Região:

min

max

Anuncie aqui

Ciro e Soraya pedem que TSE barre uso eleitoral de discurso de Bolsonaro na ONU

Imagens não poderão mais ser usadas

Por Estadão Conteúdo
(Atualizado em 20/09/2022 - 19h45)
Compartilhar

As campanhas dos candidatos à presidência Ciro Gomes (PDT) e Soraya Thronicke (União Brasil) pediram ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que proíba o presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), de usar em sua campanha imagens do discurso realizado na 77ª sessão da Assembleia-Geral das Nações Unidas (ONU) na manhã desta terça-feira (20). Também pedem que Bolsonaro seja investigado por abuso de poder político e econômico.

O motivo é possível favorecimento da campanha de Bolsonaro pelo uso de aparato estatal para promover sua candidatura, ferindo a isonomia entre candidatos. No discurso na ONU, Bolsonaro atacou seu adversário na disputa ao Planalto, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), fez acenos à sua base eleitoral e exaltou indicadores econômicos do seu governo.

As duas campanhas também foram ao TSE para pedir a proibição da divulgação do discurso de Bolsonaro a apoiadores na sacada da embaixada brasileira em Londres. Bolsonaro foi ao Reino Unido no último fim de semana para participar do funeral da Rainha Elizabeth II. O ministro Benedito Gonçalves concedeu uma liminar na última segunda-feira (19) determinando a exclusão de conteúdos já publicados nesse contexto.

Os advogados da campanha de Lula ainda não decidiram se também apresentarão ação contra o discurso de Bolsonaro na ONU.

Os comentários estão desativados.