Região:

min

max

Anuncie aqui

Rogério Ceni diz que abre mão de multa se quiserem demiti-lo do São Paulo

"Você acha que eu trabalho aqui pelo meu salário?", questionou o técnico do Tricolor

Por Estadão Conteúdo
(Atualizado em 12/09/2022 - 10h05)
Compartilhar

Rogério Ceni, técnico do São Paulo, fez um longo desabafo na entrevista coletiva após o empate por 1 a 1 com o Corinthians, pelo Brasileirão, neste domingo. O treinador, que empilhou títulos como jogador e se tornou ídolo no clube, rechaçou a ideia de que está no comando do tricolor paulista por dinheiro e afirma que abre mão da multa rescisória se a diretoria quiser demiti-lo. Ele revelou ainda que o elenco está com o pagamentos dos direitos de imagem atrasados.

“Eu tento fazer meu melhor pelo São Paulo todos os dias, porque minha vida foi aqui. Eu vivi tudo o que você pode imaginar aqui”, disse Ceni. “Você acha que eu trabalho aqui pelo meu salário? Acha que estou preocupado com direitos de imagem atrasados?”

Com 31 pontos, o São Paulo é o 13º colocado no Brasileirão, a cinco pontos da zona de rebaixamento. O fraco desempenho na competição nacional fez com que parte da torcida questionasse o trabalho do técnico. Ceni admitiu que o clube vive um momento difícil, mas relembrou que o título da Copa Sul-Americana, competição na qual o time é finalista, pode mudar a história do tricolor paulista.

“A responsabilidade de tudo aqui é minha. No jogo do dia 1º, no dia 2, se a gente não entregar o título e quiserem que eu saia, a minha multa rescisória está liberada. Mais do que o contrato que está assinado, está aqui a minha palavra, dou para você aqui Se quiserem me trocar, pode trocar quando quiser, sem problemas”, afirmou.

“Eu vou trabalhar com tudo até o dia 1º, pois meu compromisso é fazer o São Paulo ser campeão. Se não quiserem que eu siga, seguimos a vida. Eu moro aqui perto (do Morumbi) há 200 anos. Vou estar sempre na torcida para que o clube saia dessa situação difícil”, concluiu Ceni.

O São Paulo volta a campo no próximo domingo, quando enfrenta o Ceará, às 19h, no Castelão, em confronto direto na briga para se afastar do Z-4 do Brasileirão. A final da Copa Sul-Americana, contra o Independiente del Valle, do Equador, acontece em jogo único no dia 1º de novembro, em Córdoba, na Argentina.

Os comentários estão desativados.