Região:

min

max

Anuncie aqui

Santos anuncia demissão de Fabián Bustos após eliminação na Sul-Americana

Clube também desligou o executivo de futebol Edu Dracena, que já havia se antecipado e emitido um comunicado nas redes sociais, revelando ter pedido demissão

Por Estadão Conteúdo
(Atualizado em 07/07/2022 - 13h04)
Compartilhar

O Santos anunciou nesta quinta-feira a demissão do técnico Fabián Bustos, que vinha sofrendo com muita pressão interna e de parte da torcida. A decisão foi tomada pela diretoria após a eliminação para o Deportivo Táchira nas oitavas de final da Copa Sul-Americana, em partida na qual o time santista buscou o empate no tempo regulamentar, mas acabou derrotado por 4 a 2 na disputa de pênaltis.

O clube também desligou o executivo de futebol Edu Dracena, que já havia se antecipado e emitido um comunicado nas redes sociais, revelando ter pedido demissão. A lista de dispensas também inclui o gerente de futebol Guilherme Lipi e o assessor do gerente Arnaldo Hase.

A queda para a equipe venezuelana marcou o sexto jogo seguido do Santos sem vitória na temporada. O último triunfo foi sobre o Juventude, no dia 14 de junho, e, antes disso, os alvinegros viveram uma série de sete jogos sem vencer. Nos últimos 13 jogos, portanto, saíram de campo com apenas um resultado positivo.

Anunciado no final de fevereiro, Bustos deixou o Barcelona de Guayaquil para assumir o comando técnico do clube da Vila Belmiro após a demissão de Fábio Carille. O argentino de 52 anos chegou ao litoral paulista em um momento no qual o time corria risco de rebaixamento no Campeonato Paulista. No fim das contas, evitou o desfecho dramático, o que é sempre lembrado por ele em suas coletivas de imprensa.

Mais de uma vez, ao defender seu trabalho, o treinador já disse considerar que sua equipe evoluiu muito em comparação aos primeiros meses deste ano. Logo depois da eliminação para o Táchira garantiu que não entregaria o cargo. “Pedir para sair? Eu, não. Sou uma pessoa de desafios. Não vim para ganhar mais, vim pelo que é o Santos. Em três anos, joguei semifinal de Libertadores e duas finais no Equador. Não estou feliz, temos que ganhar para recuperar a confiança”, disse.

Em 29 jogos sob o comando do Santos, Fabián Bustos somou oito vitórias, 13 empates e oito derrotas. Eliminado na Sul-Americana e com poucas chances de classificação na Copa do Brasil após perder por 4 a 0 para o Corinthians no jogo de ida, o time alvinegro está na décima posição do Campeonato Brasileiro, com 19 pontos. Para o jogo deste domingo, contra o Atlético-GO, o auxiliar técnico da comissão fixa, Marcelo Fernandes, estará no comando.