Região:

min

max

Anuncie aqui

Dia Nacional do Cerrado: conheça três parques com este bioma em São Paulo

Celebrada no dia 11 de setembro, a data serve de alerta para a importância de sua conservação

Por Redação
(Atualizado em 11/09/2022 - 9h46)
Compartilhar

O bioma Cerrado tem um dia para chamar de seu. Celebrada no dia 11 de setembro, a data serve de alerta para a importância de sua conservação, já que o Cerrado é o segundo maior bioma da América do Sul e do Brasil, atrás apenas da Amazônia. Ele ocupa cerca de 20% do território brasileiro, espalhando-se por estados, entre eles, São Paulo. Para inspirar a conservação, confira abaixo três dicas de passeios.

Savana e biodiversidade

Considerada a savana mais rica do mundo em biodiversidade, são mais de 2 milhões de quilômetros quadrados, abrigando mais de 800 espécies de aves, 160 de mamíferos, 150 de anfíbios, 100 de répteis, além de 10 mil espécies de flora.

Toda essa biodiversidade também abriga cerca de 20% das nascentes brasileiras, contribuindo com a produção hídrica de 12 regiões hidrográficas.

Proteção ambiental

O estado possui uma lei própria para o Cerrado (Lei nº 13.550, de 02 de junho de 2009) que dispõe sobre a conservação, proteção, regeneração e a utilização do bioma. A Fundação Florestal vem implementado ações para proteger essa biodiversidade.

A criação do segundo maior conjunto protegido do cerrado no estado, o “Mosaico de Unidades de Conservação do Cerrado Paulista”, é outra importante conquista.

Com cerca de 4 mil hectares, as Unidades de Conversação Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) Leopoldo Magno Coutinho, que abrangem os municípios de Agudos, Bauru e Pederneiras, e o Refúgio de Vida Silvestre (RVS) Aimorés, em Bauru e Pederneiras, protegem seus principais fragmentos, além de diversas espécies de fauna e flora, incluindo algumas ameaçadas de extinção. Vale destacar que a FF também faz a gestão de outras UCs incluídas no bioma de Cerrado, como o PE Juquery, EEc Jataí e EEc Santa Bárbara.

Conheça três opções de passeios para ter contato com o Cerrado e aprender mais sobre o bioma:Trilha do Ovo do Pato – Parque Estadual do JuqueryÉ a trilha mais extensa e o ponto mais alto do parque, com 942m de altitude. Proporciona ao visitante uma linda vista panorâmica das cidades vizinhas, do vale do Rio Juquery, da Serra da Cantareira, Serra do Japi e do Parque Estadual Jaraguá.

O PE do Juquery, criado em 1993, abriga o último remanescente de cerrado preservado na região metropolitana e protege importantes remanescentes de vegetação nativa existentes na Fazenda Juquery, além das áreas de mananciais do Sistema Cantareira.

ServiçoMunicípio: Franco da RochaTelefone: (11) 4449-5545Email: pe.juquery@fflorestal.sp.gov.brValor: GratuitoMais informações: https://guiadeareasprotegidas.sp.gov.br/ap/parque-estadual-juquery/ Trilha do Mirante – Parque Estadual Furnas do Bom JesusA Trilha do Mirante é uma das principais trilhas do parque, oferece a possibilidade de ser realizada sem a monitoria e apresenta um gradiente de mudança de cobertura vegetal, passando de um ambiente aberto para outro de mata fechada, com espécies vegetais típicas do Bioma Cerrado e de transição para a Mata Atlântica.O PE das Furnas do Bom Jesus, criado em 1989, em 2.069,06 hectares, está inserido em parte da bacia hidrográfica do córrego Pedregulho, área representativa do ecossistema chamado Furnas do Rio Grande. A vegetação é composta por fragmentos representativos de cerrado e mata atlântica (floresta estacional semidecidual). O relevo apresenta-se na forma de cânion, com declives de até 200 metros. As matas e cachoeiras são belezas naturais, algumas com quedas superiores a 130 metros.ServiçoMunicípio: PedregulhoTelefone: 16 3171-1118Email: pe.furnas@fflorestal.sp.gov.brValor: GratuitoMais informações: https://guiadeareasprotegidas.sp.gov.br/ap/parque-estadual-furnas-do-bom-jesus/ Trilha das Árvores Gigantes – Parque Estadual Porto FerreiraA Trilha das Árvores tem um percurso linear de aproximadamente 5 km de extensão (ida e volta) passa por dois dos principais ambientes da UC, o Cerrado e a Floresta Estacional Semidecidual, proporcionando aos visitantes a possibilidade de admirar a imponência de árvores emergentes e centenárias como jequitibás-rosa e branco, perobas-rosa, jatobás, figueiras e outras espécies que há muito persistem, embelezam e estratificam o dossel da floresta. Ao final do trajeto ainda é possível admirar as belas corredeiras do Ribeirão dos Patos.A área protegida de Porto Ferreira foi criada em 1962 como Reserva Estadual e transformada em Parque, em 1987. Com vegetação nativa de cerrado, floresta estacional semidecidual e mata ciliar, merece destaque e atenção por sua biodiversidade. Nos 180 hectares de vegetação de cerrado do Parque, foram identificadas 200 espécies de árvores, – pau-terra, barbatimão, cinzeiro, capitão-do-campo, pimenta-de-macaco.ServiçoMunicípio: Porto FerreiraTelefone: 11 2997-5000Email: pe.pferreira@fflorestal.sp.gov.brValor: R$ 19,00 para brasileirosMais informações: https://guiadeareasprotegidas.sp.gov.br/ap/parque-estadual-porto-ferreira/ Fique atentoA Fundação Florestal alerta aos turistas sobre as normas para visitação desses espaços:

  • não é permitida a entrada de animais domésticos;
  • é proibido fazer fogueiras, churrasco, queima de fogos ou qualquer ato que possa provocar incêndio no interior da Unidade de Conservação
  • a instituição orienta para que os visitantes não retirem espécies vegetais, animais ou qualquer outro item da natureza (apenas os resíduos gerados devem ser coletados e levados de volta para descarte adequado).

Nas Unidades de Conservação que cobram entrada, o ingresso custa R$ 19 para brasileiros, R$ 28 para viajantes do Mercosul e R$ 37 para estrangeiros, com meia-entrada para estudantes brasileiros e estrangeiros, profissionais de educação das escolas da rede pública estadual e municipal.  Para alguns atrativos, é necessário agendamento e/ou contratação de monitoria à parte.Para saber mais sobre outras Unidades de Conservação, acesse o site Guia de Áreas Protegidas. Já para fazer a reserva ou adquirir o ingresso acesse o site.