Região:

min

max

Anuncie aqui

Empresas do interior de SP participam da APAS Show, maior feira do segmento supermercadista da América Latina

Edição 2022 segue no Expo Center Norte, em São Paulo (SP), até a quinta-feira (19)

Por Redação
(Atualizado em 19/05/2022 - 11h01)
Compartilhar

 

Com cerca de 800 expositores e considerada a maior feira do segmento supermercadista na América Latina, a APAS Show 2022 segue no Expo Center Norte, em São Paulo (SP), até a quinta-feira (19). A 36ª edição evento conta com a participação de representantes de 20 países. Ao menos 30 expositores são do interior de São Paulo.

 

À TV TEM, o superintendente da Associação Paulista de Supermercados (APAS), Carlos Corrêa, afirma que muitas empresas do interior começam participando do encontro regional. Ele também afirma que a história de cada um se consegue acompanhar no primeiro e no segundo evento, até que a empresa ganha musculatura para participar da feira.

 

Só na montagem desse evento, conforme lembra o diretor geral da APAS Show, Erlon Ortega, são mais de cinco mil pessoas. “Esperamos realizar muitos negócios na casa de R$ 10 bilhões. Tudo isso representa a energia positiva, para que dentro do supermercado possamos retomar a economia”, explica.

 

Já o diretor comercial Wagner Zacharias, também para à TV TEM, diz que o consumidor está muito carente de novos lançamentos. “Os nossos clientes estão atrás de novos lançamentos, porque o público, hoje, é muito exigente. Com isso, a gente pretende gerar muito mais empregos, fazer a economia andar e torcer para que o país gere bons negócios junto com a economia perfeita”, lembra.

 

Para o empresário José Luiz Franzotti, a cadeia começa a se movimentar, começa a ter consumo, e a indústria tem que se preparar e produzir mais. Para a indústria produzir mais, segundo ele, tem que ter emprego, gerar mais empregos. “Então é uma cadeia, uma corrente, que a gente consegue enxergar qual é o cenário que vamos ter para os próximos meses e anos”, opina.

 

A expectativa da feira é que venham parceiros do Brasil todo, conforme projeta o empresário Júlio César Antônio. “Recebemos pessoal de Belém, de Tocantins e de Rondônia. Então, a expectativa para esse ano é muito boa. O varejo está com uma demanda muito alta. Estamos acreditando muito neste momento.”

 

O diretor-executivo Roberto Carvalho diz que a expectativa é grande. “Então a gente acredita que, para o segundo semestre, a empresa deve acrescentar o crescimento na casa de 20% só das conversas e negócios que foram prospectados aqui no evento.”

 

De acordo com os organizadores, a área de exposição tem mais de 75 mil metros quadrados e deverá receber em torno de 100 mil visitas. O número é estimado baseado no alcance da edição 2019, que teve quase 60 mil visitantes únicos.

Ainda conforme os organizadores, o evento apresenta as melhores práticas de negócios do setor e reúne os principais dirigentes de redes e lojas, sendo uma grande oportunidade para que os fornecedores da cadeia de abastecimento apresentem suas novidades, lancem produtos e, o mais importante, fechem negócios.

O evento voltou a ser realizado após dois anos de paralisação em função da pandemia de Covid-19. Na última edição da feira, de 330 milhões de dólares foram movimentados em negócios.

Última edição

Em sua última edição, em 2019, US$ 100 milhões foram gerados nas rodadas de negócios que trouxeram números expressivos, como 1.423 reuniões, 50 compradores internacionais de 23 países, e 185 empresas participantes. Para a edição de 2022, considerando todos os 800 expositores da feira, a expectativa é a geração de R$10 bilhões em negócios, entre pedidos e encomendas.