Região:

min

max

Anuncie aqui

Rinoplastia: Entenda e tire dúvidas sobre o procedimento

Veja as dúvidas de quem passa pelo procedimento cirúrgico e entenda como funciona a cirurgias

Por Redação
(Atualizado em 04/08/2022 - 8h12)
Compartilhar

A rinoplastia está entre as cirurgias plásticas mais procuradas pelos brasileiros, tanto no público feminino quanto masculino, tem o objetivo de melhorar a aparência, o tamanho e a proporção do nariz, equilibrando assim a aparência facial e melhorando a autoestima dos pacientes. “Além disso, a cirurgia plástica do nariz também pode corrigir dificuldades respiratórias causadas, por exemplo, por anomalias estruturais dessa região.” explica o cirurgião plástico da Clínica Sabath Dr. Hugo Sabath.

 

Depois que compartilhar suas queixas e objetivos na primeira consulta, será realizada a avaliação física. O médico cirurgião irá avaliar sua estrutura nasal e, baseado nos parâmetros de simetria e medidas faciais, terá a noção das medidas ideais para o seu novo formato de nariz, de forma que estejam em harmonia com as características únicas da sua face.

 

Dr. Sabath destaca que a avaliação do cirurgião plástico é essencial em toda e qualquer cirurgia, seja ela para correção de características estéticas ou funcionais, pois apenas o profissional poderá confirmar a verdadeira necessidade do procedimento, avaliar as estruturas nasais e deixar decidido, em comum acordo com o paciente, qual técnica será utilizada, podendo ser a rinoplastia estruturada ou a redutora, por exemplo.

 

A consulta permite também alinhar as expectativas do paciente com relação ao resultado esperado, decidir o tipo de anestesia que será empregado e a possibilidade de associar o procedimento à outra cirurgia plástica, caso haja o interesse por parte do paciente.

 

“Em seguida é realizada uma simulação, através de fotos tiradas, nesse primeiro encontro, é possível fazer a alteração do nariz em softwares de edição de imagem. Nesse momento é possível discutir as alterações esperadas e possíveis.” esclarece o cirurgião plástico.

 

Veja alguma das maiores dúvidas dos pacientes que irão passar pelo procedimento cirúrgico:

 

Diabéticos podem realizar a rinoplastia?

O diagnóstico de diabetes não é um fator impeditivo para a cirurgia de nariz. É necessário que a doença esteja controlada no momento da sua rinoplastia e que a equipe de cirurgia esteja ciente de que você tem essa doença metabólica, para a sua segurança, no procedimento.

 

O mesmo vale para qualquer doença em curso. O cirurgião deve estar informado do seu histórico clínico.

A rinoplastia trata sinusite e rinite?

Rinite e sinusite são processos alérgicos que a rinoplastia não vai alterar em nada. Em alguns casos, pode haver melhoras da obstrução nasal e desvio de septo, mas o paciente não deixa de ser uma pessoa alérgica.

 

 

 

Quem tem rinomodelação pode realizar uma rinoplastia?

“Nem a rinomodelação (com ácido hialurônico) e nem a bioplastia nasal (feita com PMMA) impedem a realização de uma rinoplastia. Porém será preciso retirar o material utilizado para a remodelar o nariz, antes de realizar os manejos cirúrgicos necessários para a alteração estrutural desejada.” explica Hugo Sabath.

 

Sempre é necessário quebrar o nariz para realizar o procedimento?

As fraturas controladas e realizadas durante a cirurgia não são sempre necessárias. São indicadas, principalmente para rinoplastias de redução ou de correção de desvio de septo. Atualmente, com equipamentos ultrassônicos, elas são realizadas com mais precisão e menos trauma para os tecidos ao redor do osso nasal a ser remodelado.

 

Quanto tempo dura a internação?

Geralmente, o paciente permanece no hospital por cerca de 6 a 8 horas após a cirurgia.

 

É preciso usar tampão nas narinas pós a cirurgia?

Atualmente, os tampões foram substituídos por splints nasais, estruturas de silicone que permitem que o novo formato nasal fique imobilizado até o primeiro curativo, mas não impedem a respiração do paciente nesse período.

É possível conseguir respirar logo após a rinoplastia?

Nos primeiros dias, em que o nariz fica mais inchado, poderá haver uma sensação maior de obstrução nasal, mas a respiração pelo nariz é possível sim.

 

O pós-operatório é dolorido?

A dor é muito relativa, mas os desconfortos desse tipo podem ser contornados com os medicamentos prescritos pelo cirurgião.

 

Quanto tempo dura os hematomas?

A depender do tipo de trauma sofrido na região da cirurgia, é possível que a região dos olhos fique com hematomas que irão desaparecendo dentro de 7 a 10 dias.

 

Quanto tempo de repouso no pós-operatório?

Basicamente, repouso relativo, manter a cabeça elevada, não dormir de bruços, evitar banhos muito quentes, evitar exposição solar, evitar pegar peso e impactos diretos, não utilizar acessórios como piercings e óculos por pelo menos 2 meses.

 

Para potencializar a recuperação, recomenda-se fazer compressas frias, lavagem nasal e curativo.

 

Em quanto tempo aparecerá o resultado final?

“A cicatrização é um processo que depende do organismo de cada paciente. Geralmente, o resultado de perfil se mostra com cerca de 3 meses. O resultado final, quando todos os edemas são absorvidos, poderá ser percebido para alguns pacientes, a partir de 9 meses da cirurgia. Para outros, pode demorar até 1 ano e meio para ser visto.” finaliza o cirurgião plástico da Clínica Sabath.