Região:

min

max

Anuncie aqui

Santos perde do Flamengo na Vila Belmiro e completa 6 jogos sem ganhar em casa

Peixe perde por 2 a 1, com direito a gol de Gabigol e provocação à torcida santista

Por Estadão Conteúdo
(Atualizado em 02/07/2022 - 23h45)
Compartilhar
Em uma disputa direta pelo mesmo espaço na tabela e pela afirmação no torneio, o Santos perdeu para o Flamengo por 2 a 1 neste sábado, na Vila Belmiro. A derrota encerra uma invencibilidade de seis partidas no Brasileirão (cinco empates e uma vitória).

O desempenho recente do time na Vila Belmiro está distante das façanhas históricas em um estádio que já foi chamado de alçapão. Agora, nos últimos cinco jogos na temporada, o time perdeu dois e empatou outros três. Na próxima quarta, o time de Fabián Bustos decide vaga na Copa Sul-Americana diante do Deportivo Táchira – no jogo de ida, 1 a 1. O time, portanto, precisa vencer.

O time carioca vive curva ascendente. Depois das vitórias sobre o América-MG, pelo Brasileiro, e sobre o Tolima, pela Libertadores, o time de Dorival Júnior tenta arrancar no torneio nacional e se aproxima do G-6. O time superou uma semana difícil, com viagem desgastante à Colômbia.

Com Everton Ribeiro centralizado, com a função de explorar os avanços pelas laterais, o Flamengo encontrou espaços e tomou conta da partida. Fez isso sem as grandes estrelas, como Gabriel, Arrascaeta, O domínio começou a se transformar em chances de gol com o chute de Thiago Maia que João Paulo defendeu com firmeza. Minutos depois, o time carioca abriu o placar. Após boa trama de Everton Ribeiro e Marinho, Pedro finalizou de voleio aos 17 minutos. O atacante encerrou um jejum de 9 jogos e anotou seu 9º gol no torneio.

O gol evidenciou os problemas de marcação do Santos pelo lado esquerdo, com Filipe Jonatan. Por ali, o time carioca criou duas chances que acabaram desperdiçadas por Pedro e Victor Hugo. O Flamengo poderia ter definido a partida. Além disso, o Santos criava pouco por causa da falta de movimentação e aproximação dos atacantes. Individualmente, Ângelo e Baptistão estavam apagados. Acuado, o time só conseguiu sua melhor chance apenas aos 38, quando Lucas Braga chutou cruzado e Santos fez boa defesa.

O Flamengo continuou confortável, com mais posse de bola, mas pecou pela falta de objetividade. O time da casa conseguiu o empate em um lance isolado aos 20 minutos. Após cobrança de falta de Zanocelo, o goleiro Santos falhou – a bola passou embaixo do seu corpo – e cedeu o empate.

A igualdade foi a senha para que Dorival Junior escalasse Arrascaeta e Gabriel em um momento que o Santos começava a pressionar e se mostrava mais competitivo. A resposta do Flamengo foi ligeira. Aproveitando falha de marcação no meio, nas costas dos volantes, Arrascaeta fez a jogada que terminou na finalização precisa de Gabigol: 2 a 1.

Erros na saída de bola do Flamengo, principalmente do zagueiro Pablo, deixaram o Santos vivo na partida. Alguns jogadores, como Marcos Leonardo, começaram a se movimentar mais e a exigir do goleiro flamenguista. Mas o time da casa falhou nas finalizações

FICHA TÉCNICA
SANTOS 1 X 2 FLAMENGO
SANTOS – João Paulo; Auro (Rwan), Velázquez, Bauermann e Felipe Jonatan (Lucas Pires); Camacho, Zanocelo (Sánchez) e Baptistão (Goulart); Ângelo (Bruno), Marcos Leonardo e Lucas Braga. Técnico: Fabián Bustos.
FLAMENGO – Santos; Matheuzinho, Gustavo Henrique, Pablo e Ayrton Lucas; Thiago Maia, Victor Hugo (Arrascaeta), Everton Ribeiro (Diego) e Vitinho (Lázaro); Marinho (Gabriel) e Pedro (David Luiz). Técnico: Dorival Junior.
GOLS – Pedro, aos 17 minutos do primeiro tempo; Vinícius Zanocelo, aos 20, e Gabriel, aos 28 minutos do segundo.
ÁRBITRO – Anderson Daronco (RS).
CARTÕES AMARELOS – Filipe Jonatan, Ângelo, Camacho e Zanocelo (Santos) e Thiago Maia e Gabriel (Flamengo).
RENDA – R$ 402.345,00.
PÚBLICO – 12.464 pagantes.
LOCAL – Vila Belmiro, em Santos.