Região:

min

max

Anuncie aqui

Cantora diz que teve show interrompido por não “mandar alô” para prefeito

Prefeito de Tracunhaém pediu desculpas e afastou secretário

Por Redação
(Atualizado em 04/07/2022 - 11h14)
Compartilhar

A cantora de brega Tayara Andreza disse que precisou interromper o show porque não “estava mandando alô” para o prefeito Aluízio Xavier (PSD). Ela usou as redes sociais no domingo (3) para desabafar sobre o que aconteceu durante a apresentação em Tracunhaém, Zona da Mata de Pernambuco. O caso viralizou nas redes sociais e o prefeito decidiu afastar secretário (veja abaixo).

A artista também afirmou que a banda foi agredida ao sair do palco. “Foram para cima dos meus músicos, para bater nos meus músicos. Tiraram a credencial dos meninos, foram para cima, a polícia teve que vir. Botaram spray de pimenta. A polícia não, o pessoal lá colocou spray de pimenta. Um inferno, xingando”, contou.

A apresentação fazia parte do evento municipal chamado “Trezenário de Tracunhaém” e foi realizada no sábado (2).

“Fiquei sabendo agora que o pessoal aqui da prefeitura está pedindo para a gente encerrar o show. Que eu saiba, eu fui contratada para cantar, não para ficar mandando alô. Aí o prefeito, não sei mais quem, porque eu não estava mandando alô, pediu para eu encerrar o show”, disse a cantora no palco.

Um vídeo divulgado por internautas nas redes sociais mostra Tayara dizendo ainda que poderia cantar mais músicas e que seu show costuma ter 1h30 de duração.

 

Pedido de desculpas

O prefeito do município, Aluízio Xavier, se pronunciou nesta segunda-feira (4) por meio de um vídeo publicado nas redes sociais e pediu desculpas à Tayara. Ele alegou não estar no local na hora da apresentação e contou que decidiu afastar o secretário de Turismo e Cultura pelo ocorrido.