Região:

min

max

Anuncie aqui

Menino de 5 anos entra para clube mundial de superdotados

O resultado do teste foi esse: o menino alcançou o percentil de 99% em laudo e QI 134, comprovando a superdotação

Por Redação
(Atualizado em 03/08/2022 - 18h46)
Compartilhar

Um menino de cinco anos entrou para o clube mundial de superdotados. Filippo de Castro Morgado é um dos mais novos integrantes do clube mundial de pessoas com alto QI.

A Mensa Brasil, atualmente, tem 2.014 brasileiros em seu quadro de associados, sendo 58 deles menores de idade, segundo a instituição.

O pequeno gênio mora com a mãe, Roberta de Castro, na Pompeia, na Zona Oeste de São Paulo. Eles receberam o resultado da aprovação para a sociedade no dia 21 de julho.

Em entrevista ao g1, a mãe conta que Filippo já dava indícios de comportamentos “atípicos” desde os 2 anos e que aos 3 anos ele passou a falar inglês fluentemente aprendendo sozinho por meio de desenhos.

Na pandemia, ela e o filhos passaram a ficar mais tempo juntos em casa, e as suspeitas ficaram maiores.

No ano passado, os pais do menino o levaram para uma consulta com uma neuropsicóloga e ele foi submetido ao teste de QI com a metodologia do Son-R (não verbal). O resultado foi esse: o menino alcançou o percentil de 99% em laudo e QI 134, comprovando a superdotação.

O teste ainda revelou que Filippo tem idade cognitiva de uma criança de 7 anos e 8 meses.

Atualmente, Filippo conta com aulas particulares como bolsista de uma empresa de educação infantil domiciliar.

Superdotados no Brasil

O conceito de altas habilidades/superdotação só passou a fazer parte da Lei de Diretrizes e Bases (LDB), que regulamenta a educação no país, em 2013.

No Brasil, há 24.424 estudantes com altas habilidades/superdotação, segundo o Censo Escolar. Este número, no entanto, é pequeno se comparado à estimativa da Organização Mundial de Saúde (OMS), de que 5% da população mundial tem algum tipo de alta habilidade.