Região:

min

max

Anuncie aqui

Governo da Finlândia finaliza relatório sobre inclusão do país à Otan

Documento afirma que a decisão de se juntar à aliança militar se deu por conta das 'mudanças no ambiente de segurança', em que 'compromissos internacionais' e 'princípios da segurança europeia não impediram a guerra' no continente

Por Estadão Conteúdo
(Atualizado em 16/05/2022 - 10h32)
Compartilhar

O governo da Finlândia finalizou um relatório neste domingo (15) que oficializa a intenção do país de se juntar à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). O documento afirma que a decisão de se juntar à aliança militar se deu por conta das “mudanças no ambiente de segurança”, em que “compromissos internacionais” e “princípios da segurança europeia não impediram a guerra” no continente, segundo rascunho publicado há pouco no site do governo.
O relatório, feito pela Comissão Ministerial de Política Externa e Segurança, será apresentado ainda hoje ao governo, em sessão plenária marcada para 11h00 (de Brasília, ou 17h00 do horário de Helsinque). Uma vez adotado, a versão final do documento será submetida ao Parlamento finlandês, de acordo com o Departamento de Comunicação presidencial.
Ontem, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, reforçou que haveria consequências à adesão da Finlândia à Otan. Entre os membros da aliança, apenas a Turquia se opõe à entrada do país nórdico.