Região:

min

max

Anuncie aqui

Filho deixa cabelo crescer por 2 anos para fazer peruca para a mãe que luta contra o câncer nos EUA

Melanie Shaha, que vive nos Estados Unidos, perdeu o cabelo de forma permanente após o tratamento contra o câncer

Por Redação
(Atualizado em 29/07/2022 - 14h26)
Compartilhar

Há quatro anos, Melanie Shaha, que vive no Arizona, nos Estados Unidos, perdeu permanentemente o cabelo após o tratamento para diminuir um tumor benigno no cérebro. Foi então que seu filho, Matt Shaha, de 27 anos, decidiu deixar o seu cabelo crescer mais de 30 centímetros ao longo de dois anos para fazer uma peruca com os próprios fios para sua mãe.

Melanie lutava contra um tumor na glândula pituitária desde 2003, e chegou a fazer duas cirurgias ao longo de três anos, mas o tumor retornou após dois tratamentos. De acordo com o hospital em que se tratou, seu tumor localizado na base do cérebro poderia causar mudanças nos níveis hormonais.

Segundo Melanie, mesmo sendo benigno, o tumor “estava no lugar errado e esmagando coisas importantes, então não podia deixar para lá”, disse em entrevista à Fox Business.

O tumor retornou pela terceira vez em 2017, quando Melanie precisou passar por radiografia para impedir que o tumor crescesse e, eventualmente, reduzi-lo. Três meses depois, seu cabelo começou a cair e ela ouviu de seu médico que ele não voltaria a crescer.

Matt contou à Fox Business que sempre pensou em deixar seu cabelo crescer para produzir uma peruca para a mãe. Os planos, no entanto, demoraram um pouco por conta dos padrões de vestimenta e aparência da universidade em que estudava. Em março de 2020, quando passou a estudar em casa por conta da pandemia da Covid-19, decidiu dar início aos planos.

Em março deste ano, quando o momento de cortar as mexas chegou, Melanie se emocionou. “A bondade, compaixão e sacrifício de Matt foram realmente espetaculares. Ele mostrou muito amor e preocupação”, contou ao portal.

O cabelo de Matt foi enviado para uma empresa especializada na construção de perucas personalizadas para quem sofre com queda de cabelos. A peruca chegou em junho e, pela primeira vez em quatro anos, ela pôde ostentar os cachos loiros avermelhados de seu filho, quando finalmente se sentiu ela mesma novamente.

“Significou o mundo ver esse projeto meio que se concretizando e ver o quão bem ele acabou”, disse Matt à Fox Business.