Região:

min

max

Anuncie aqui

Sorocabano Lucas Almeida vence em estreia no UFC: "Vou limpar a categoria, grave isso"

Lutador de 31 anos vence norte-americano por nocaute técnico

Por Redação
(Atualizado em 05/06/2022 - 16h56)
Compartilhar

Cercado de expectativas em sua estreia na categoria máxima do MMA (artes marciais mistas) mundial, o UFC, o sorocabano Lucas Almeida correspondeu a todas elas. Vitória por nocaute técnico no terceiro round contra o americano Mike Trizano na luta do Card Principal do UFC, disputada neste sábado em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Em entrevista logo após a vitória, Almeida, de 31 anos, prometeu fazer ainda mais história: “Muito obrigado, Dana White, por me dar a oportunidade. Eu vou limpar a categoria, grave isso”, disse o lutador sorocabano que disputa a categoria peso-pena.

Em abril, em entrevista ao temmais, Lucas Almeida revelou que antes de chegar ao UFC, teve que dividir a rotina entre trabalhar no lava-rápido da família, dar aulas na academia e lutar em torneios. O atleta começou aos 18 anos treinando na frente da sua casa, em Sorocaba

A luta

A estratégia de Lucas Almeida foi pressionar desde os primeiros minutos de luta, com chutes fortes que fizeram o adversário sentir. O momento mais delicado para o sorocabano foi no final do primeiro round, quando o norte-americano acertou em cheio o brasileiro, com um cruzado e uma joelhada, cortando o supercílio e derrubando Lucas.

O segundo round começou com a recuperação de Lucas Almeida, que dominou esse período da luta. No terceiro assalto, Lucas aumentou as investidas e após uma série de golpes nocauteou o adversário, com um gancho no corpo, um cruzado de direita e os golpes derradeiros para consolidar a vitória aos 55 segundos deste round.

Agradecimentos nas redes sociais

Em uma publicação no Instagram, logo após a vitória, Lucas Almeida postou uma mensagem de agradecimento. “Com a graça de Deus e a força da minha equipe, a vitória veio na minha estreia no maior evento do mundo, o UFC. Agradeço a todos meus professores que estão ajudando na minha preparação, a todos meus amigos de treino que se doaram o máximo nesse camping. Foram 7 semanas de muita luta, muita evolução e principalmente superação. Deus é bom demais na minha vida, agradeço muito à minha família e à todos que estavam torcendo por mim. Essa vitória é nossa. Deus no comando”, comemorou o lutador.