Região:

min

max

Anuncie aqui

Corrida de rua: moradores se apaixonam pela prática, vencem sedentarismo e perdem peso

Exercício acelera o metabolismo e queima calorias de forma mais eficiente, além possuir as vantagens de poder ser praticado a qualquer momento do dia, em grupos ou sozinho

Por Fabrício Santana
(Atualizado em 05/08/2022 - 12h54)
Compartilhar

Estudos científicos apontam que a prática regular de exercícios físicos promove o emagrecimento com saúde, diminui riscos de doenças, melhora aspectos emocionais, aumenta a longevidade e influencia na produção de hormônios do bem-estar.

Existem inúmeras modalidades conhecidas e praticadas atualmente, mas a corrida de rua vem se destacando, ganhando cada vez mais adeptos e transformando vidas.

O exercício acelera o metabolismo e queima calorias de forma mais eficiente, além de possuir as vantagens de poder ser praticado a qualquer momento do dia, em grupos ou sozinho.

Muitas pessoas começaram a correr por incentivo de amigos e se apaixonaram pela modalidade. O jornalista Leandro Rossito, de 47 anos, deixou o sedentarismo de lado, procurou ajuda especializada e perdeu 21 quilos.

“Comecei na empolgação de colegas de trabalho, no TEM Running de 2019. Nunca tinha corrido e resolvi tentar. Foram os meus primeiros cinco quilômetros. Logo vi que, para atingir a meta, precisaria de ajuda profissional, então fui atrás de uma assessoria. Fui gostando, começando a correr distâncias maiores e peguei gosto”, diz.

Maratona

Após anos de treinamento e muita dedicação, Leandro participou, no último domingo (31), da Maratona de São Paulo, cujo percurso foi de 42 quilômetros.

“Uma emoção que transborda e não acaba. Quem não corre, não faz ideia do que é fazer uma maratona. E não falo isso apenas pelo esforço que a prova exige, mas, também, por todo o preparo. Se não for assim, você não consegue fazer uma boa prova. Por isso que tanta gente se emociona quando termina. A chegada de uma maratona é uma das coisas mais emocionantes que existem. É muita gente comemorando vitórias pessoais e superações”, explica.

Leandro Rossito após a Maratona de São Paulo (Arquivo pessoal)

 

Além do esforço pessoal, o jornalista contou com apoio da família, já que precisou mudar a rotina e a alimentação para conseguir completar a prova.

“Minha mulher não aguentava mais o cheiro de ovo caipira na hora das refeições, e eu comi muito disso. Sábado de manhã é o dia dos treinos de maior metragem. Então toda sexta à noite tinha que comer macarronada, para acumular energia para o treino. Pensa o que é para família ter uma pessoa que acorda quase todo dia às 4h30 e quer dormir cedo? Sou casado e tenho dois filhos pequenos. Sei o quanto exigi da paciência deles durante o meu preparo”, explica.

Kelson Aragão durante corrida de rua (Foto: Arquivo pessoal)

 

Diferentemente de Leandro, o advogado Kelson Aragão, de 43 anos, participou de uma maratona pela quarta vez. Porém, começou a praticar a modalidade de uma forma parecida e perdeu praticamente a mesma quantidade de peso do jornalista.

Também morador de Rio Preto, o advogado começou a competir em 2017, após voltar a frequentar uma academia e encontrar um grupo que praticava a modalidade.

“Logo no primeiro mês, fiz a primeira prova (sete quilômetros) e me apaixonei pela energia e envolvimento com o grupo de corrida”, diz.

Desde então, Kelson se dedica diariamente e diz que foi escolhido pela corrida, e não ao contrário. “A paixão floresceu”, afirma.

Preparação

Preparador físico de Rossito, Carlos Henrique Ferreira dos Santos da Silva conta que foram anos de treinamento para o jornalista poder concluir a maratona.

“O período de preparação foi de 16 semanas de treinos e mudanças na rotina: aumento do volume de rodagem semanal, musculação, acompanhamento com nutricionista, massagem desportiva. Ele também passou todo o período sem ingerir bebida alcoólica”, conta.

Tem Running

TEM Running 2022 já tem data marcada em Rio Preto. A corrida será no dia 23 de outubro, na Avenida Presidente Juscelino K. de Oliveira. As inscrições começam nesta sexta-feira (5).

Na edição deste ano, a prova contará com corrida Kids, caminhada, 5 km, 10 km e a novidade, a prova de 21 km. As largadas estão previstas para 16h (Kids) e 17h (adulto).

Os participantes vão receber número de peito (de uso obrigatório e intransferível), chip de cronometragem (caminhada será feita sem chip), fruta na chegada, medalhas a todos os participantes e bag plástica.