ampliou. O Atlético tentou responder, mas Courtois fez grandes defesas para assegurar a vantagem. Na melhor delas, fez um milagre na tentativa de Carrasco.
O panorama do segundo tempo foi muito diferente. Enquanto o Atlético de Madrid saiu em busca do empate, o Real se fechou por completo, tendo explorar a velocidade de seus jogadores, já que construiu boa vantagem na etapa inicial. Griezmann era o jogador mais acionado nos minutos iniciais, mas pouco criou.
Com o Real Madrid apático no ataque, o Atlético aumentou o volume de jogo e diminuiu aos 37 minutos. Após cobrança de escanteio de Griezmann, Courtois saiu mal na bola e viu Hermoso, de ombro, jogar a bola no fundo do gol.
Matheus Cunha ainda entrou no lugar de João Félix, mas não teve tantas oportunidades de gol. Antes do apito final, o clima voltou a esquentar, Hermoso chegou a ser expulso após deixar a mão no rosto de Ceballos e Oblak fez uma grande defesa no arremate de Asensio.
Ainda neste domingo, o Sevilla (15º) ficou no empate por 1 a 1 com o Villarreal (6º). Já o Getafe (14º) bateu o Osasuna (5º) por 2 a 0. Em seus domínios, o Real Sociedad (8º) fez 2 a 1 no Espanyol (17º). Por sua vez, o Betis (3º) derrotou o Girona (12º) por 2 a 1.

Os comentários estão desativados.