Região:

min

max

Anuncie aqui

Gaeco orienta vítimas de quadrilha que roubava relógios para recuperação dos bens

Operação Diamante de Sangue apreendeu mais de 100 itens

Por Redação
(Atualizado em 17/02/2022 - 15h23)
Compartilhar

Mais de 20 vítimas procuraram o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) depois que foi disponibilizado um canal para pessoas que tenham sido vítimas de roubos de relógios e que os objetos teriam sido apreendidos na Operação Diamante de Sangue.

 

Segundo o MP, a ação foi deflagrada no mês passado e recuperou mais de 100 relógios de origem não comprovada. A operação teve como objetivo apurar atuação de associação criminosa especializada na receptação de relógios de luxo para posterior venda dos artigos em shopping de alto padrão na capital paulista.

 

O Gaeco orienta as vítimas para a recuperação de bens:

1 – Promover o registro de ocorrência junto à Polícia Civil, narrando o crime, com as circunstâncias de tempo e local, especificando as características do relógio que permitam sua identificação, especialmente marca, modelo e número de série;

2 – Enviar cópia do Boletim de Ocorrência para gaeco.saopaulo@mpsp.mp.br, com cópia de documento de identificação pessoal (RG, identidade funcional, CNH etc) e telefone de contato;

O Gaeco realizará pesquisas preliminares e, caso constate a possibilidade de o relógio ter sido apreendido, entrará em contato para agendamento de oitiva e para formalização de reconhecimento de objeto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.