Região:

min

max

Anuncie aqui

PT lança candidatura de Fernando Haddad ao Governo de São Paulo

Candidatura foi oficializada durante evento na Assembleia Legislativa do estado

Por Redação
(Atualizado em 25/07/2022 - 17h15)
Compartilhar

O Partido dos Trabalhadores (PT) oficializou a candidatura do ex-prefeito Fernando Haddad como candidato ao governo do estado de São Paulo, durante um evento na Assembleia Legislativa do estado (Alesp), na tarde deste sábado (23), em São Paulo. A chapa ainda não conta com indicação de candidato a vice. Na pesquisa divulgada pelo Instituto Datafolha no dia 30 de junho, Haddad liderava com 34% das intenções de voto.

A convenção também aprovou a indicação de Márcio França (PSB), que saiu da disputa ao governo do estado no dia 8 de julho, como candidato ao Senado pela chapa com o PT. Seu partido faz parte da Federação Brasil da Esperança, junto com o PT, PV e PCdoB, até o momento. No discurso, o político pontuou o que os eleitores podem esperar caso seja eleito. “Aguardem o governo mais democrático do ponto de vista da participação das mulheres desse estado”.

O candidato a vice-presidente na chapa com Lula, Geraldo Alckmin (PSB), e sua esposa Maria Lúcia Alckmin também estiveram no evento.

Perfil

Fernando Haddad é bacharel em direito pela Universidade de São Paulo (USP), onde, em 1990, também se tornou mestre em economia, com especialização em economia política e, em 1996, se tornou doutor em filosofia. Ele também foi professor de teoria política contemporânea no Departamento de Ciência Política da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Sociais da USP, analista de investimentos do Unibanco e consultor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Em 2001, o político assumiu a chefia de gabinete da Secretaria Municipal de Finanças de São Paulo na gestão da prefeita Marta Suplicy. Em 2003, foi assessor especial do ministro do Planejamento, Guido Mantega. Em seguida, foi secretário executivo do Ministério da Educação, onde se tornou ministro da pasta durante a gestão do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT).

Em 2012, Haddad deixou o cargo para disputar as eleições municipais de São Paulo. Ele foi prefeito da capital paulista de 2012 a 2016, e candidato do PT à reeleição, quando perdeu para João Doria, candidato do PSDB na época.

Em 2018, o político foi candidato do PT à presidência. A disputa foi para o segundo turno e o candidato conquistou 44,87% dos votos, perdendo para o atual presidente, Jair Bolsonaro, candidato do PSL na época.