Região:

min

max

Anuncie aqui

Seleção feminina derrota Uruguai e mantém 100% de aproveitamento na Copa América

Com gols de Adriana (2) e Debinha, Brasil conquista vitória tranquila por 3 a 0

Por Estadão Conteúdo
(Atualizado em 13/07/2022 - 8h58)
Compartilhar

A seleção brasileira feminina de futebol conquistou a segunda vitória consecutiva na Copa América, nesta terça-feira, ao vencer, com facilidade o Uruguai, por 3 a 0, em duelo válido pela segunda rodada do Grupo B, em Armênia, na Colômbia.

Com o resultado, o Brasil mantém os 100% de aproveitamento na competição, pois venceu a Argentina na primeira rodada por 4 a 0 As uruguaias somaram a segunda derrota, após perderam na estreia para a Venezuela (0 a 1). O Brasil volta a jogar dia 18, contra as venezuelanas

O Brasil teve dificuldades nos primeiros 15 minutos para superar o bloqueio defensivo do Uruguai, que chegou a levar perigo com arremate de Pizarro. Lorena fez boa defesa.

A partir do momento em que a seleção acertou o passe e aumentou a velocidade nas jogadas, as oportunidades passaram a surgir com facilidade. Destaque para Adriana, Debinha e Ary Borges.

Foram quatro boas oportunidades criadas antes da abertura do placar. Antonia apareceu bem pela direita e cruzou para o aproveitamento de Adriana, aos 32 minutos: 1 a 0. O Brasil continuou em ritmo forte e Adriana fez ótima assistência para Debinha aumentar a vantagem brasileira, aos 46.

Com mais tranquilidade no segundo tempo, o Brasil não demorou para aumentar o placar. Rafaelle fez ótimo lançamento para Debinha pelo lado esquerdo. O cruzamento encontrou Adriana na direita: 3 a 0, aos três minutos.

Com a vitória garantida antecipadamente, o Brasil diminuiu o ritmo aparentando cansaço e propiciou chances para as uruguaias. Birizamberri, aos 25, chegou a acertar a trave esquerda de Lorena. Mas aos 32, Ximena Velazco foi expulsa e acabou com qualquer possibilidade de reação das uruguaias.

A técnica Pia Sundhage somou o 38º jogo no comando da seleção brasileira. Ela acumula 21 vitórias, 11 empates e seis derrotas.