Região:

min

max

Anuncie aqui

Cemitério improvisa covas para receber vítimas da chuva em Petrópolis

Polícia Civil contabiliza mais de 100 pessoas desaparecidas na cidade.

Por Redação
(Atualizado em 17/02/2022 - 17h23)
Compartilhar

Um mutirão foi montado no Cemitério Municipal de Petrópolis para receber as mais de 100 vítimas da chuva. Na parte alta, onde antes havia um capinzal, vários homens ajeitam o terreno e cavam às pressas novas covas na terra. O movimento no local, que pela manhã era tranquilo, foi se intensificando a partir da tarde desta quinta-feira (17), com um sepultamento ocorrendo atrás do outro.

 

Por causa do local íngreme onde estão sendo cavadas as novas sepulturas, os caixões têm que ser levados nos ombros por familiares e amigos das vítimas. Segundo um funcionário do local, só hoje foram abertas 24 covas. Uma das vítimas enterrada hoje foi Zilmar Ramos, que morreu dentro de um ônibus tragado pela força das águas na tarde de terça-feira (15), segundo conta a filha, Vitória Ramos Alves.

 

Vítima do desabamento causado pelas fortes chuvas, Débora Linstenberg, 22 anos, morreu ao lado dos dois filhos pequenos, Gustavo, 5 anos, e Heloise, 2 anos e meio. Os três foram sepultados juntos.

 

Além das mais de 100 mortes registradas pelas autoridades locais, a Polícia Civil contabiliza ainda 134 pessoas desaparecidas na cidade.

(Informações: Agência Brasil)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.