Região:

min

max

Anuncie aqui

Youtube proíbe Monark de criar canal, e apresentador protesta: "Querem me destruir"

Plataforma anunciou também que suspendeu a monetização do canal que ele já possui.

Por Redação
(Atualizado em 06/04/2022 - 11h53)
Compartilhar

O apresentador Bruno Aiub, conhecido como Monark, veio às redes sociais nesta sexta-feira (18) para reclamar após ser proibido pelo Youtube de criar um novo canal na plataforma.

Um dos criadores do podcast Flow, Monark se envolveu em uma polêmica após dizer, durante a exibição ao vivo de um episódio do podcast, que era a favor da criação de um partido nazista no Brasil.

Após o episódio, ele foi desligado do Flow, fez um pedido de desculpas – alegou que estava bêbado – e ficou alguns dias sem dar as caras na internet.

Nesta sexta ele voltou a ter o nome entre os assuntos mais comentados do Twitter ao reclamar da proibição do Youtube: “Estou sofrendo perseguição politica do @YouTubeBrasil eles me proibiram de criar um novo canal para poder continuar minha vida, pessoas poderosas querem me destruir. Liberdade de expressão morreu.”

O apresentador também postou um vídeo em que pede ajuda dos internautas. “Parece que pessoas muito poderosas querem me destruir completamente.”

Além de proibir Monark de criar um novo canal, o Youtube também suspendeu a monetização do canal que ele já possui na plataforma.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.