Região:

min

max

Anuncie aqui

Conta de luz fica mais cara em 24 cidades de SP nesta segunda-feira

Aumento médio será de 12,04%

Por Redação
(Atualizado em 04/07/2022 - 12h06)
Compartilhar

A partir desta segunda-feira (4), a conta de luz da Enel Distribuição São Paulo ficará mais cara para os consumidores.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou um reajuste anual para o estado.

aumento médio será de 12,04%. Para os clientes de baixa tensão, em sua maioria clientes residenciais, o reajuste ficou em 10,15%. Para quem utiliza média e alta tensão, em geral indústrias e grandes comércios, o índice médio aprovado foi de 18,03%.

Os novos valores entrarão em vigor para os 24 municípios da área de concessão da distribuidora, que  atende cerca de 7,6 milhões de unidades consumidoras no estado.

A área de concessão da Enel Distribuição São Paulo engloba 24 municípios da Grande São Paulo, incluindo a Capital: São Paulo, Pirapora do Bom Jesus, Cajamar, Santana de Parnaíba, Barueri, Osasco, Carapicuíba, Jandira, Itapevi, Vargem Grande Paulista, Cotia, Taboão da Serra, Embu das Artes, Itapecerica da Serra, São Lourenço da Serra, Embu-Guaçu, Juquitiba, Diadema, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo, Santo André, Rio Grande da Serra, Ribeirão Pires e Mauá.

De acordo com a Enel, os principais fatores que influenciaram o aumento foram a inflação, além dos encargos setoriais, como a Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), e os custos de compra de energia durante a crise hídrica de 2021. Ainda segundo a empresa, o aumento das tarifas seria de 27,64%, se não houvesse um “esforço de redução” por meio de medidas do governo federal e da companhia.