Região:

min

max

Anuncie aqui

Santos abre 2 a 0, cede empate ao Bragantino e soma 5º jogo sem ganhar em casa

Resultado deixa equipes empatadas com 18 pontos; Peixe é o quinto e o Massa Bruta o sétimo

Por Estadão Conteúdo
(Atualizado em 19/06/2022 - 10h50)
Compartilhar

Santos e Red Bull Bragantino fizeram um bom jogo na noite deste sábado na Vila Belmiro. Mesmo com o gramado pesado por causa da chuva, a partida foi bastante movimentada, com os dois times apresentando propostas ofensivas. No final, o empate por 2 a 2 premiou a eficiência santista na primeira etapa, quando chegou a abrir 2 a 0, e o melhor futebol apresentado na maior parte do tempo pelos visitantes, que conseguiram reagir. As duas equipes têm 18 pontos no Campeonato Brasileiro, o Santos em quinto e o Bragantino em sétimo.

Em campo, a primeira boa chance foi do Bragantino. Hyoran fez boa jogada e bateu de fora da área, mas João Paulo conseguiu espalmar para escanteio. Na sequência, Jan Hurtado desviou chute de Artur e a bola, fraca, rolou caprichosamente em direção à trave, permitindo que o goleiro santistas fizesse a defesa na volta. O Santos respondeu logo depois com um chute de Bruno Oliveira, mas a bola foi no centro do gol e facilitou a defesa de Cleiton.
O Santos abriria o placar aos 16 minutos, após falha feia de Lomónaco. Em jogada de Rodrigo Fernández e Lucas Braga pela direita, a bola foi cruzada rasteira na área e o zagueiro, ao tentar cortar, deu no pé de Léo Baptistão, que livre na grande área, mandou a bomba sem defesa para Cleiton.
O Bragantino continuou mais perigoso e criando boas chances, como aos 28 minutos. Aderlan cruzou e Jan Hurtado, já na pequena área, cabeceou forte, mas João Paulo desviou, em defesa incrível
Se o time do interior tinha mais volume, o Santos era mais eficiente. E fez o segundo aos 35 minutos. Após ótimo lançamento de Bruno Oliveira, Marcos Leonardo driblou Cleiton e tocou para Léo Baptistão, livre, tocar para o fundo do gol.
O time visitante continuou martelando e diminuiu aos 46. Em outra jogada pela direita, Aderlan foi ao fundo, tocou para trás, a bola desviou em um santista e sobrou para Hyoran marcar
O Bragantino voltou pressionando no segundo tempo, ficou rondando a área santista, mas a primeira boa oportunidade da etapa foi do time da casa, mas Jhojan Julio concluiu mal. Porém, o Santos estava sendo dominado e aos 12 minutos o técnico Fábian Bustos fez três alterações, colocando Ângelo, Sandry e Rwan, para tentar equilibrar o jogo.
O time melhorou um pouco, criou boas chances com Rwan e Ângelo, mas o Bragantino continuava melhor. E chegou ao empate em um golaço de Luan Cândido. O lateral soltou uma bomba de fora da área e acertou o ângulo de João Paulo. O Bragantino se manteve no ataque, pressionando o Santos, que se defendia como podia. E contou com o goleiro João Paulo para manter o empate.
No sábado, o Santos terá o clássico com o Corinthians na Neo Química Arena e não poderá contar com o goleiro João Paulo e o meio-campo Zanocelo, que receberam o terceiro cartão amarelo e vão cumprir suspensão. Antes, há o clássico pelas oitavas da Copa do Brasil, quinta-feira, também na capital.
FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 2 RED BULL BRAGANTINO
SANTOS – João Paulo; Lucas Braga, Kaiky, Bauermann e Lucas Pires; Rodrigo Fernández, Zanocelo (Camacho) e Bruno Oliveira (Sandry); Léo Baptistão (Ângelo), Marcos Leonardo e Jhojan Julio (Rwan). Técnico: Fabián Bustos.
RED BULL BRAGANTINO – Cleiton; Aderlan, Lomónaco, Natan e Luan Cândido; Raul (Erik Ramirez), Lucas Evangelista e Hyoran (Praxedes); Artur (Carlos Eduardo), Jan Hurtado (Alerrandro) e Helinho (Sorriso). Técnico: Maurício Barbieri.
GOLS – Léo Baptistão, aos 16 e aos 35, e Hyoran, aos 46 minutos do primeiro tempo; Luan Cândido, aos 25 do segundo.
ÁRBITRO – Douglas Marques das Flores.
CARTÕES AMARELOS – Raul, Helinho e Praxedes (Bragantino) e Zanocelo, Bruno Oliveira, João Paulo e Ricardo Goulart (Santos)
CARTÃO VERMELHO – Fábian Bustos (Santos).
PÚBLICO – 10.924 torcedores.
RENDA – R$ 361.888,75.
LOCAL – Vila Belmiro, em Santos.