Região:

min

max

Anuncie aqui

Operação da PF combate desvio de insumos químicos para o tráfico de drogas

Policiais deflagraram operação na manhã desta quarta-feira (14) para cumprir 41 mandados de busca e oito de prisão em várias cidades

Por Redação
(Atualizado em 14/09/2022 - 10h39)
Compartilhar

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (14) a operação “Canis”, com o objetivo de cumprir 41 mandados de busca e oito de prisão. Os trabalhos são resultado de uma investigação sobre desvios de insumos químicos para o tráfico de drogas em diversas cidades do estado de São Paulo.

A operação mapeou um grande esquema de fornecimento de insumos químicos que comumente são utilizados no processamento de cocaína. Além disso, os investigados também são suspeitos de utilizar empresas que possuíam licença para o comércio de insumos controlados para dar aparência legal às ações criminosas.

Segundo a PF, os insumos eram adquiridos com a finalidade de serem desviados para o abastecimento do narcotráfico. Foram identificadas ramificações nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Distrito Federal, onde ao menos 25 toneladas de fármacos, como lidocaína, cafeína, tetracaína e ácido bórico, foram desviadas para as mãos de traficantes de drogas do país, com a finalidade de produzir e adulterar a cocaína comercializada.

A polícia estima que a proporção destes insumos presentes em apreensões de cocaína realizadas no Brasil são o suficiente para a produção de, pelo menos, 75 toneladas de cocaína para o consumo. Além disso, as investigações também identificaram desvios de mais de 21 mil litros de tricloroetileno e cloreto de metileno, que seriam suficientes para a produção de pelo menos 47 mil litros do entorpecente popularmente conhecido como “loló”.

Durante as investigações, foram realizadas seis intervenções em flagrante delito, que resultaram na prisão de oito pessoas, além da apreensão de grande quantidade de produtos químicos controlados, cocaína, armamentos e veículos utilizados nos crimes.

Foram identificadas, ainda, durante as apurações, movimentações patrimoniais dos envolvidos, principalmente a aquisição de diversos veículos e imóveis de luxo em nome de terceiros, indicando a intenção de ocultar a origem dos lucros advindos das atividades criminosas, o que deu origem às ordens judiciais de bloqueios de milhões de reais em contas bancárias dos envolvidos.

Os comentários estão desativados.